Nomeado para Jogador do Ano da UEFA: Kevin De Bruyne

O UEFA.com recorda-lhe a época 2019/20 de Kevin De Bruyne, um dos nomeados para Jogador do Ano da UEFA.

UEFA

Kevin De Bruyne é um dos três nomeados para Jogador do Ano de 2019/20 da UEFA. O UEFA.com analisa o porquê de o belga concorrer ao lado de Robert Lewandowski e de Manuel Neuer .

Nomeados aos prémios por posição


Simon Hart, repórter do UEFA.com Man. City

Escolhido pelos pares como Jogador do Ano na Inglaterra em 2019/20, De Bruyne é o criador-chefe da equipa do Manchester City que terminou a temporada passada como a terceira mais realizadora da UEFA Champions League. Quer seja ao levar a bola campo fora com mais uma das suas arrancadas, ao fazer um daqueles passes perfeitos ou ao fazer um dos seus centros característicos, ele executa todos esses gestos com uma graciosidade que faz dele um dos jogadores mais apreciados por quem vê os seus jogos.

Na última temporada da Premier League, ele bateu um recorde ao fazer 20 assistências; nos oitavos-de-final da Champions League, ele marcou um e fez a jogada do outro na vitória do City na casa do Real Madrid - no papel de falso nove - e depois tudo fez para manter vivo o sonho do apuramento contra o Lyon ao marcar com uma precisão e discernimento assinaláveis.

2019/20 em números

De Bruyne foi votado pelos seus pares em Inglaterra como Jogador do Ano em 2019/20
De Bruyne foi votado pelos seus pares em Inglaterra como Jogador do Ano em 2019/20Manchester City FC via Getty Ima

Feitos : Vencedor da Taça da Liga Inglesa, segundo classificado da Premier League, Jogador do Ano para a PFA

Nomeado para Jogador do Ano da UEFA: Kevin de Bruyne
Nomeado para Jogador do Ano da UEFA: Kevin de Bruyne

UEFA Champions League
Jogos: 7
Golos: 2
Assistências: 2

Campeonato
Jogos: 35
Golos: 13
Assistências: 20

Três principais momentos

Resumo: De Bruyne brilha na vitória sobre o Real Madrid
Resumo: De Bruyne brilha na vitória sobre o Real Madrid

1. Explorando a liberdade como falso nove, De Bruyne teve um desempenho enorme na primeira mão dos oitavos-de-final da Champions League contra o Real Madrid. Cercado por camisolas brancas, o seu centro perfeito encontrou Jesus no sítio certo para empatar, para ele próprio, dos 11 metros, marcar o tento do triunfo.

2. Igualar o recorde de Thierry Henry na Premier League de 2002/03; contra o Norwich, em Julho de 2020, o belga fez o último passe para Raheem Sterling, averbando assim a sua vigésima assistência na temporada.

3. Com duas finalizações excelentes e uma precisa assistência antes do intervalo, De Bruyne ficou muito perto do "hat-trick", uma vez que o seu fantástico remate foi desviado para o poste numa soberba exibição na Premier League frente ao Arsenal.

O que dizem

"Ele é um jogador de enorme classe, um dos melhores que alguma vez treinei na minha vida."
Josep Guardiola, treinador do Manchester City

De Bruyne junto do seleccionador da Bélgica, Roberto Martínez
De Bruyne junto do seleccionador da Bélgica, Roberto MartínezBELGA/AFP via Getty Images

“Nunca trabalhei com um criativo que pudesse trabalhar a um ritmo mais rápido do que o jogo. Qualquer criativo que estamos acostumados a ver, é um jogador que abranda o ritmo e para ter dois segundos para pensar, dois segundos para fazer aquele passe. [De Bruyne] vê o passe antes mesmo de qualquer espectador ver. "
Roberto Martínez, seleccionador da Bélgica

"Na selecção da Bélgica, costumávamos brincar sobre o meu recorde de assistências e eu dizia-lhe sempre: 'Não estiveste longe este ano', e ele respondia sempre, 'Vou batê-lo um dia'."
Theirry Henry, antigo treinador-adjunto da Bélgica