O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Resumo: Liverpool segue em frente

Golos de Mohamed Salah e Roberto Firmino deram a volta ao tento madrugador de Gabriel Jesus para o City e confirmaram o apuramento do Liverpool para as meias-finais.

Veja os melhores momentos deste jogo da segunda mão dos quartos-de-final da UEFA Champions League 2017/18.

O Liverpool bateu novamente o Manchester City por 2-1 e confirmou a passagem às meias-finais da UEFA Champions League com um total de 5-1.

Os anfitriões precisavam marcar cedo para tentarem anular a desvantagem de 3-0 e não podiam ter começado melhor. Fernandinho recuperou uma bola a meio-campo aos dois minutos e desmarcou Raheem Sterling, que fez um cruzamento perfeito para o golo de Gabriel Jesus.

A equipa de Josep Guardiola dominou toda a primeira parte, mas sentiu dificuldades em criar novas oportunidades de golo. Kevin De Bruyne tentou a sorte de fora da área aos 26 minutos, mas Loris Karius segurou sem dificuldades.

Bernardo Silva esteve perto de marcar a cinco minutos do intervalo, mas o forte disparo do português foi devolvido com estrondo pelo poste. O Liverpool só criou perigo no último minuto da primeira parte, Alex Oxlade-Chamberlain ultrapassou Ederson, mas não conseguiu marcar de ângulo reduzido.

A segunda parte foi totalmente diferente. A equipa de Jürgen Klopp empatou aos 56 minutos, Sadio Mané caiu numa jogada confusa na área do City e a bola sobrou para Mohamed Salah, que bateu Ederson com um belo chapéu. O City quebrou e só voltou a criar perigo aos 70 minutos, Aymeric Laporte rematou de longe e Dejan Lovren quase fez autogolo ao tentar afastar de cabeça.

Os visitantes consumaram a reviravolta e decidiram definitivamente a eliminatória aos 77 minutos, Nicolás Otamendi perdeu a bola em zona proibida para Roberto Firmino e o avançado brasileiro bateu sem dificuldades o compatriota Ederson. O Liverpool só teve de gerir a vantagem de 2-1 até ao apito final.

Figura: Virgil Van Dijk (Liverpool)
O defesa holandês foi fundamental na união da equipa visitante no período de maior sufoco do City durante a primeira parte. Esteve em todo em lado a travar as investidas adversárias sempre com grande eficácia.

Momento: Golo de Salah

O City estava em vantagem e ainda acreditava que era possível dar a volta à eliminatória, mas o golo de egípcio fez ruir o sonho da equipa da casa.

Estatísticas importantes

  • Os 33 golos marcados pelo Liverpool esta época na UCL são um novo máximo de um clube inglês, superando os 32 conseguidos pelo Manchester United em 2002/03.
  • Firmino marcou pelo quarto jogo consecutivo fora na UCL
  • Mohamed Salah junta-se a Samuel Eto'o como os únicos jogadores africanos com oito golos marcados numa única edição da UCL
  • O Liverpool é o primeiro clube a derrotar por três vezes na mesma época uma equipa orientada por Pep Guardiola
  • O Liverpool só não marcou num jogo na Champions League desta época