Griezmann bisa e apura Atlético para os oitavos-de-final

Atlético 2-0 Galatasaray
Antoine Griezmann bisou e ajudou a apurar o Atlético para os oitavos-de-final, relegando os turcos para a luta pelo terceiro lugar.

Griezmann bisa e apura Atlético para os oitavos-de-final
Griezmann bisa e apura Atlético para os oitavos-de-final ©UEFA.com
  • Vitória frente ao Galatasaray significa apuramento de Atlético e Benfica para os oitavos-de-final
  • Antoine Griezmann marca o primeiro golo de cabeça (13)
  • Internacional francês bisa com emenda à boca da baliza (65)
  • Atlético decide primeiro lugar com o Benfica; Galatasataray recebe Astana por um lugar na UEFA Europa League
  • Última jornada do Grupo C: Galatasaray - Astana, Benfica - Atlético (8 de Dezembro)

Dois golos de Antoine Griezmann permitiram ao Club Atlético de Madrid bater o Galatasaray SK no Estadio Vicente Calderón, num resultado que apurou os espanhóis para os oitavos-de-final da UEFA Champions League - e também o SL Benfica - no Grupo C, cujo primeiro lugar se decide em Lisboa daqui a duas semanas.

Somente o triunfo em Espanha permitiria à equipa interinamente dirigida por Cláudio Taffarel continuar a sonhar com o apuramento para os oitavos-de-final, mas a pressão do Atlético Madrid foi de tal forma que, por exemplo, somente por uma ocasião os turcos chegaram com perigo à área adversária e foi logo aos 10 minutos, com Wesley Sneijder a entrar na área e a rematar cruzado na passada, mas ligeiramente ao lado.

Dois minutos volvidos, o Atlético chegou ao golo e, desde então, o seu domínio dos acontecimentos foi avassalador, através de fortíssima pressão sobre os adversários e rápidas recuperações de bola. O golo, esse, resultou de um cruzamento milimétrico de Gabi concluído com um cabeceamento de Antoine Griezmann liberto de marcação.

A lesão do rápido central Jason Denayer, que havia sido aposta para lateral-direito para contrariar as subidas da dupla Filipe Luís – Yannick Ferreira-Carrasco, só veio complicar ainda mais os planos de Taffarel, cuja equipa se mostrava cada vez mais incapaz de contrariar a avalanche "colchonera", que se acentoou no segundo tempo.

Logo na primeira jogada do reatamento, saiu-se aos pés de um isolado Fernando Torres e, cinco minutos depois, fez uma espantosa defesa a um remate de primeira de Koke.

No entanto, o internacional uruguaio já nada pôde fazer para impedir o segundo golo dos espanhóis. Tal como acontecera no primeiro tempo, a assistência pertenceu a Gabi (depois de um "túnel" já na área a Hakan Balta) e, desta vez, Griezmann só teve de encostar à boca da baliza, bisando no encontro e repetindo a proeza conseguida em Istambul.

Luciano Vietto, que rendera precisamente Griezmann, também dispôs de uma oportunidade dourada para marcar, mas Muslera fechou-lhe o ângulo, antes de defender um bom disparo à meia-volta de um Torres sempre muito empenhado, mas sem pontaria.

A primeira defesa de Oblak no jogo aconteceu apenas aos 83 minutos, quando deteve facilmente um livre de Sneijder, manifestamente escasso para uma equipa que lutava pelo apuramento directo e agora passa a competir por uma vaga na UEFA Europa League com o FC Astana, o que torna a derradeira jornada duplamente aliciante.

Reacções
Diego Simeone, treinador do Atlético Madrid
Jogámos bem. Na primeira parte, não criámos as oportunidades de golo que a nossa posse de bola justificava, mas, no segundo tempo, tivemos a bola e dispusemos de ocasiões para marcar. Estou feliz pelo clube porque se trata de um passo em frente. Acabar em primeiro golo é sempre melhor do que ser segundo, mas isso nada garante, uma vez que todas as equipas presentes nos oitavos-de-final são competitivas.

Cláudio Taffarel, treinador-interino do Galatasaray
Ainda não é preciso escrever sobre o nosso descalabro. O Galatasaray tem jogadores de qualidade, mas tornámos o jogo ainda mais difícil para nós. Os nossos adversários correram e lutaram mais do que nós. Precisávamos de reagir de igual forma. Se se quer conseguir alguma coisa na Champions League, é preciso aumentar-se o ritmo e preparar-se física e mentalmente.

©AFP/Getty Images
©AFP/Getty Images
©AFP/Getty Images
©AFP/Getty Images