O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
A partir de 25 de Janeiro, o UEFA.com já não vai suportar o Internet Explorer.
Para obter a melhor experiência possível, recomendamos que use Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

"Onze" revelação da Champions League em 2017

Vários jogadores com 24 anos ou menos tiveram um impacto significativo na UEFA Champions League ao longo do ano que agora termina. Escolhemos o "onze" revelação de 2017!

"Onze" revelação da Champions League em 2017
"Onze" revelação da Champions League em 2017 ©UEFA.com

O UEFA.com escolhe uma equipa formada por jovens jogadores que se afirmaram na UEFA Champions League ao longo do ano que agora termina.

De forma a limitar o lote de jogadores à disposição para escolha estabelecemos os seguintes critérios: I) idade igual ou inferior a 24 anos, II) estreia na UEFA Champions League em 2017 ou ínfima experiência anterior, tendo dado um significativo salto qualificativo neste ano. Foram estes os nossos eleitos:

Guarda-redes: Ederson (Benfica/Manchester City), 24
Foi um dos grandes responsáveis pela vitória do Benfica na primeira mão dos oitavos-de-final sobre o Dortmund, no início do ano, e desde aí não mais parou de ver a sua reputação crescer, afirmando-se de imediato no City. A qualidade do seu jogo de pés encaixa na perfeição na equipa de Josep Guardiola e entre os postes também raramente comprometeu.

Nélson Semedo trocou o Benfica pelo Barcelona
Nélson Semedo trocou o Benfica pelo Barcelona©Getty Images

Defesa: Nélson Semedo (Benfica/Barcelona), 24
Nélson Semedo preencheu, enfim, o vazio deixado no lado direito da defesa do Barcelona desde a saída de Dani Alves; chegado ao clube em Julho, vindo do Benfica, continuou a evidenciar a mesma velocidade, força física e qualidade de cruzamento que demonstrava nas "águias".

Defesa: Davinson Sánchez (Tottenham), 21
Determinante na caminhada do Ajax rumo à final da UEFA Europa League, manteve o mesmo nível na UEFA Champions League sem problemas. Transpira classe quando tem a bola nos pés, cumpre na perfeição as suas funções defensivas e raramente se deixa surpreender, apesar da sua ainda tenra idade.

Defesa: Niklas Süle (Bayern), 22
Contratado no Verão ao Hoffenheim, o jovem defesa-central não tardou a assimilar o estilo e a velocidade do jogo do Bayern; robusto e veloz, alinhou em cinco jogos da fase de grupos da #UCL e é já muito mais do que um mero suplente de Mats Hummels e Jérôme Boateng.

Kieran Tierney, lateral-esquerdo do Celtic
Kieran Tierney, lateral-esquerdo do Celtic©Getty Images

Defesa: Kieran Tierney (Celtic), 20
Aos 20 anos, Tierney soma já mais de 100 jogos pelo Celtic e já capitaneou a Escócia. Apontado como o melhor lateral-esquerdo britânico da sua geração, exemplificou na perfeição aquilo de que é capaz na brilhante assistência para o golo de Leigh Griffiths no triunfo por 3-0 no terreno do Anderlecht.

Médio: Harry Winks (Tottenham), 21
Antes do início desta temporada somava apenas três jogos a titular na Premier League inglesa, mas é agora uma peça-chave do meio-campo dos "spurs". Um organizador de jogo que joga mais recuado no terreno, mostra excelente controlo de bola e é forte na distribuição de jogo. Impressionou nos dois embates com o Real Madrid, com exibições que lhe valeram comparações com um antigo centrocampista do Tottenham, Luka Modrić.

Médio: Talisca (Beşiktaş), 23
Actuando como médio-ofensivo, Talisca bateu o recorde pessoal de golos numa temporada ao apontar 13 na caminhada do Beşiktaş rumo ao título de campeão turco. Deu nas vistas pelas suas arrancadas em velocidade, pelos seus remates colocados de pé esquerdo e pela qualidade dos seus livres directos. Na #UCL 2017/18 soma já quatro golos.

Marco Asensio scored in last season's final
Marco Asensio scored in last season's final©Getty Images

Médio: Marco Asensio (Real Madrid), 21
O ano de 2017 foi o ano da afirmação definitiva de Asensio, que fez 21 anos em Janeiro. A sua velocidade, o seu jogo incisivo e a forma como tem sempre os olhos postos na baliza adversária ficaram bem patentes nos golos que marcou ao Bayern, nos quartos-de-final, e frente à Juventus, na final. O próximo passo será garantir a titularidade num Real Madrid à procura do "tri" europeu.

Avançado: Kylian Mbappé (Mónaco/Paris), 19
A sua capacidade técnica, a sua velocidade alucinante e a sua inteligência foram determinantes na fantástica caminhada do Mónaco até às meias-finais na última Primavera e não abrandou com a mudança para o Paris. Mbappé é particularmente letal no um contra um e é já um goleador temível.

Avançado: Timo Werner (Leipzig), 21
Quando está no máximo das suas capacidades, poucos defesas conseguem acompanhar este ex-avançado do Estugarda, que com apenas 21 anos soma já mais de 140 jogos na Bundesliga. Esteve nos seis encontros do Leipzig na campanha de estreia do clube alemão na UEFA Champions League, apontando três golos.

Os golos de Dimitri Oberlin ajudaram o Basileia a ultrapassar a fase de grupos
Os golos de Dimitri Oberlin ajudaram o Basileia a ultrapassar a fase de grupos©AFP/Getty Images

Avançado: Dimitri Oberlin (Basileia), 20
As alcunhas de 'Usain' ou de 'Flash' dizem tudo sobre a alucinante velocidae de Oberlin, usada na perfeição nos contra-ataques dos campeões suíços, com quatro golos marcados na impressionante campanha realizada na fase de grupos de 2017/18. Os maiores clubes europeus estarão já, certamente, bem atentose.

Esta equipa foi seleccionada pelos repórteres e editores do UEFA.com e não tem qualquer influência noutros prémios instituídos pela UEFA.