Resumo da Champions League: Lyon procura voltar a surpreender

A equipa de Rudi Garcia já mostrou que pode competir ao mais alto nível esta temporada.

Memphis Depay deverá voltar a ser opção no  Lyon, após recuperar de lesão
Memphis Depay deverá voltar a ser opção no Lyon, após recuperar de lesão

O regresso de Memphis Depay após lesão pode ser vital, com o Lyon a tentar deixar pelo caminho a Juventus e alcançar os quartos-de-final da UEFA Champions League.

10 de Julho: Sorteio dos quartos-de-final e meias-finais


Época até ao momento

Resumo: Lyon 3-1 Benfica
Resumo: Lyon 3-1 Benfica

Guia de forma: 3V 2E 2D 10GM 8SS
Melhor marcador: Memphis Depay (5)

Campanha em poucas palavras: Uma equipa que nunca se rende e que pode surpreender qualquer um.

Segundo classificado do Grupo G
Lyon 1-1 Zenit (Depay 51gp; Azmoun 41)
Leipzig 0-2 Lyon (Depay 11, Terrier 65)
Benfica 2-1 Lyon (Rafa Silva 4, Pizzi 86; Depay 70)
Lyon 3-1 Benfica (Andersen 4, Depay 33, Traoré 89; Seferović 76)
Zenit 2-0 Lyon (Dzyuba 42, Ozdoev 84)
Lyon 2-2 Leipzig (Aouar 50, Depay 82)

Oitavos-de-final

Primeira mão (26 de Fevereiro): Lyon 1-0 Juventus (Tousart 31)

Bruno Guimarães, Lucas Tousart e Houssem Aouar deram uma grande dimensão ao meio-campo, criando um Lyon sólido e disciplinado que contrariou todos os prognósticos ao derrotar a Juventus pela primeira vez na história do clube.

Opinião do perito: David Crossan, repórter do UEFA.com junto do Lyon

O Lyon deve estar mais forte do que quando venceu a Juventus, na primeira mão, em Fevereiro, porque a longa paragem permitiu a recuperação de Memphis Depay e Jeff Reine-Adélaïde, ambos a contas com graves lesões no joelho. A sua presença compensa a ausência do médio Tousart, autor do golo da vitória ante a Juve, que agora é jogador do Hertha Berlin.

Quem é o treinador?

Depois de vencer a tripla com o Lille em 2011, Rudi Garcia levou a Roma ao segundo posto da Serie A. Levou também o Marselha à final da UEFA Europa League de 2018 depois de regressar a França dois anos antes (a sua equipa foi derrotada pelo Atlético Madrid, em Lyon). Garcia ingressou no Lyon em Maio de 2019.

 Rudi Garcia, treinador do Lyon
Rudi Garcia, treinador do LyonGetty Images

Frase marcante: "Para mim, o futebol é espectáculo. Se jogarmos bem, vamos ganhar jogos. Tem de haver um ódio à derrota e é necessário jogar para ganhar".

Abordagem táctica

Garcia gosta de usar um 4-3-3 ofensivo, astuto o suficiente para adaptar a sua formação em relação aos pontos fortes do adversário. O seu Lyon pode jogar num conservador 4-2-3-1 ou 3-5-2, como aconteceu na primeira mão contra a Juve. O meio-campo é a chave de todo sucesso do Lyon graças à habilidade, inteligência e poder de passe de Guimarães e Aouar.

Estrela: Memphis Depay

O antigo atacante do Manchester United marcou cinco vezes na UEFA Champions League desta temporada, além dos nove tentos apontados em 13 encontros da Ligue 1. Uma lesão no joelho, em Dezembro, quase colocou um ponto final na sua época, mas agora que está novamente disponível poderá fazer a diferença nos jogos que faltam.