Resumo da Champions League: Real resgata empate, 13ª vitória para o Bayern

O Porto venceu com tranquilidade, o Real Madrid evitou a derrota com golos tardios e o Bayern somou a 13ª vitória seguida na prova.

Sérgio Oliveira marcou o segundo golo dos "dragões"
Sérgio Oliveira marcou o segundo golo dos "dragões" POOL/AFP via Getty Images

Houve bastante emoção tardia na noite inaugural da segunda jornada da UEFA Champions League.

Todos os resultados

Clique em qualquer jogo para obter mais detalhes e sabe tudo o que aconteceu. Os resumos de vídeo estão disponíveis a partir da meia-noite no local onde estiver.

Grupo A

Lokomotiv Moscovo 1-2 Bayern

Leon Goretzka marcou cedo mas os anfitriões deram luta e empataram na segunda parte. Festa russa durou apenas nove minutos, com Joshua Kimmich a decidir a partida.

Atlético 3-2 Salzburgo

Os "colchoneros" estiveram em desvantagem, para a qual contribuiu um autogolo, mas têm a agradecer a João Félix os três pontos, graças a dois golos, um deles à beira do fim.

Grupo B

Shakhtar 0-0 Inter

O Inter dominou este jogo em Kiev e Lautaro Martínez e Romelu Lukaku tiveram o golo nos pés, só que um Shakhtar muito sólido na defesa conseguiu segurar o empate.

Mönchengladbach 2-2 Real Madrid

O bis de Marcus Thuram parecia sentenciar o Real Madrid a nova derrota, só que a três minutos do fim Karim Benzema reduziu e nos descontos Casemiro fez o 2-2 final.

Grupo C

Porto 2-0 Olympiacos

A primeira vitória dos "dragões" nesta edição deveu-se ao golo madrugador de Fábio Vieira e ao tento tardio de Sérgio Oliveira, valendo ainda uma defesa de Agustín Marchesín a evitar o empate.

Marselha 0-3 Manchester City

Os "cityzens" consolidaram a liderança com um triunfo tranquilo, para a qual contribuíram Ferrán Torres e İlkay Gündoğan, tal como na ronda anterior.

Grupo D

Atalanta 2-2 Ajax

Os visitantes precisaram de apenas oito minutos para construir a vantagem, mas Duván Zapata demorou seis para a anular e resgatar um ponto para a equipa italiana.

Liverpool 2-0 Midtjylland

O triunfo dos "reds" começou com Diogo Jota a marcar o 10.000º golo do clube em todas as competições e terminou com o penalty tardio de Mohamed Salah.