O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Guardiola tenta juntar-se a grupo restrito de treinadores com dois títulos europeus de clubes

Depois de ter guiado o Barcelona à conquista da UEFA Champions League em 2009 e 2011, Josep Guardiola vai tentar a 29 de Maio tornar-se apenas no sexto treinador a erguer o troféu ao leme de dois clubes.

Guardiola beijou o troféu pela última vez há dez anos, como treinador do Barcelona
Guardiola beijou o troféu pela última vez há dez anos, como treinador do Barcelona ©Getty Images

Foi há uma década que Josep Guardiola ergueu pela última vez o troféu da UEFA Champions League, conquistando-o então pela segunda ocasião como treinador do Barcelona, com um triunfo sobre o Manchester United na final.

Se o Manchester City vencer a final de 2021 a 29 de Maio, o técnico espanhol tornar-se-á apenas no sexto treinador a guiar dois clubes diferentes ao título europeu. Sabe quem são os outros cinco?

Treinadores que ganharam a Taça dos Campeões por dois clubes diferentes

Mourinho conduz o Inter à glória em 2010
Mourinho conduz o Inter à glória em 2010

Carlo Ancelotti (AC Milan 2003 2007; Real Madrid 2014)
Jupp Heynckes (Real Madrid 1998; Bayern 2013)
José Mourinho (FC Porto 2004; Inter 2010)
Ottmar Hitzfeld
(Dortmund 1997; Bayern 2001)
Ernst Happel (Feyenoord 1970; Hamburgo 1983)

Se o City vencer em Istambul, Guardiola irá juntar-se igualmente a outro grupo selecto de treinadores: será apenas o quarto técnico a conseguir erguer o troféu em três ocasiões.

Mais títulos europeus como treinador

3 Zinédine Zidane (Real Madrid 2016 2017 2018)
3 Carlo Ancelotti (AC Milan 2003 2007; Real Madrid 2014)
3 Bob Paisley (Liverpool 1977 1978 1981)

Guardiola já está na História da competição como um dos sete únicos nomes a terem conseguido sagrar-se campeões europeus de clubes com jogadores e como treinadores.

Triunfos como jogador e treinador

Final de 2009: Barcelona 2-0 Manchester United
Final de 2009: Barcelona 2-0 Manchester United

5 Carlo Ancelotti (AC Milan 1989 1990; AC Milan 2003 2007, Real Madrid 2014)
5 Miguel Muñoz (Real Madrid 1956 1957 1958; Real Madrid 1960 1966)
4 Zinédine Zidane (Real Madrid 2002; Real Madrid 2016 2017 2018)
4 Frank Rijkaard (AC Milan 1989 1990, Ajax 1995; Barcelona 2006)
4 Johan Cruyff (Ajax 1971 1972 1973; Barcelona 1992)
3 Josep Guardiola (Barcelona 1992; Barcelona 2009 2011)
3 Giovanni Trapattoni (AC Milan 1963 1969; Juventus 1985)

O intervalo de dez anos entre uma vitória na final e outra (caso esta venha a acontecer) será o terceiro maior entre dois títulos europeus de clubes de um mesmo treinador.

Maiores intervalos entre dois triunfos
15 anos
Jupp Heynckes (Real Madrid 1998; Bayern 2013)
13 anos Ernst Happel (Feyenoord 1970; Hamburgo 1983)
9 anos Sir Alex Ferguson (Manchester United 1999 2008)