O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
A partir de 25 de Janeiro, o UEFA.com já não vai suportar o Internet Explorer.
Para obter a melhor experiência possível, recomendamos que use Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Manchester City recebe Basileia com os quartos-de-final à vista

Um triunfo por 4-0 na primeira mão, na Suíça, deixou o Manchester City muito perto dos quartos-de-final pela segunda época seguida, enquanto o Basileia vai tentar recuperar algum do seu orgulho.

Sergio Agüero (à esquerda) celebra após marcar frente ao Basileia
Sergio Agüero (à esquerda) celebra após marcar frente ao Basileia ©Getty Images

O Manchester City FC está a um pequeno passo da sua segunda presença consecutiva nos quartos-de-final da UEFA Champions League, enquanto o FC Basel 1893 vai tentar recuperar algum do orgulho perdido na segunda mão dos oitavos-de-final.

• İlkay Gündoğan (2), Bernardo Silva e Sergio Agüero ajudaram o City a vencer por 4-0 na Suíça, igualando a maior vitória fora do clube na UEFA Champions League, da fase de grupos até à final, e deixando o adversário à beira da terceira eliminação nesta fase.

• Enquanto o clube inglês foi eliminado em três das quatro vezes que participou nos oitavos-de-final, com a excepção a ser 2015/16, quando sob o comando de Manuel Pellegrini atingiu as meias-finais, o Basileia foi afastado nas duas presenças anteriores nesta fase, em 2012 e 2015.

Retrospectiva

Manchester City
• Os "citizens" contabilizam quatro participações nos oitavos-de-final. Na época transacta, a equipa de Pep Guardiola foi eliminada pelo AS Monaco FC devido aos golos fora (5-3 em casa, 1-3 fora), a terceira eliminação nesta fase. O City também foi afastado pelo FC Barcelona em 2013/14 (0-2 em casa, 1-2 fora) and 2014/15 (1-2 em casa, 0-1 fora). O único apuramento aconteceu em 2015/16, frente ao FC Dynamo Kyiv (3-1 fora, 0-0 em casa), com um resultado total de 3-1.

• A campanha 2015/16 foi a única ocasião em que o City ganhou o seu grupo na UEFA Champions League e ultrapassou os oitavos-de-final.

Veja a Equipa do Ano de 2017!
Veja a Equipa do Ano de 2017!

• Esta é a primeira vez que o City enfrenta uma equipa suíça numa fase a eliminar.

• O City não perdeu nos últimos 13 jogos caseiros na UEFA Champions League (V10 E3), fase de qualificação incluída, desde uma derrota por 2-1 com a Juventus na primeira jornada, em 2015/16. Esse desaire foi o quarto em seis jogos no City of Manchester Stadium, com apenas uma vitória nesse período. Esta temporada bateu FC Shakhtar Donetsk (2-0), SSC Napoli (2-1) e Feyenoord (1-0) em Manchester.

• A equipa de Josep Guardiola ganhou sete dos últimos oito jogos europeus em casa, incluindo os últimos quatro.

• Terceiro classificado na Premier League, da época passada, o City disputa a sua sétima campanha seguida na UEFA Champions League, a quinta vez consecutiva que alcança os oitavos-de-final.

• Apos vencer os cinco primeiros jogos nesta edição do torneio, o City perdeu por 2-1 em casa do FC Shakhtar Donetsk. Antes tinha vencido por 4-0 o Feyenoord e por 4-2 o SSC Napoli.

• O City somou as suas duas maiores vitórias fora na UEFA Champions League esta época. Para além disso, a vitória caseira mais dilatada aconteceu na fase de grupos da época passada, ao bater o VfL Borussia Mönchengladbach por 4-0, enquanto na temporada anterior venceu por 5-0 os romenos do Fotbal Club FCSB, no "play-off", o que significa que as suas quatro maiores vitórias na competição, fase de qualificação incluída, foram sob o comando de Guardiola.

• O City nunca foi eliminado após vencer a primeira mão fora. Num total de oito eliminatórias, a mais recente frente ao FCSB, no "play-off" da UEFA Champions League de 2016/17 (5-0 fora, 1-0 em casa). Com a excepção de uma ocasião, em 2016, frente ao Dynamo Kyiv (0-0 em casa), o City também ganhou a segunda mão.

• O clube de Manchester nunca tinha ganho fora um jogo da primeira mão por 4-0.

İlkay Gündoğan (à esquerda) é felicitado por Vincent Kompany
İlkay Gündoğan (à esquerda) é felicitado por Vincent Kompany©AFP/Getty Images

• O registo do City em desempates por grandes penalidades nas competições da UEFA é de dois apuramentos:
4-2, frente ao FC Midtjylland, segunda eliminatória da Taça UEFA de 2008/09
4-3, frente ao Aalborg BK, oitavos-de-final da Taça UEFA de 2008/09

Basileia
• Esta é a terceira participação do Basileia nos oitavos-de-final da UEFA Champions League. Em 2011/12 venceu o FC Bayern München por 1-0 na primeira mão, em casa, mas foi goleado por 7-0 fora, a sua derrota mais pesada nas competições europeias.

• Em 2014/15, o Basileia empatou a um golo na recepção ao FC Porto, com Danilo, agora no City, a marcar o golo do Porto na marcação de uma grande penalidade. No entanto, sofreu mais uma derrota pesada, perdendo por 4-0 em Portugal.

• A equipa de Raphaël Wicky já venceu um clube de Manchester esta temporada, batendo o Manchester United FC por 1-0 na Suíça, na quinta jornada, após ter perdido por 3-0 em Old Trafford, na ronda inaugural. Terminou no segundo lugar do Grupo A, atrás da formação inglesa, com 12 pontos, a sua melhor pontuação na fase de grupos da UEFA Champions League.

• O clube suíço venceu por 2-0 no reduto do PFC CSKA Moskva, na terceira ronda, e depois garantiu o apuramento para os oitavos-de-final ao bater fora o SL Benfica por 2-0, a 5 de Dezembro.

• O triunfo sobre o CSKA encerrou uma série de seis jogos fora sem vencer nas competições europeias (E1 D5). Antes desse ciclo, o Basileia tinha ganho quatro dos cinco jogos anteriores.

• Antes de golear o SL Benfica por 5-0 na segunda jornada, a sua vitória mais dilatada na UEFA Champions League, a equipa de Raphaël Wicky não vencia nas competições europeias há nove jogos, em casa ou fora (E3 D6), desde um triunfo caseiro por 2-1 sobre o AS Saint-Étienne, a 25 de Fevereiro de 2016.

• Derrotado fora e em casa pelo Arsenal no Outono de 2016, a equipa suíça tinha perdido os últimos três jogos frente a oponentes ingleses antes de vencer o United, sendo que não tinha perdido nos quatro anteriores (V3 E1).

• O registo do Basileia frente a equipas inglesas é: V7 E8 D13 (fora é V1 E5 D8).

• Após não perder nas cinco primeiras visitas a Inglaterra em jogos da UEFA Champions League (V1 E4), o Basileia perdeu nas duas mais recentes.

• O registo do Basileia em eliminatórias frente a clubes ingleses é de um apuramento e quatro eliminações. O único sucesso aconteceu frente ao Tottenham Hotspurs FC, após desempate por penalties, nos quartos-de-final da UEFA Europa League de 2012/13 (2-2 fora, 2-2 em casa). Na fase seguinte, foi eliminado pelo Chelsea FC, futuro campeão, com um resultado total de 5-2 (1-2 em casa, 1-3 fora), a sua eliminatória mais recente frente a uma equipa da Premier League.

• O Basileia perdeu as 11 eliminatórias das competições da UEFA em que perdeu a primeira mão em casa, mais recentemente frente ao Chelsea FC, nas meias-finais da UEFA Europa League de 2012/13 (1-2 em casa, 1-3 fora).

• Apesar de nunca ter perdido uma primeira mão em casa por 4-0, a estreia do Basileia numa fase a eliminar teve uma goleada sofrida no St. Jakob-Park, frente ao Celtic FC, por 5-1, na primeira eliminatória da Taça dos Clubes Vencedores de Taças de 1963/64, sendo eliminado com um resultado total de 10-1.

• O Basileia venceu o único desempate por penalties em provas da UEFA no qual participou:
4-1, frente ao Tottenham Hotspur FC, quartos-de-final da UEFA Europa League de 2012/13

Ligações de treinadores e jogadores
• Guardiola orientou a vitória fora por 5-0 e o empate caseiro a um golo do Barcelona frente ao Basileia, na fase de grupos de 2008/09. Essa campanha terminou com o Barça como campeão europeu, título a que juntou a Liga espanhola e a Taça de Espanha.

• Kyle Walker representava o Tottenham quando o conjunto londrino foi eliminado pelo Basileia nos quartos-de-final da UEFA Europa League de 2012/13.

• Fernandinho marcou no triunfo por 2-1 do Shakhtar em casa do Basileia, na fase de grupos da UEFA Europa League de 2008/09.

• Vincent Kompany ajudou o Hamburger SV a empatar a um golo na recepção ao Basileia, num jogo da Taça UEFA realizado em Dezembro de 2007.

• Três dos seis golos europeus marcados por Fabian Frei aconteceram em Inglaterra – incluindo o tento inicial do Basileia no empate 3-3 no terreno do Manchester United, em Setembro de 2011. Frei também marcou no 2-2 registado no reduto do Tottenham nos quartos-de-final da Taça UEFA, em Abril de 2013 – Valentin Stocker assinou o outro remate certeiro – e numa igualdade 1-1 no campo do Liverpool FC na fase de grupos da UEFA Champions League 2014/15.

• O golo de Ricky van Wolfswinkel foi crucial para o Sporting Clube de Portugal vencer o City na segunda mão dos oitavos-de-final da UEFA Europa League de 2011/12. O avançado holandês apontou o segundo tento do triunfo leonino por 3-2, que confirmou o empate final a três golos e o apuramento graças aos golos fora.

• Jogaram juntos:
Geoffroy Serey Dié e Yaya Touré (Costa do Marfim, 2013–2015)

• Raheem Sterling fez a assistência para o primeiro golo da Inglaterra numa vitória por 2-0 sobre a Suíça, no St. Jakob-Park, em Setembro de 2014, a contar para a qualificação do UEFA EURO 2016.