Juventus 2-1 Lyon (total: 2-2): Franceses resistem e apuram-se com golo fora

Cristiano Ronaldo esteve quase a levar a Juve a mais uma reviravolta sensacional, mas os franceses conseguiram resistir e avançam para os quartos-de-final.

Resumo: Juventus 2-1 Lyon
Resumo: Juventus 2-1 Lyon

Um ano depois de ter feito um "hat-trick" ao Atlético que permitiu uma sensacional reviravolta nos oitavos-de-final, Cristiano Ronaldo esteve muito perto de repetir a proeza, mas é o Lyon que segue para os quartos-de-final da UEFA Champions League.

Juventus - Lyon: Como tudo aconteceu


Resumo do jogo

Memphis Depay converte a grande penalidade nos minutos iniciais
Memphis Depay converte a grande penalidade nos minutos iniciaisIcon Sport via Getty Images

Memphis Depay converteu com muita calma uma grande penalidade “à Panenka” aos 12 minutos e deixou os visitantes franceses com boa vantagem, pois a Juve passava a ter de marcar três golos para continuar em prova. Feridos no orgulho, a campeã da Serie A teve uma forte reacção.

Federico Bernardeschi quase marcou um golo inesquecível, mas Marcelo surgiu do nada e salvou o Lyon sobre a linha de baliza. Ronaldo é o homem dos momentos difíceis e o português voltou a ser decisivo. Anthony Lopes brilhou ao defender um live de Ronaldo aos 40 minutos, mas nada conseguiu fazer quando o compatriota dispôs de uma grande penalidade pouco depois e estava feito o empate.

Ronaldo voltou a marcar à passagem da hora de jogo, desta vez com um míssil de pé esquerdo que tornou inútil a estirada do guarda-redes do Lyon. Ficou a sensação que iríamos assistir a uma reedição da reviravolta frente ao Atlético, nesta mesma ronda da época passada, mas o Lyon não se desorganizou e batalhou para garantir o apuramento.

Melhor em Campo: Cristiano Ronaldo (Juventus)

Cristiano Ronaldo preparado para marcar a sua grande penalidade
Cristiano Ronaldo preparado para marcar a sua grande penalidade Juventus FC via Getty Images

Cosmin Contra, observador técnico da UEFA: "O que posso dizer? Marcou dois golos e fez tudo para conseguir o terceiro que teria dado o apuramento à Juventus”.

A UEFA vai entregar um prémio oficial de Melhor em Campo após cada jogo da fase a eliminar da UEFA Champions League para reconhecer os melhores desempenhos dos jogadores na principal competição europeia de clubes.

Memphis Depay converte a grande penalidade nos minutos iniciais
Memphis Depay converte a grande penalidade nos minutos iniciais Icon Sport via Getty Images

Estatísticas-chave

  • O Lyon qualificou-se para os quartos-de-final pela primeira vez desde 2010, quinta no total.
  • Depay marcou nos seis jogos que participou na UEFA Champions League desta época.
  • O Lyon perdeu os últimos seis jogos como visitante em eliminatórias da UEFA Champions League.
  • Esta foi a primeira vez que a Juventus perdeu uma eliminatória a duas mãos frente a um clube francês.
  • Ronaldo marcou 130 golos na UEFA Champions League e 67 na fase a eliminar, dois recordes.
  • O avançado português marcou dois ou mais golos por 36 vezes na UEFA Champions League.
  • Ronaldo converteu as últimas 11 grandes penalidades na UEFA Champions League, desde que falhou uma tentativa frente ao Ludogorets em 2014.
  • Wojciech Szczęsny disputou o 50º jogo na UEFA Champions League.

Rudi Garcia, treinador do Lyon: "Percebo totalmente a dimensão deste feito. Visitei várias vezes a Juventus ao serviço da Roma. Esta noite defrontámos um extra-terrestre, que é Ronaldo, e ele marcou dois golos, um deles fantástico. Perdemos mas conseguimos o objectivo final, por isso estou orgulhoso pelo Lyon e pelos seus adeptos".

Anthony Lopes, guarda-redes do Lyon: "Sabíamos que tínhamos qualidade para conseguir o apuramento. Fomos fortes e mostrámos espírito de entreajuda. Penso que esta noite fomos recompensados por todo o esforço desde que regressámos ao trabalho. Muitas pessoas não acreditavam que possamos ir mais longe na prova, mas a não nos falta crença".

Equipas

Juventus: Szczęsny; Cuadrado (Danilo 70), De Ligt, Bonucci, Alex Sandro; Bentancur, Pjanić (Ramsey 60), Rabiot; Bernadeschi (Dybala 70; Olivieri 84), Higuaín, Ronaldo

Lyon: Lopes; Denayer (Andersen 61), Marcelo, Marçal; Dubois (Tete 90+1), Caqueret, Guimarães, Aouar (Mendes 90+1), Cornet; Ekambi (Reine-Adélaïde 67), Depay (Dembélé 67)

O que se segue?

O Lyon vai jogar com o Manchester City no Estádio José Alvalade, em Lisboa. O duelo dos quartos-de-final em apenas um jogo está marcado para as 20h00 GMT de sábado, 15 de Agosto.