Heynckes avisa Bayern para evitar euforia

Jupp Heynckes pediu ao Bayern para estar "vigilante" na recepção ao Arsenal e recordou a reviravolta da equipa de Arsène Wenger no ano passado, ante o Milan, como prova de que nada está ganho.

Jupp Heynckes fala com o brasileiro Dante durante o treino do Bayern
Jupp Heynckes fala com o brasileiro Dante durante o treino do Bayern ©Getty Images

Jupp Heynckes mostrou-se cauteloso quando falou sobre o desafio que o FC Bayern München vai ter frente ao Arsenal FC, embora os ingleses não possam contar com o lesionado Jack Wilshere na quarta-feira.

Os líderes destacados da Bundesliga venceram por 3-1 na primeira mão, em Londres, e ficaram em excelente posição para passar aos quartos-de-final da UEFA Champions League, mas Heynckes considera que nada está decidido. O alemão recordou os oitavos-de-final da época passada, quando o Arsenal esteve perto de anular a vantagem de 4-0 que o Milan tinha da primeira mão. "Arsène Wenger", alertou o alemão, "está sempre cheio de ideias".

Embora reconhecendo a dificuldade da tarefa da sua equipa, Wenger espera que os "gunners" possam "surpreender toda a gente" e anular a desvantagem.

Bayern
Jupp Heynckes, treinador
Tivemos um grande dia frente ao Arsenal [na primeira mão]. A primeira parte foi excelente, a segunda muito boa. Mas o Arsenal continua a ser o Arsenal. Durante muitos anos praticou um excelente futebol. Lembro-me que na época passada o Arsenal perdeu por 4-0 com o Milan na primeira mão, mas depois venceu por 3-0 em casa e esteve perto de marcar o quarto golo.

Arsène Wenger está sempre cheia de ideias e as suas equipas são sempre complicadas e perigosas. Temos de estar vigilantes, mesmo depois de termos vencido o primeiro jogo por 3-1. Logo que Arsène Wenger chegou ao Arsenal o clube começou a ter sucesso. Durante muitos anos praticaram o melhor futebol em Inglaterra, embora talvez não fosse o mais eficiente. Basta ver os jogadores de classe mundial que venderam nos últimos anos.

<span>Jupp Heynckes</span>
<span>Jupp Heynckes</span>©Getty Images

Não damos atenção à euforia que se vive em redor da equipa. As pessoas dizem que somos a melhor equipa da Europa, mas isso não nos afecta. Há tantas equipas fortes na Europa que é preciso sempre um pouco de sorte para chegar à final. A minha continua calma e com os pés bem assentes no chão. Ainda temos um longo caminho a percorrer.

Resultado do fim-de-semana
Sábado: Bayern 3-2 Fortuna Düsseldorf (Müller 45, Ribéry 74, Boateng 86; Bolly 16, Lambertz 71)
Neuer; Lahm, Boateng, Van Buyten, Alaba; Luiz Gustavo, Schweinsteiger; Müller (Pizarro 72), Kroos (Shaqiri 68), Ribéry; Mandžukić (Gomez 61).

• Jérôme Boateng marcou o primeiro golo na Bundesliga ao 130º jogo. O Bayern esteve por duas vezes em desvantagem, mas conseguiu vencer. Como Borussia Dortmund e Bayer 04 Leverkusen não evitaram derrotas, a equipa de Heynckes ficou com 20 pontos de vantagem na liderança. O Bayern conseguiu oito triunfos consecutivos na Bundesliga em 2013, o melhor início de ano de sempre no escalão principal do futebol alemão.

Notícias da equipa
Boateng e Bastian Schweinsteiger estão suspensos, Franck Ribéry não pode jogar devido a uma entorse num tornozelo, mas Arjen Robben deve regressar aos relvados depois de ter falhado o encontro de sábado devido a um problema num gémeo.

Arsenal
Arsène Wenger, treinador
É um rude golpe que o Wilshere tenha de parar entre três a quatro semanas. É uma tarefa difícil [anular a desvantagem de 3-1], mas sabemos que não é impossível. A única maneira de o conseguir é entrar de forma determinada. Vamos dar o máximo, mas futebol é futebol, tudo é possível. Precisamos de um bom equilíbrio entre determinação e disciplina.

Arsène Wenger
Arsène Wenger©Getty Images

O Bayern é dominador e confiante. São mentalmente muito fortes e não duvidam das suas capacidades. Talvez seja essa a diferença entre as duas equipas. Acredito nos meus jogadores. Tenho muito respeito pela minha equipa e pela sua atitude. Não fomos recompensados por isso, talvez isso possa acontecer amanhã.

Resultado do fim-de-semana
Não teve jogo

• Os "gunners" não jogaram pois o adversário no campeonato, o Everton FC, teve de disputar um jogo da Taça de Inglaterra. As ambições do Arsenal na prova terminaram nos oitavos-de-final, a 16 de Fevereiro, após uma derrota por 1-0 com o Blackburn Rovers FC, da segunda divisão. Foi a primeira eliminação frente a uma equipa de um escalão inferior desde que Wenger assumiu o comando da equipa e a primeira derrota do francês em casa na Taça de Inglaterra em 35 jogos.

Notícias da equipa
Wenger confirmou que Wilshere não pode jogar devido à lesão num tornozelo sofrida na semana passada. Kieran Gibbs não é utilizado desde que sofreu um estiramento numa coxa a 30 de Janeiro.

Estatística
• A única derrota do Bayern na recepção a equipas ingleses aconteceu na segunda eliminatória da Taça UEFA de 1993/94, quando o Norwich City FC foi à Alemanha vencer por 2-1. Excluindo a final do ano passado, os últimos quatro jogos em Munique na UEFA Champions League com equipas inglesas terminaram com vitórias dos anfitriões.

Conteúdos relacionados