O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Champions League: Lautaro Martínez e a influência argentina no Inter

"Na Argentina nascemos com paixão", defendeu o avançado de 23 anos do Inter ao UEFA.com.

Lautaro Martínez comemora um golo na Serie A
Lautaro Martínez comemora um golo na Serie A Inter via Getty Images

Com o Inter de Milão a regressar à fase de grupos da UEFA Champions League pela terceira época consecutiva, o avançado Lautaro Martínez falou com o UEFA.com sobre a influência da Argentina na competição e sobre a estrela do Inter que ajudou o jovem de 23 anos a afirmar-se no clube.

O calendário do Inter

O sucesso dos jogadores argentinos

Na Argentina nascemos com paixão, dedicação e coração, e isso é algo que tentamos sempre levar para qualquer liga de futebol em que jogamos. É algo que também se pode ver na Argentina se acompanharmos a liga e assistirmos aos jogos. O mesmo se aplica à selecção nacional. Tentamos sempre mostrar essa paixão.

Veja Lautaro marcar frente ao Slavia
Veja Lautaro marcar frente ao Slavia

O talento vem primeiro. É algo com que se nasce mas que é preciso alimentar. A coragem vem em segundo lugar - prevalecendo fisicamente e mentalmente e tentando lutar contra todos os obstáculos que se possam atravessar no nosso caminho.

Sobre Lionel Messi

Conheço o Leo mais pelas vezes que fomos companheiros de equipa da selecção argentina, e não por tê-lo enfrentado. Já disse isto no passado e defenderei no futuro: ele é o melhor jogador do mundo. O facto de ser argentino é motivo de orgulho para nós e procuramos sempre aprender com ele. Para mim, ele está noutro nível - entende o jogo de uma maneira diferente e está sempre um passo à frente de todos os outros.

A vitória do Inter na final da UEFA Champions League de 2010

Resumo da final de 2010: Inter 2-0 Bayern
Resumo da final de 2010: Inter 2-0 Bayern

Lembro-me de assistir em casa a esse jogo, com a minha família, na Argentina. Foi muito importante para nós porque havia muitos jogadores argentinos naquela equipa e foi uma vitória muito importante para o clube. Diego Milito marcou os dois golos, certo? O Diego é uma personalidade e um jogador de futebol muito importante no nosso país e pude jogar com ele [no Racing Club], o que foi um prazer. Definitivamente, há muitos adeptos do Inter na Argentina porque muitos jogadores argentinos representaram o clube.

Sobre o seu mentor, Javier Zanetti

Javier é um jogador muito importante do Inter, e também para nós [jogadores], porque ele nos passa tudo o que viveu no clube. Ele fez isso comigo quando cheguei a Itália. Sempre que preciso de algo, ele tenta sempre ajudar. Sabe ouvir e pergunta como estou e ajuda-me com qualquer coisa que eu precise. Está sempre lá para garantir que estou bem, dentro e fora do clube. Acima de tudo, ele ajudou-me com o idioma quando cheguei, com o que significava o clube e como treinamos. Foi muito importante nesses assuntos e estarei-lhe sempre grato. Ajudou-me muito quando aqui cheguei.