As estrelas francesas da Juventus

Após a transferência de Patrice Evra para a Juventus, esta semana, o UEFA.com recorda um longo historial de influência francesa nos "bianconeri".

Michel Platini deu o mote na Juventus
Michel Platini deu o mote na Juventus ©Getty Images

Na segunda-feira, Patrice Evra aceitou tornar-se no 18º jogador francês a envergar a camisola da Juventus.

A ligação dos "bianconeri" ao futebol francês remonta a 1911, com a contratação do avançado Arthur Meille, e está mais forte do que nunca, como a chegada de Evra e a presença de Paul Pobga demonstram.

O UEFA.com recorda seis estrelas francesas que ajudaram a Juventus a brilhar.

Michel Platini (1982-87)
Apelidado de "O Rei", o talentoso médio-ofensivo venceu a Bola de Ouro duas vezes durante a sua passagem pela Juventus, ajudando o clube a ganhar a Taça dos Cubes Campeões Europeus, a Taça dos Vencedores das Taças e a SuperTaça Europeia. "Passei a melhor parte da minha carreira na Juve, numa história feita de momentos inesquecíveis", disse Platini.

Didier Deschamps (1994-99)
Médio dinâmico que costumava jogar à frente da defesa, Deschamps brilhou na Juve sob o comando de Marcello Lippi, conquistando a UEFA Champions League em 1996, uma SuperTaça Europeia e três "scudettos". Como treinador, ajudou os "bianconeri" a regressarem à Serie A, em 2006/07. "O espírito de sacrifício da equipa [nos anos 90] era incrível. Sempre que vestíamos aquela camisola só pensávamos em ganhar", recorda-se.

Zidane frente ao Hamburgo
Zidane frente ao Hamburgo©Bongarts

Zinédine Zidane (1996-2001)
Mais um pilar da Juventus na era de Lippi, "Zizou" assumiu o legado de Platini, desempenhando o papel de criativo com uma mistura de habilidade e força física. Vencedor da Bola de Ouro em 1998, Zidane disse: "Após vestirmos a camisola da Juventus tornamo-nos um adepto do clube para sempre."

David Trezeguet (2000-2010)
Jogador estrangeiro mais concretizador na história do clube, com 171 golos em todas as competições, Trezeguet é considerada uma lenda dos "bianconeri" graças ao seu instinto goleador. Frio na hora de finalizar, liderou o ataque da Juventus durante uma década, atemorizando adversários em Itália e na Europa. O avançado disse: "Quando se representa este clube sabemos que o segundo ou terceiro lugares não interessam. Apenas a vitória conta."

Lilian Thuram (2001-2006)
Defesa calmo e elegante, Thuram brilhou na Juventus sob o comando de Lippi e Fabio Capello. A sua parceria com Fabio Cannavaro no eixo da defesa – tal como tinha acontecido no Parma FC – ainda é recordada com carinho.

Patrick Vieira (2005-2006)
Vieira jogou apenas uma época na Juventus, no entanto, a sua influência no meio-campo rapidamente fez dele um dos preferidos dos adeptos. "Podemos ganhar tudo, temos uma equipa completa e todos os jogadores estão a excelente nível", disse a propósito de um conjunto "bianconeri" eliminado da UEFA Champions League pelo Arsenal FC, sua antiga equipa.