Resumo na Champions League: Atalanta desafia os favoritos

Da derrota por 4-0 na primeira jornada – o primeiro de três desaires seguidos – até se tornar na grande surpresa da prova, apresentamos-lhe a Atalanta.

Veja todos os golos da Atalanta na Champions League esta época até ao momento
Veja todos os golos da Atalanta na Champions League esta época até ao momento

Poucos esperariam ver a Atalanta nos quartos-de-final após a derrota por 4-0 na primeira jornada, mas os italianos continuam na luta.

10 de Julho: Sorteio dos quartos-de-final e das meias-finais


Época até ao momento

Resumo: Valência 3-4 Atalanta
Resumo: Valência 3-4 Atalanta

Guia de forma: 4V 1E 3D 16GM 16GS
Melhor marcador: Josip Iličić (5)

Campanha em poucas palavras: De zero a heróis, será capaz de chegar ao título?

Segundo classificado do Grupo C
Dínamo Zagreb 4-0 Atalanta (Leovac 10, Oršić 31 42 68)
Atalanta 1-2 Shakhtar (Zapata 28; Júnior Moraes 41, Solomon 90+5)
Man. City 5-1 Atalanta (Agüero 34 38pen, Sterling 58 64 69; Malinovskyi 28pen)
Atalanta 1-1 Man. City (Pašalić 49; Sterling 7)
Atalanta 2-0 Dínamo Zagreb (Muriel 27pen, Gómez 47)
Shakhtar 0-3 Atalanta (Castagne 66, Pašalić 80, Gosens 90+4)

Oitavos-de-final

Primeira mão (19 de Fevereiro): Atalanta 4-1 Valência (Hateboer 16 62, Iličić 42, Freuler 57; Cheryshev 66)
Segunda mão (10 Março): Valência 3-4 Atalanta (Gameiro 21 51, Ferrán Torres 67; Iličić 3pen 43pen 71 82)
(8-4 tot)

Resumo: Atalanta 4-1 Valência
Resumo: Atalanta 4-1 Valência

Quatro golos em Milão, mais quatro em Valência todos marcados por Josip Iličić. Pode não ter sido esta a sensação, mas o resultado da eliminatória nunca esteve em dúvidas.

Opinião do especialista: Vieri Capretta, repórter do UEFA.com junto da Atalanta

Quem poderia imaginar que seria capaz de chegar tão longe? Na campanha de estreia na UEFA Champions League e após um início terrível, era difícil imaginar que a Atalanta conseguisse sequer ultrapassar a fase de grupos. Agora, com apenas mais quatro vitórias os italianos podem ser campeões. E não seria uma grande surpresa.

Quando inspirada, a Atalanta pode bater qualquer rival. Esta época conseguiu seis triunfos após reviravoltas na Serie A, registo recorde na prova, provando que é uma equipa que nunca baixa os braços. Independentemente do que aconteça, La Dea (A Deusa) será um adversário temível para qualquer equipa.

Quem é o treinador?

Desde que chegou à Atalanta em 2016, Gian Piero Gasperini conduziu a equipa da luta pela manutenção na Serie A até aos maiores palcos da Europa. Depois de se destacar no Génova, não conseguiu ter sucesso no Inter em 2011, mas agora está a fazer história na Atalanta.

O treinador da Atalanta, Gian Piero Gasperini
O treinador da Atalanta, Gian Piero GasperiniGetty Images

Frase marcante: "Mostrámos que merecemos estar nesta competição. Estamos felizes por nós, pela cidade de Bérgamo e pelo futebol italiano."

Abordagem táctica

Correr mais do que qualquer adversário. O estilo da Atalanta é simples: jogar a grande velocidade e ter sempre várias opções no ataque. Pelo meio ou pelos flancos, pode ser perigosa de várias formas. Uma defesa a três, um meio-campo com quatro elementos que conta com dois laterais habituados a marcar golos (Robin Gosens e Hans Hateboer) e depois a magia na frente, com Alejandro “Papu” Gómez, Iličić e Duván Zapata.

Estrela: Alejandro "Papu" Gómez

É verdade, Iličić foi a figura em maior destaque nos oitavos-de-final, mas o coração da equipa é o capitão de equipa, Gómez, um jogador que se destacou sob o comando do técnico Gasperini. Tem agora a possibilidade de se afirmar como um médio muito completo ou um atacante consistente. Pode jogar como organizador de jogo, extremo ou avançado, fazer golos ou assistências, sem esquecer que é uma figura carismática.