O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Mircea Lucescu sobre Pirlo, o Dínamo e a Champions League

"Trabalhei 50 anos sem parar", garantiu o experiente treinador ao UEFA.com.

Mircea Lucescu: 'A paixão é fundamental para nos motivar a fazer mais'
Mircea Lucescu: 'A paixão é fundamental para nos motivar a fazer mais' BELGA/AFP via Getty Images

Aos 75 anos, o treinador romeno Mircea Lucescu está de regresso à UEFA Champions League no comando técnico do Dínamo Kiev. A sua primeira tarefa será enfrentar uma equipa da Juventus comandada por Andrea Pirlo, que se estreou como jogador aos 16 anos, sob o comando técnico de Lucescu, há 25 anos.

Treinador na Champions League com Inter de Milão, Galatasaray, Beşiktaş e Shakhtar Donetsk antes de chegar ao Dínamo, o experiente técnico falou com o UEFA.com sobre o que o mantém motivado.

O novo treinador da Juventus, Andrea Pirlo

Veja Andrea Pirlo na pele de jogador
Veja Andrea Pirlo na pele de jogador

Como é que ele era no Brescia? Incrível, maduro. Maduro como está agora. Lembro-me de ir a Viareggio assistir a um jogo e voltar para casa no carro com ele. Tivemos tempo para conversar durante duas horas. Percebi que era um jovem muito sensato. Além de ser um jogador criativo, organizava tudo, o que é mais uma qualidade. Isso ajudou-o muito a tornar-se o que é hoje, o treinador de uma equipa maravilhosa como a Juventus. Ele chamou-me de maestro? Isso deixa-me orgulhoso. Devo-lhe agradecer! Espero que ele tenha uma excelente carreira [como treinador].

A sua nova aventura no Dínamo Kiev

Golos fantásticos da Juventus frente ao Dínamo
Golos fantásticos da Juventus frente ao Dínamo

[Desde que o Dínamo esteve pela último vez na fase de grupos], a equipa perdeu muitos jogadores valiosos, jogadores internacionais. Esse espaço começou a ser ocupado por jovens jogadores. É uma equipa muito jovem e o meu objectivo é construir esta formação desde a base, depois fazer a equipa jogar e finalmente conseguir resultados. Não é possível no futebol começar [com uma equipa] e obter resultados imediatamente. Não há milagres no futebol.

A preparação dos seus jogadores para medirem forças com Lionel Messi e Cristiano Ronaldo

Ronaldo/Messi: veja os seus melhores golos na fase de grupos
Ronaldo/Messi: veja os seus melhores golos na fase de grupos

Já os encontrei muitas vezes, mas os meus jogadores não. Eles vão encontrá-los em breve. Eu tenho que explicar como eles são. Messi é um jogador baixo que se destaca em espaços reduzidos pela sua aceleração, autoconfiança, drible e tudo mais. O Ronaldo é um jogador diferente porque adora marcar tanto que precisa de mais espaço. Ele precisa da ajuda de todos, da ajuda dos seus companheiros de equipa.

Messi pode fazer muitas coisas sozinho. Ronaldo pode trabalhar sozinho na grande área ou a 20 metros da área, mas tenta aproveitar o espaço criado por outros e aproveita para marcar. São diferentes mas ambos são jogadores muito fortes.

Sobre a Champions League

'O hino da Champions League é como um hino nacional'
'O hino da Champions League é como um hino nacional'©AFP/Getty Images

É uma competição a que estou habituado! Já estive envolvido em mais de 130 jogos. Não estou a referi-me apenas à fase de grupos, mas as equipas também têm que jogar na fase de qualificação: uma ronda, duas rondas, três rondas.

O hino da Champions League é como o nosso hino nacional. Ouvimo-lo com a mesma emoção e é alvo de enorme respeito.