O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Lesão de Burak afecta Galatasaray e Turquia

A ausência de Burak Yılmaz durante um mês, devido a lesão, é um rude golpe para o Galatasaray e a Turquia. O correspondente Türker Tozar avalia as opções.

O "hat-trick" de Burak Yılmaz na final da Taça da Turquia de 2015 prova a sua veia goleadora
O "hat-trick" de Burak Yılmaz na final da Taça da Turquia de 2015 prova a sua veia goleadora ©TFF

A notícia de que Burak Yılmaz vai ficar ausente dos relvados durante um mês, devido a uma lesão na coxa, é um rude golpe para o Galatasaray e a Turquia, precisamente numa altura em que ambos não se podem dar ao luxo de perder um avançado tão goleador.

Burak lesionou-se frente ao Trabzonspor, este fim-de-semana, e o avançado de 30 anos deslocou-se até à Alemanha, na companhia do médico do clube, Yener İnce, com a esperança de acelerar o período de recuperação.

No entanto, deve falhar a deslocação ao terreno do Astana, esta quarta-feira, a contar para a UEFA Champions League, e a recepção ao Benfica, a 21 de Outubro. A isso junta-se a decisiva dupla jornada de qualificação para o UEFA EURO 2016, onde a Turquia defronta República Checa e Islândia, tentando afastar a pressão da Holanda na luta pelo terceiro lugar. Assim, quem é que Hamza Hamzaoğlu, treinador do seu clube, e Fatih Terim, seleccionador da Turquia, vão colocar no seu lugar?

Um novo papel para Lukas Podolski?
Um novo papel para Lukas Podolski?©Getty Images

Opções no Galatasaray
O que é que o Galatasaray pode fazer na ausência de um jogador cujos golos foram tão cruciais na caminhada rumo aos quartos-de-final em 2012/13? Não ajuda o facto de Lukas Podolski, contratado este Verão, e Umut Bulut ainda estarem à procura da melhor forma, e o jovem Sinan Gümüş, de 21 anos – que substituiu o alemão aos 71 minutos da derrota caseira por 2-0 com o Atlético Madrid – ter pouca experiência.

Esta situação pode obrigar Hamzaoğlu a tentar utilizar uma táctica radical, sem um avançado fixo e ao invés com um "falso nove", onde Wesley Sneijder, Lukas Podolski e Yasin Öztekin se encarregariam do jogo ofensivo. Podolski foi testado como avançado no empate a dois com o Sivasspor, na primeira jornada do campeonato, e inclusive marcou, mas não está na forma ideal.

Sinan deu nas vistas após entrar no decorrer da partida com o Trabzonspor, mas ainda não foi testado na UEFA Champions League. Sem dúvida que o veterano avançado Umut Bulut, de 32 anos, parece o único substituto directo para Burak, só que ainda não facturou esta temporada.

Será que Cenk Tosun vai voltara ser opção na Turquia?
Será que Cenk Tosun vai voltara ser opção na Turquia?©Getty Images

Novidade na Turquia
Burak apontou o terceiro golo no triunfo por 3-0 sobre a Holanda, no início deste mês, e passou a somar 19 ao serviço da Turquia, a quatro do segundo lugar na lista de melhores marcadores da selecção, liderada por Hakan Şükür. Quatro pontos no total do jogo em Praga e na recepção à Islândia garantem o terceiro posto no Grupo A, mas agora Terim tem a difícil tarefa de substituir o seu avançado de referência.

Nem Umut Bulut nem Mevlüt Erdinç, avançado do Hannover 96, contabilizam golos no campeonato esta época, abrindo caminho para Cenk Tosun, de 24 anos, do Beşiktaş, que já conta com quatro golos e duas assistências em cinco jogos pelo clube. Foi uma das ausências notadas na convocatória deste mês, mas agora Terim pode dar uma nova oportunidade a um jogador cuja única internacionalização foi em Outubro de 2013.

©Getty Images