Regresso ao Jogo: a UEFA está a preparar-se para o regresso seguro das suas competições de elite.
Saiba mais >
 

Ajax goleia APOEL e termina em terceiro

AFC Ajax 4-0 APOEL FC
Lasse Schöne, Davy Klaassen e Arkadiusz Milik marcaram na vitória do Ajax sobre o APOEL que valeu o terceiro posto e a UEFA Europa League.

Lasse Schøne (à direita, atrás) é saudado pelos seus colegas depois do seu segundo golo pelo Ajax frente ao APOEL
Lasse Schøne (à direita, atrás) é saudado pelos seus colegas depois do seu segundo golo pelo Ajax frente ao APOEL ©AFP/Getty Images

Lasse Schöne marca de grande penalidade, no último remate da primeira parte
Novamente Schöne, Davy Klaassen e Arkadiusz Milik fizeram o resultado final, depois do intervalo
Ajax soma primeira vitória na presente edição da UEFA Champions League
Triunfo por 4-0 iguala a sua vitória mais dilatada na UEFA Champions League
Formação de Frank de Boer vai disputar os 16 avos-de-final da UEFA Europa League; o APOEL está fora das competições europeias
 O sorteio dos oitavos-de-final decorrerá em Nyon, às 11h00 (hora de Portugal continental) do dia 15 de Dezembro

O AFC Ajax garantiu a presença nos 16 avos-de-final da UEFA Europa League ao derrotar o APOEL FC por 4-0, na luta pelo terceiro lugar do Grupo F da UEFA Champions League.

Como esperado, os forasteiros remeteram-se à defesa à espera de uma oportunidade para contra-atacar. A abordagem do APOEL resultou até ao último lance da primeira parte, quando Lasse Schöne marcou de grande penalidade, a punir falta sobre Arkadiusz Milik. Na etapa complementar tudo mudou, com o Ajax a entrar forte e Schöne, Davy Klaassen e Milik a fazerem o resultado final

Ricardo van Rhijn deu o mote com um remate em arco, com a formação de Amesterdão a mostrar desde cedo ao que vinha. Mas o campeão cipriota tinha a lição bem estudada e atacava pela certa, com George Efrem a criar perigo num canto e num remate de longe, na sequência de dois contra-ataques. Mas os holandeses responderam de pronto, com Ricardo Kishna a fazer um grande cruzamento da esquerda para Milik voar e rematar de cabeça, contra as pernas de Urko Pardo.

As contas do Grupo F mudaram à beira do intervalo. Marios Antoniades derrubou Milik na grande área e Schöne, da marca dos onze metros, bateu Pardo, que quase tocou na bola. Os dois atacantes do Ajax voltaram a combinar para terminar de vez com as esperanças do APOEL, após o recomeço. Schöne assistiu o atacante polaco e quando o remate de Milik foi bloqueado, o avançado dinamarquês, no ressalto, fez o segundo, à boca da baliza.

Quase de seguida, um bom lance individual de Kishna terminou com um cruzamento para Klaassen finalizar com classe. Joël Veltman deveria ter feito o quarto, após mais uma bela assistência de Kishna, mas o seu cabeceamento passou um pouco acima.

O campeão holandês continuou a dominar e Pardo negou o golo a Kishna, na sequência de um bom movimento atacante de Thulani Serero. Foi então, sem surpresa, que Klaassen colocou a bola em Milik, que somou o seu tão ansiado primeiro golo numa prova de clubes da UEFA.

A formação de Frank de Boer vai assim disputar a UEFA Europa League em 2015. Quanto ao APOEL de Giorgos Donis, não conseguiu melhor do que a experiência ganha em defrontar alguns dos melhores jogadores do mundo em seis partidas.

Topo