Boateng rejubila com golo vitorioso do Bayern

Jérôme Boateng disse estar "absolutamente encantado" com o golo marcado aos 90 minutos que permitiu ao Bayern bater o Manchester City e deixou Joe Hart desiludido.

Boateng rejubila com golo vitorioso do Bayern
Boateng rejubila com golo vitorioso do Bayern ©Getty Images

Bayern satisfeito por vencer o Manchester City à beira do fim
Jérôme Boateng, decisivo na vitória, "absolutamente encantado" com golo no último minuto à sua antiga equipa
Joe Hart desfeiteado aos 90 minutos, após efectuar várias boas defesas
Guarda-redes desiludido: "Tive algum trabalho, mas defendemos bem"

Jérôme Boateng, defesa do Bayern
Foi uma boa altura para marcar. Abordei bem a bola e ela ainda sofreu um ligeiro desvio a caminho da baliza, por isso estou absolutamente encantado. Realizámos uma boa exibição, enquanto para mim foi uma grande experiência marcar o golo da vitória.

Quando se enfrenta uma equipa de classe mundial existe sempre a hipótese de sofrermos golos, mas estamos felizes pela forma como as coisas correram.

Josep Guardiola, treinador do Bayern
O City foi a melhor equipa nos primeiros 20 minutos, mas depois disso dominámos. Jogámos com muita força de vontade e mostrámos o quanto queríamos esta vitória.

O mais difícil no futebol é marcar golos. Conheço o Manuel Pellegrini muito bem e a forma como ele organiza as suas defesas é quase perfeita, e foi isso que complicou a nossa tarefa.

Joe Hart, guarda-redes do Manchester City
Estivemos bem. Parecia que íamos obter um bom resultado e começar bem o grupo, mas aconteceu um desvio infeliz e a bola acabou por entrar. Na altura em que foi, esse lance acabou connosco.

Tive algum trabalho esta noite, mas defendemos bem como um todo. Tivemos algumas oportunidades. Podíamos ter realizado a exibição perfeita e alcançado um triunfo por 1-0. Infelizmente, saímos daqui derrotados.

Rubén Cousillas, treinador-adjunto do Manchester City
Claro que não é bom começar com uma derrota, mas ainda restam cinco jogos. A nossa próxima tarefa é bater a Roma, algo que vai ser difícil já que é uma equipa forte, mas nós também temos qualidade e jogamos em casa, um factor que ajuda. É um grupo difícil, mas apesar disso acredito que vamos seguir em frente.

Tivemos bastante posse de bola. O Bayern dispôs de algumas boas oportunidades, mas o Joe Hart esteve bem. Nós tivemos três ou quatro ocasiões para marcar. Estivemos muito perto de marcar um golo, mas o Bayern teve mais uma ou duas oportunidades do que nós.