Resumo da Champions League: Nápoles pronto para a luta

Após uma mudança de treinador, o Nápoles está pronto para fazer pela vida na UEFA Champions League.

Veja todos os golos do Nápoles na Champions League esta época até ao momento
Veja todos os golos do Nápoles na Champions League esta época até ao momento

O Barcelona é obstáculo do Nápoles para atingir os quartos-de-final, mas a equipa de Gennaro Gattuso está pronta para o desafio na UEFA Champions League.

10 de Julho: Sorteio dos quartos-de-final e meias-finais


Época até ao momento

Resumo: Nápoles 2-0 Liverpool
Resumo: Nápoles 2-0 Liverpool

Guia de forma: V3 E4 D0 GM12 GS5
Melhor marcador: Dries Mertens (6)

Campanha em poucas palavras: Invicta na Europa em 2019/20; Dá-se bem frente a equipas grandes.

Segundo classificado do Grupo
Nápoles 2-0 Liverpool (Mertens 82pen, Llorente 90+2)
Genk 0-0 Nápoles
Salzburgo 2-3 Nápoles (Haaland 40pen 72; Mertens 17 64, Insigne 73)
Nápoles 1-1 Salzburgo (Lozano 44; Haaland 11pen)
Liverpool 1-1 Nápoles (Lovren 65; Mertens 21)
Nápoles 4-0 Genk (Milik 3 26 38pen, Mertens 75pen)

Oitavos-de-final

Primeira mão (25 de Fevereiro): Nápoles 1-1 Barcelona (Mertens 30; Griezmann 57)

Resumo: Nápoles 1-1 Barcelona
Resumo: Nápoles 1-1 Barcelona

Dries Mertens inaugurou o marcador mas depois saiu lesionado no tornozelo, antes de Antoine Griezmann empatar para o Barcelona. Nenhuma das equipas se mostrou superior, mas esse golo fora pode ser um factor de peso na abordagem à segunda mão.

Opinião do perito: Vieri Capretta, repórter do UEFA.com junto do Nápoles

O Nápoles mostrou qualidade frente a adversários de peso como Liverpool e Barcelona, mas nem sempre foi capaz de fazer o mesmo frente a equipas mais acessíveis. O facto de ter chegado a esta fase diz muito da sua experiência europeia, com um ataque que sempre brilhou agora apoiado por uma defesa sólida. Gennaro Gattuso adora frustrar o plano de jogo dos adversários, e vai pedir à sua equipa para não dar um minuto de descanso ao Barcelona.

Quem é o treinador?

Carlo Ancelotti orientou o Nápoles na fase de grupos, com um dos seus antigos pupilos (Gattuso) a assumir o comando técnico em Dezembro. Vencedor da UEFA Champions League como jogador ao serviço do AC Milan, em 2003 e 2007, Gattuso transportou para a carreira de treinador a garra que exibia em campo: o Nápoles é tacticamente astuto e difícil de quebrar. O triunfo sobre a Juventus na final da Taça de Itália, em Junho, deu a Gattuso o seu primeiro troféu como técnico.

Gennaro Gattuso é o actual treinador do Nápoles
Gennaro Gattuso é o actual treinador do NápolesGetty Images

Frase marcante: “Na primeira mão o Barcelona teve poucas oportunidades, mas pagámos caro pelos erros cometidos. Se jogarmos como equipa, acredito que vamos garantir o apuramento".

Abordagem táctica

Cuidadoso na retaguarda, Gattuso aposta numa táctica 4-3-3 muito sólida, deixando pouco espaço entre a defesa e o meio-campo para os adversários explorarem. Com Diego Demme a proteger o quarteto defensivo, Fabián Ruiz e Piotr Zieliński ficam encarregues de fornecer o trio de ataque o mais rápido possível. Lorenzo Insigne e Mertens são uma dor-de-cabeça para qualquer defesa.

Estrela: Dries Mertens

O belga é agora o melhor marcador na história do Nápoles, tendo ultrapassado Diego Maradona (115) e Marek Hamšík (121) no decorrer da época. Mertens adora uma noite grande, como Liverpool e Barcelona já tiveram a oportunidade de constatar.