Conte pede cautela à Juve frente ao Celtic

Antonio Conte avisou que "podem sempre ocorrer surpresas" numa altura em que a Juventus defende a vantagem de 3-0 frente ao Celtic que, segundo Neil Lennon, "tem deixado a Escócia orgulhosa".

Antonio Conte pediu aos seus jogadores para manterem a concentração ao longo dos 90 minutos, apesar da vantagem trazida da Escócia
Antonio Conte pediu aos seus jogadores para manterem a concentração ao longo dos 90 minutos, apesar da vantagem trazida da Escócia ©Getty Images

A Juventus parte com uma vantagem de 3-0 para o encontro da segunda mão dos oitavos-de-final da UEFA Champions League, no seu estádio, frente ao Celtic FC, mas o treinador da turma de Turim, Antonio Conte, mostrou-se muito cauteloso na antevisão da partida, falando mesmo na possibilidade de prolongamento e penalties para decidir a eliminatória.

Já do lado do Celtic FC, o treinador Neil Lennon, que terá de lidar com a ausência de vários jogadores importantes, reconheceu que não se pode "ir a Turim à espera de ganhar 4-1 ou 4-0", mas espera somar uma vitória para terminar em alta uma campanha que considera memorável.

Juventus
Antonio Conte, treinador
Ninguém está a subestimar a importância deste jogo. As eliminatórias duram 180 minutos e ainda só foram jogados 90, pelo que temos outros 90 pela frente e mesmo, quem sabe, prolongamento e penalties, diante de uma equipa forte, que tem o seu orgulho em jogo e que se quer redimir do resultado da primeira mão.

É óbvio que o encontro da primeira mão nos deixou em excelente posição para seguirmos em frente, mas no futebol podem sempre ocorrer surpresas, sobretudo se não se jogar com a determinação e a concentração necessárias. O Celtic é uma formação muito física, capaz de criar muitos problemas a partir de lances de bola parada.

Ainda temos de confirmar o apuramento e, enquanto este não estiver consumado, só posso citar as palavras de Gianluigi Buffon antes do nosso jogo com o Chelsea: temos consciência das nossas capacidades, sabemos o que somos capazes de fazer e sabemos de onde viemos.

Resultado do fim-de-semana
Sexta-feira: SSC Napoli 1-1 Juventus (Inler 43; Chiellini 10)
Buffon; Barzagli, Bonucci, Chiellini; Lichtsteiner, Vidal, Pirlo, Marchisio (Padoin 90+1), Peluso; Vučinić (Pogba 85), Giovinco (Matri 74).

• De novo apto e a disputar o seu primeiro jogo como titular desde 2013, Giorgio Chiellini apontou o seu primeiro golo em mais de um ano e ajudou a Juve a somar um suado empate no terreno do segundo classificado da Serie A, o Nápoles. Os "bianconeri" mantiveram, assim, os seis pontos de vantagem no topo da classificação, a 11 jornadas do final da prova.

Notícias da equipa
Martín Cáceres e Nicolas Anelka estão em dúvida depois de terem falhado o encontro com o Nápoles devido a lesões nas costas. Paolo De Ceglie vai ficar de fora, a contas com um problema numa coxa. Simone Pepe não vai voltar a jogar esta época, depois de ter sido submetido a uma intervenção cirúrgica para debelar uma lesão na coxa surgida ainda durante um encontro amigável de pré-temporada.

Celtic
Neil Lennon, treinador
Não se pode vir a Turim à espera de ganhar 4-1 ou 4-0, mas temos capacidade para vencer este jogo e é isso que gostaríamos de fazer. Se conseguirmos criar tantas oportunidades de golo como no Celtic Park, será uma boa noite para nós.

Poderemos não voltar a ter oportunidade de estar aqui, juntos, enquanto grupo. Vamos defrontar os campeões de Itália, por isso vou dizer aos meus jogadores para desfrutarem da ocasião, do estádio, da atmosfera e para não se deixarem intimidar. Vamos jogar sem pressão e procurar limpar a nossa imagem. Se conseguirmos ganhar em Itália, será um feito fantástico para esta tão jovem equipa. Há muito em jogo, motivação não vai faltar.

Não estávamos na Champions League há quatro ou cinco anos. Algumas das noites que vivemos foram espantosas, sobretudo com o ambiente vivido nas recepções ao Barcelona e à Juventus. Foram momentos memoráveis para mim, diante de duas das melhores equipas do Mundo, diante de dois dos melhores treinadores do Mundo. Tem sido uma experiência fantástica para os meus jogadores, que ainda estão numa fase relativamente inicial das suas carreiras. Eles corresponderam na perfeição e deixaram toda a Escócia orgulhosa.

Resultado do fim-de-semana
Sábado: Saint Mirren FC 1-2 Celtic (Gonçalves 13; Ledley 5, Stokes 21)
Forster; Matthews, Rogne (Kayal 81), Wilson, Izaguirre; Forrest, Wanyama, Ambrose, Ledley; Hooper (Commons 90), Stokes (Samaras 71).

• O Celtic carimbou a passagem às meias-finais da Taça da Escócia ao somar aquela que foi apenas a sua terceira vitória nos últimos sete jogos fora de portas. James Forrest foi o herói da formação de Glasgow, ao fazer as assistências para os golos do capitão Joe Ledley e de Anthony Stokes, evitando assim que o erro de Emilio Izaguirre, que deu origem ao tento adversário, tivesse piores consequências.

Notícias da equipa
O habitual capitão, Scott Brown (anca), e Mikael Lustig (coxa) não foram ainda dados como aptos, depois de se terem lesionado no encontro da primeira mão. Charlie Mulgrew também continua ausente. Contudo, Tony Watt, herói do triunfo do Celtic sobre o FC Barcelona na fase de grupos, viajou com a equipa apesar de estar a contas com um problema num pé.

Estatística
• A Juventus não perde nas competições europeias desde 18 de Março de 2010, quando soçobrou no reduto do Fulham FC por 4-1 na segunda mão dos oitavos-de-final, tendo perdido a eliminatória por um total de 5-4. Nos 17 encontros que se seguiram somou oito vitórias e nove empates.

Conteúdos relacionados