O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Finais entre equipas do mesmo país

O Chelsea derrotou o Manchester City na oitava final da UEFA Champions League entre equipas o mesmo país.

De quantas se recorda?

Finais da Champions League entre clubes do mesmo país

A vitória do Chelsea sobre o Manchester City, no Porto, foi a oitava decisão entre equipas do mesmo país na UEFA Champions League e o terceiro jogo exclusivamente inglês; mais uma vez, o UEFA.com descobre que as classificações no campeonato nacional não influenciaram os resultados finais.

Das oito finais entre compatriotas, quatro foram ganhas pela formação que terminou a temporada pior classificada e quatro pelo conjunto que terminou mais acima.

1999/2000 Real Madrid 3-0 Valência

Final de 2000: Real Madrid 3-0 Valência

A primeira final entre equipas do mesmo país foi a 11ª final disputada pelo Real Madrid e a primeira disputada pelo Valência, no Stade de France, onde a diferença de experiência nestas andanças acabou por ser visível. O Real Madrid de Vicente del Bosque inaugurou o marcador por intermédio de Fernando Morientes, à beira do intervalo. Com o Valência de Héctor Cúper incapaz de recuperar o brilho atacante que o conduziu até Saint-Denis, os golos de Steve McManaman e Raúl González na segunda parte confirmaram o oitavo título europeu do Real na Taça dos Campeões.

Classificação final das equipas no campeonato 1999/2000: Real Madrid 5º, Valência 3º 

2002/03 Milan 0-0 Juventus (3-2 nos penáltis)

A Itália forneceu três dos quatro semifinalistas e o Inter foi a equipa a falhar a presença em Old Trafford, após perder com o vizinho nas meias-finais. Com Milan e Juve a conhecerem-se bastante bem, foi um jogo tenso e de poucas oportunidades – decidido apenas nos penáltis. Clarence Seedorf e Kakha Kaladze falharam para o Milan no desempate, mas David Trezeguet, Marcelo Zalayeta e Paolo Montero fizeram o mesmo do lado da Juve e deixaram para Andriy Shevchenko o remate decisivo que deu o troféu ao Milan pela sexta vez.

Classificação final das equipas no campeonato 2002/03: Juventus 1º, Milan 3º

2007/08 Manchester United 1-1 Chelsea (6-5 nos penáltis)

Final de 2008: Manchester United 1-1 Chelsea (6-5 pen)

O United marcou primeiro em Moscovo, graças a Cristiano Ronaldo, mas Frank Lampard empatou para o Chelsea ainda antes do intervalo. O Chelsea ficou sem Didier Drogba devido a expulsão no prolongamento, mas parecia ter contornado esse problema quando Petr Čech defendeu o remate de Ronaldo no desempate por penáltis, dando a John Terry a hipótese de garantir a vitória. Em vez disso, o capitão do Chelsea escorregou e rematou ao poste. Depois, Edwin van der Sar defendeu o remate de Nicolas Anelka e o United conquistou o troféu.

Classificação final das equipas no campeonato 2007/08: United 1º, Chelsea 2º

2012/13 Bayern 2-1 Dortmund

O Bayern venceu a Bunsdesliga com 25 pontos de vantagem sobre o Dortmund e parecia destinado a conquistar o quinto título europeu quando Mario Mandžukić inaugurou o marcador, aos 60 minutos, em Wembley. Contudo, a grande penalidade convertida por İlkay Gündoğan restaurou a igualdade – naquele que foi o primeiro golo sofrido pelo Bayern na competição ao fim de 432 minutos. Ainda assim, a equipa de Jupp Heynckes parecia mais próxima de garantir o triunfo com um tento tardio. E foi o que aconteceu aos 89 minutos, quando Arjen Robben passou por entre dois adversários e ofereceu o quinto troféu à formação de Munique.

Classificação final das equipas no campeonato 2012/13: Bayern 1º, Dortmund 2º

2013/14 Real Madrid 4-1 Atlético (ap)

Final de 2014: Real Madrid 4-1 Atlético

Apenas uma semana antes desta final, jogada em Lisboa, o Atlético de Diego Simeone tinha superado Barcelona e Real Madrid na corrida ao título de campeão espanhol pela primeira vez desde 1996. Diego Godín – que marcara também de cabeça o golo que carimbara a conquista da Liga espanhola – adiantou o Atlético numa final que parecia, para surpresa de muitos, destinada a sorrir aos "colchoneros". Mas Sergio Ramos restabeleceu a igualdade no terceiro minuto do período de descontos e a partir daí tudo correu bem à formação orientada por Carlo Ancelotti. Gareth Bale, Marcelo e Cristiano Ronaldo – este último de penálti – marcaram no prolongamento e confirmaram a conquista do décimo título do clube, a "La Décima"

Classificação final das equipas no campeonato 2013/14: Real Madrid 2º, Atlético 1º

2015/16: Real Madrid 1-1 Atlético (ap, 5-3 nos penáltis)

O Atlético sentiu o peso da responsabilidade quando defrontou o eterno rival citadino na final de 2016, em Milão. Ramos deu vantagem aos "merengues" no primeiro tempo e Antoine Griezmann acertou na barra, na marcação de uma grande penalidade, após o intervalo, mas o Yannick Carrasco entrou em campo para empatar aos 79 minutos e restaurou a esperança do Atlético. O desempate das grandes penalidades acabou por sorrir ao Real Madrid, após Juanfran acertar no Ronaldo converter o pontapé decisivo.

Classificação final das equipas no campeonato 2015/16: Real Madrid 2º, Atlético 3º 

2018/19: Tottenham Hotspur 0-2 Liverpool

Final de 2019: Liverpool 2-0 Tottenham

Os "spurs" não podiam ter começado pior a sua primeira final da UEFA Champions League, já que Moussa Sissoko tocou a bola com a mão na sua área logo aos 30 segundos e Mohamed Salah não perdoou no castigo máximo. Depois disso, a defesa dos "reds", superiormente comandada por Virgil van Dijk, impediu a equipa de Mauricio Pochettino de criar grande perigo e o suplente Divock Origi fez o 2-0 na parte final e garantiu o sexto título europeu para a formação inglesa.

Classificação final das equipas no campeonato 2018/19: Tottenham 4º, Liverpool 2º

2020/21: Manchester City 0-1 Chelsea

O clube de Londres conquistou o segundo título da UEFA Champions League à custa do rival inglês, graças ao golo apontado por Kai Havertz na primeira parte, no Estádio do Dragão, no Porto, e também a um excelente desempenho defensivo. O City, na sua primeira final, bem tentou o empate, mas os excelentes bloqueios de Antonio Rüdiger e Andreas Christensen garantiram que aquela era o dia do Chelsea.

Classificação final das equipas no campeonato 2020/21: Manchester City 1º, Chelsea 4º