Antevisão do Leipzig - Tottenham: onde ver, "onze prováveis", notícias das equipas

O Leipzig recebe o Tottenham na segunda mão dos oitavos-de-final da UEFA Champions League – tudo o que precisa de saber.

Os jogadores do Tottenham num momento divertido de um treino
Os jogadores do Tottenham num momento divertido de um treino Getty Images

O Leipzig recebe o Tottenham Hotspur na segunda mão dos oitavos-de-final da UEFA Champions League a 10 de Março, pelas 20h00 (GMT). Aqui vai ficar a saber as notícias das equipas e declarações dos treinadores.

LEIPZIG VS SPURS: SAIBA TUDO AQUI


Onde ver o jogo na TV

Saiba aqui os detentores dos direitos de transmissão dos jogos da UEFA Champions League.

O que aconteceu na primeira mão?

Resumo: Tottenham 0-1 Leipzig
Resumo: Tottenham 0-1 Leipzig

Em poucas palavras, a grande penalidade convertida na segunda parte por Timo Werner fez a diferença. Embora ambas as equipas tenham acertado nos ferros - Angeliño pelo Leipzig e Giovani Lo Celso pelos Spurs - o triunfo tangencial fora de casa era o mínimo que os alemães mereciam por uma exibição tão ousada e atacante em White Hart Lane.

Equipas prováveis

Leipzig: Gulácsi; Klostermann, Upamecano, Halstenberg; Adams, Laimer, Sabitzer, Angeliño; Werner, Schick, Nkunku
De fora: Orban (joelho)
Em dúvida: Kampl (tornozelo), Konaté (músculo da coxa), Werner (coxa)

Tottenham: Lloris, Aurier, Alderweireld, Sánchez, Dier, Vertonghen; Winks, Lo Celso; Lamela, Moura, Alli
De fora: Kane (músculo da coxa), Son (braço), Sissoko (joelho), Foyth (coxa), Bergwijn (tornozelo), Davies (coxa)
Em risco de suspensão: Lo Celso

Últimos resultados

Leipzig
Forma: EEVVV (em todas as competições, o mais recente primeiro)
Último jogo: Wolfsburgo 0-0 Leipzig, 07/03
Situação: 3º na Bundesliga

Tottenham
Forma: EEDDDD
Último jogo: Burnley 1-1 Tottenham, 07/03
Situação: 8º na Premier League

O que dizem os treinadores

Julian Nagelsmann, treinador do Leipzig: "Qualquer jogador que não vá além dos seus limites [num jogo como este] não tem o que é necessário para ser um profissional. Esperamos fazer uma exibição semelhante à que fizemos em Londres. Ter um bom guarda-redes é sempre importante. Quando duas boas equipas se enfrentam, há poucas ocasiões de golo. Estou muito feliz por ter o Péter [Gulácsi], mas não estou tão tanto por o Tottenham ter o Hugo Lloris, porque ele é também um grande guarda-redes. "

José Mourinho, treinador do Tottenham: "Não temos os nossos predadores, aqueles jogadores que cheiram o sangue na área e que marcam quando a ocasião aparece. Portanto, mesmo quando dominamos, é difícil marcar muitos golos. Defensivamente, sentimos essa pressão e sempre que cometemos um erro, parece que somos castigados. Os jogadores não são idiotas e entendem todas estas fragilidades. Não as escondemos deles. Temos de estar juntos nesta altura, ter um desempenho individual fantástico de todos os jogadores de forma a termos um sólido desempenho coletivo. Acredito nos meus jogadores e acho que o podemos fazer. "

Guia de forma

Leipzig
• O Leipzig terminou com três pontos de vantagem no topo do Grupo G, sendo que sete dos seus 11 pontos foram conseguidos na condição de visitante, batendo fora o Benfica (2-1) e o Zenit (2-0), antes de ceder um empate (2-2) em Lyon na 6ª Jornada. Em casa, recuperaram do desaire por 2-0 sofrido perante o Lyon com uma vitória por 2-1 contra o Zenit, antes de empatarem a duas bolas frente ao Benfica, num desfecho referente à 5ª ronda e que selou o apuramento para os oitavos-de-final.

Sabitzer, Forsberg e Werner: Melhores momentos do Leipzig
Sabitzer, Forsberg e Werner: Melhores momentos do Leipzig

• O Leipzig venceu seis dos seus 13 jogos na UEFA Champions League (três empates e quatro derrotas).

• O triunfo sobre o Zenit é a única vitória do Leipzig nos últimos quatro desafios europeus em casa (2E 1D). Os alemães somaram cinco triunfos consecutivos antes de perderem com o Salzburgo na primeira jornada da UEFA Europa League 2018/19.

• Terceiro na edição transacta da Bundesliga e finalista vencido da Taça da Alemanha, esta é a terceira campanha europeia do Leipzig, preparando-se para disputar aquele que será apenas o seu jogo 31 nas competições europeias. Em 2017/18, tornou-se a primeira equipa a fazer a sua estreia europeia na fase de grupos da UEFA Champions League, terminando no terceiro posto com sete pontos, isto num agrupamento que incluía igualmente o Beşiktaş, o Porto e o Mónaco. Os germânicos viriam a chegar aos quartos-de-final da UEFA Europa League, onde foram batidos pelo Marselha.

• O primeiro jogo europeu Leipzig em casa foi um empate 1—1 com o Mónaco na primeira jornada há dois anos. Nessa época, nos restantes jogos em casa, os alemães bateram o Porto por 3-2, mas perderam por 2-1 com o Beşiktaş.

• Os resultados desta época levam a que o Leipzig some duas vitórias em seis jogos em casa na UEFA Champions League (2E 2D).

• A primeira mão foi o primeiro jogo europeu de Leipzig frente a um clube inglês.

• O registo do Leipzig em eliminatórias europeias a duas mãos é de cinco vitórias e uma derrota, com o desaire em 2017/18 ante o Marselha a constituir o único fracasso (1-0 em casa e 2-5 fora).

• Esta foi apenas a segunda vez que o Leipzig venceu na primeira mão fora de casa nas competições da UEFA. Tinha batido o Nápoles por 3-1 nos oitavos-de-final da UEFA Europa League de 2017/18 - na primeira eliminatória da sua história- e seguiu em frente devido aos golos marcados fora de casa, isto apesar da derrota por 2-0 na Alemanha.

• O Leipzig nunca disputou um desempate por grandes penalidades nas competições da UEFA.

Tottenham 
• Os "spurs" terminaram com seis pontos de vantagem no segundo lugar do Grupo B, isto apesar de terem perdido os dois jogos que realizaram frente ao Bayern München, conjunto que fez o pleno no agrupamento. O Tottenham perdeu por 3-1 na Alemanha na sexta jornada depois de ter empatado 2-2. O outro desafio fora de casa terminou cm um triunfo por 4-0 no terreno do Estrela Vermelha, naquele que foi o seu maior triunfo fora de casa na UEFA Champions League..

Resumo da quarta jornada: Estrela Vermelha  0-4 Tottenham
Resumo da quarta jornada: Estrela Vermelha 0-4 Tottenham

• Os Spurs também perderam 7-2 na recepção ao Bayern, naquela que foi a primeira vez que sofreu sete golos em casa nos 137 anos da sua história. Contudo, o emblema londrino recuperou em grande estilo e goleou em casa o Estrela Vermelha, por 5-0, naquele que foi o seu maior triunfo na UEFA Champions League. O apuramento para os oitavos-de-final ficou assegurado naquele que foi o primeiro jogo europeu sob o comando técnico de José Mourinho, que rendeu Mauricio Pochettino. Os "spurs" ainda estiveram a perder por dois golos em Londres, mas acabaram por dar a volta e vencer por 4-2 na 5ª jornada.

• Na última edição da UEFA Champions League, a formação orientada por Pochettino recuperou do facto de ter somado apenas um ponto nos seus dois primeiros jogos para atingir os oitavos-de-final, onde se mostrou imperial frente ao Borussia Dortmund (3-0 em casa e 1-0 fora). Seguiram-se dramáticos triunfos devido à regra dos golos marcados fora, com as eliminações do Manchester City (1-0 em casa e 3-4 fora) e do Ajax (0-1 em casa e 3-2 fora) a levarem os "spurs" até à sua primeira final da Taça dos Clubes Campeões Europeus. Chegados ao encontro decisivo, o rival da Premier League, Liverpool, revelou-se demasiado forte no Estádio Metropolitano, em Madrid, vencendo por 2-0.

• Os "spurs" tinham vencido apenas um dos seus seis jogos disputados na UEFA Champions League (E1 D4) antes da 3ª Jornada, mas registaram de seguida três triunfos consecutivos, isto antes de perderem no reduto do Bayern e na recepção ao Leipzig.

• Esta é apenas a quarta presença dos "spurs" nos oitavos-de-final da UEFA Champions League (V2 D1). Em 2010/11, venceram fora o AC Milan por 1-0 e no cômputo geral da eliminatória; há duas temporadas, empataram 2-2 em Turim ante a Juventus na primeira mão, mas não evitaram o adeus à prova após perderem em casa por 2-1.

• O triunfo sobre o Dortmund nos oitavos-de-final da época transacta significa que o registo do Tottenham em eliminatórias a duas mãos frente a clubes alemães é de cinco vitórias e três empates.

• Os londrinos tinham vencido quatro encontros consecutivos contra clubes alemães, por sinal todos ante o Dortmund, antes da já referida derrota em casa frente ao Bayern, na 2ª Jornada.

• O registo do Tottenham na Alemanha é de 5V 2E 7D; a derrota com o Bayern na sexta jornada foi apenas a segunda nas últimas sete visitas (3V 2E).

• O clube de Londres sofreu a derrota europeia mais pesada da sua história na Alemanha - uma derrota por 8-0 em Colónia na Taça Intertoto de 1995 - a última vez que tinha sofrido sete golos antes do desaire com o Bayern na segunda jornada.

• O Tottenham perdeu as primeira três eliminatórias nas provas da UEFA em que foi derrotado na primeira mão em casa, mas conseguiu a reviravolta frente ao Ajax na última ocasião, seguindo em frente nas meias-finais da época passada devido aos golos marcados fora. Lucas Moura fez um “hat-trick” em Amsterdão quando a sua equipa estava a perder por 2-0 e com uma desvantagem de 3-0 na eliminatória.

• Esta foi a terceira vez em que os Spurs perderam na primeira mão em casa por 1-0 e a primeira vez que seguiram em frente. Tinham sido eliminados pelo PSV Eindhoven nos oitavos-de-final da Taça UEFA de 2007/08 (1-0 fora, 5-6 nas grandes penalidades) e pelo Real Madrid nas quartos-de-final da Taça UEFA de 1984/85 (0-0 fora). Tendo também empatado em casa do Benfica nos oitavos-de-final da UEFA Europa League de 2013/14 (1-3 casa, 2-2 fora), com o triunfo sobre o Ajax a prolongar o registo dos ingleses de nunca perderem na segunda mão depois de uma derrota em casa no primeiro jogo.

• O registo do Tottenham em três desempates por grandes penalidades nas provas da UEFA é de 1V 2D:
4-3 - Anderlecht, final da Taça UEFA de 1983/84
5-6 - PSV Eindhoven, oitavos-de-final da Taça UEFA de 2007/08
1-4 - Basileia, quartos-de-final da UEFA Europa League de 2012/13

Ligações e curiosidades

• Ethan Ampadu representa o Leipzig por empréstimo do Chelsea.

Veja as melhores jogadas de  Heung-Min Son
Veja as melhores jogadas de Heung-Min Son

• Já jogou na Alemanha:
Heung-Min Son (Hamburgo 2008–13, Bayer Leverkusen 2013–15)

• Já jogaram em Inglaterra:
Ademola Lookman (Charlton 2013–17, Everton 2017–19)
Angeliño (Manchester City 2014–20)

• Colegas de selecção:
Ethan Ampadu e Ben Davies (País de Gales)

• Já jogaram juntos:
Serge Aurier e Christopher Nkunku (Paris Saint-Germain 2015–17)
Lucas Moura e Christopher Nkunku (Paris Saint-Germain 2015–18)
Dayot Upamecano, Christopher Nkunku e Tanguy Ndombélé (Sub-21 de França)
Angeliño e Steven Bergwijn (PSV Eindhoven 2018/19)

• Harry Kane marcou na goleada por 5-0 aplicada pela Inglaterra à República Checa, de Patrik Schick, num jogo da Qualificação Europeia para o UEFA EURO 2020, a 22 de Março de 2019.

• Dele Alli marcou e ajudou a Inglaterra a derrotar a Suécia, de Emil Forsberg, nos quartos-de-final do Campeonato do Mundo de 2018.