Shakhtar - Bayern: factos e reacções

O Shakhtar é um "adversário perigoso" para o capitão do Bayern, Philipp Lahm, enquanto Taras Stepanenko afirma que os bávaros são "o clube mais forte na Europa".

Robert Lewandowski marcou ao Shakhtar, pelo Dortmund, nos oitavos-de-final de 2012/13
Robert Lewandowski marcou ao Shakhtar, pelo Dortmund, nos oitavos-de-final de 2012/13 ©Getty Images

• Bayern e Shakhtar nunca disputaram um encontro oficial anteriormente.

• Os dez encontros anteriores do Bayern frente a clubes ucranianos aconteceram sempre frente ao FC Dynamo Kyiv, que venceu a equipa de Munique por um total de 3-0, conquistando dessa forma a SuperTaça Europeia de 1975.

• Essa derrota por 1-0 na primeira mão é o único desaire em casa frente a adversários da Ucrânia. Nos restantes jogos em casa registaram quatro vitórias.

• O Shakhtar perdeu na Alemanha nas últimas duas épocas. Na fase de grupos da UEFA Champions League de 2013/14 foi derrotado por 4-0 no reduto do Bayer 04 Leverkusen, enquanto nos oitavos-de-final da temporada de 2012/13 foi batido por 3-0 na casa do Borussia Dortmund, completando uma derrota total de 5-2.

• O conjunto ucraniano conseguiu o seu primeiro troféu europeu ao bater uma equipa alemã, o SV Werder Bremen, por 2-1 após prolongamento, na última final da Taça UEFA, realizada em Istambul, em 2009.

Taras Stepanenko, médio do Shakhtar
Antes do sorteio, queria o Real Madrid, mas o nosso treinador, Mircea Lucescu, disse-nos para nos prepararmos porque iriamos defrontar o Bayern e a verdade é que o seu instinto estava certo. O Bayern é, actualmente, o clube mais forte da Europa e tem grandes jogadores. Até ver, tem sido difícil para nós defrontar clubes alemães. Na época passada jogámos bem frente ao Dortmund em casa, mas apenas conseguimos empatar, antes de perdermos na Alemanha. É claro que não se trata apenas de defrontar uma equipa com tamanha qualidade, pois também é bastante entusiasmante. Toda a gente sonha com isso.

Darijo Srna, capitão do Shakhtar
Esses jogos são uma grande oportunidade de mostrarmos o nosso valor frente a um clube respeitado e com bastantes troféus. Não vale a pena recear o Bayern. Respeitamos o clube, os jogadores, mas também merecemos estar aqui. Temos 180 minutos para mostrarmos o nosso futebol e conseguir um resultado positivo. Teoricamente, o Bayern é favorito, mas isso não significativo.

Good luck @FCBayernEN! Let the strongest win! #RT

— FC SHAKHTAR ENGLISH (@FCShakhtar_eng) December 15, 2014

Josep Guardiola, técnico do Bayern
Têm jovens bastante talentosos. Irão ser jogos bastante interessantes.

Philipp Lahm, capitão do Bayern
O Shakhtar é um adversário perigoso, mas, ainda assim, temos que apurar-nos para a próxima eliminatória. O objectivo mínimo do Bayern tem que ser sempre os quartos-de-final.

Manuel Neuer, guarda-redes do Bayern
O Shakhtar é a grande incognita dos oitavos-de-final. Preparar este jogo não será fácil. Mas a nossa equipa técnica dar-nos-á as informações necessárias. Pessoalmente, nunca os havíamos defrontado. Com a selecção alemã, jogámos, pelo menos uma vez, em Lviv, quando ganhámos 1-0 a Portugal, no EURO 2012. É um bom sinal.

#Lewandowski has already faced Shakhtar: "They're good technically. If we give it our all we should go through." pic.twitter.com/5hQPK8cOZu

— FC Bayern English (@FCBayernEN) December 15, 2014

Thomas Müller, avançado do Bayern
Não temos, até ao momento, qualquer história com o Shkahtar, mas eles estiveram muito bem na fase de grupos. Abordaremos os dois jogos com o devido respeito para nos apurarmos para a fase seguinte.

Arjen Robben, extremo do Bayern
Gosto, porque, assim, não é sempre o Arsenal. Mas teremos que ter cuidado. Eles têm alguns brasileiros muito bons. Iremos analisá-los bem e depois faremos um jogo concentrado. Depois, deverá resultar.