Barcelona 3-1 Nápoles (total: 4-2): Messi inspira apuramento do Barça

O Barcelona está nos quartos-de-final pela 13ª época seguida ajudado por uma boa primeira parte contra o Nápoles.

Lionel Messi festeja o incrível golo que fez o 2-0 para o Barcelona
Lionel Messi festeja o incrível golo que fez o 2-0 para o Barcelona AFP via Getty Images

Barcelona - Nápoles: Como tudo aconteceu


Resumo do jogo

O Barcelona teve um susto no início, com Dries Mertens a acertar na barra, mas desde o momento em que Clément Lenglet marcou o primeiro o jogo foi de sentido único até ao intervalo. O Barça estava embalado, enquanto o Nápoles não conseguia reagir.

 Clement Lenglet marca de cabeça o primeiro do Barcelona
Clement Lenglet marca de cabeça o primeiro do Barcelona Getty Images

Lionel Messi fez o segundo num lance que só ele consegue fazer e teve outro anulado antes de ser derrubado no lance do penálti. Enquanto o 10 do Barça recebia tratamento, Luis Suárez fez o seu trabalho e atirou ao canto superior.

Num final frenético da primeira parte, Lorenzo Insigne também marcou dos 11 metros e deu algum alento ao Nápoles para a segunda parte. Após o recomeço, os italianos voltaram a começar bem a partida e voltaram a ao poste, num cabeceamento de Hirving Lozano, mas a partir daí não conseguiram criar grande perigo.

Melhor em Campo: Lionel Messi (Barcelona)

Lionel Messi foi o Melhor em Campo
Lionel Messi foi o Melhor em CampoAFP via Getty Images

Roberto Martínez, observador técnico da UEFA: "Ele foi a inspiração para o Barcelona, com e sem bola. Só ele podia encontrar uma maneira de marcar quando tudo parecia indicar que não era possível, a pura magia de Messi. Frankie de Jong esteve muito bem, perto do nível de Messi."

A UEFA começou a distinguir com um prémio oficial o Melhor em Campo de cada jogo a partir dos oitavos-de-final da UEFA Champions League, de forma a reconhecer os melhores desempenhos na principal prova europeia de clubes.

Reacções

Quique Setién, treinador do Barcelona: "Este é um primeiro passo bem dado. Nos primeiros minutos, o Nápoles deu-nos muito trabalho. É uma grande equipa Tivemos que defender com muita intensidade e empenho. Se eles tivessem marcado novamente, as coisas podiam-se ter complicado, pelo que a nossa grande prioridade era defender bem. Dito isto, estávamos algo nervosos. "

Gennaro Gattuso, treinador do Nápoles: "Temos muito a lamentar, desaparecemos meia hora e sofremos golos incríveis. Estou com raiva por termos sofrido um golo de bola parada. Os meus jogadores são fortes, mas para se tornarem ainda melhores precisam de melhorar a sua atitude. Estou desiludido, acredito que poderíamos ter feito feito melhor. "

Luis Suárez, avançado do Barcelona: "Passamos duas semanas a preparar muito bem um jogo contra um rival que sabíamos que seria muito difícil depois do que vimos na primeira mão. Contra o Bayern num jogo único, tudo é possível. Eles são um dos candidatos à vitória, mas nós também. "

 Luis Suarez marca o terceiro golo do Barcelona
Luis Suarez marca o terceiro golo do Barcelona Getty Images

Estatísticas-chave

  • O Barça passa para aos quartos-de-final pela 13ª época consecutiva. É a 18ª vez no total na era da UEFA Champions League, um recorde que partilha com o Bayern.
  • O Nápoles perdeu as três eliminatórias dos oitavos-de-final da UEFA Champions League - nas duas vezes anteriores, a equipa que os eliminou levantou o troféu, Chelsea em 2012 e Real Madrid em 2017
  • Messi marcou 20 golos nos últimos 12 jogos em casa do Barcelona nos oitavos-de-final da UEFA Champions League
  • O Barcelona está invicto em 36 jogos em casa na UEFA Champions League (V32 E4)
  • Lenglet marcou o quarto golo da temporada pelo Barcelona, igualando o melhor registo de sempre do defesa de 25 anos ano nível de clubes
  • Messi somou a sua 142ª presença na UEFA Champions League e está agora em quarto lugar na lista das presenças na prova, ao lado de Raúl González

Equipas

Barcelona: Ter Stegen; Semedo, Piqué, Lenglet, Alba; Roberto, Rakitić, De Jong; Messi; Súarez (Junior Firpo 90+2), Griezmann (Monchu 84)

Nápoles: Ospina; Di Lorenzo, Manolas, Koulibaly, Mário Rui; Fabián Ruiz (Elmas 79), Demme (Lobotka 46), Zieliński (Lozano 70); Callejón (Politano 70), Mertens, Insigne (Milik 79)

O que se segue?

Barcelona e Bayern defrontam-se no Estádio do Sport Lisboa e Benfica, em Lisboa. O encontro dos quartos-de-final, disputado em apenas um jogo, está agendado para as 20h00 GMT de sexta-feira, 14 de Agosto.