Memórias da estreia de Ronaldo em 2002

Cristiano Ronaldo estreou-se em jogos oficiais pelo Sporting a 14 de Agosto de 2002: o UEFA.com recua no tempo e recorda também as suas outras estreias como sénior.

Cristiano Ronaldo estreou-se em jogos oficiais pelo Sporting em Agosto de 2002
Cristiano Ronaldo estreou-se em jogos oficiais pelo Sporting em Agosto de 2002 ©Getty Images

Ainda que o impacto produzido por Cristiano Ronaldo quando saltou do banco no dia de estreia em jogos oficiais pelo Sporting não tenha sido significativo – com a primeira mão do embate com Inter, na terceira pré-eliminatória da UEFA Champions League a terminar empatada a zero e o Sporting a perder depois 2-0 em Milão, acabando eliminado –, essa noite de 14 de Agosto de 2002 terá sempre um significado histórico para o futebol português, europeu e mundial. Foi quando um dos melhores futebolistas de sempre disputou a sua primeira partida profissional.

Repórter e editor português do UEFA.com, Pedro Marques esteve no antigo Estádio José Alvalade nessa noite, há precisamente 15 anos, e conta o que recorda desse momento...

Pedro, que memórias tens da estreia de Ronaldo?

O Sporting tinha acabado de celebrar a conquista da Liga portuguesa – a última da sua história, até à data – mas nessa época o campeão português não teve acesso directo à fase de grupos da UEFA Champions League, pelo que o Sporting teve de disputar uma eliminatória de qualificação, frente ao poderoso Inter. Tinha sido um Verão complicado para o Sporting, com vários jogadores que importantes ausentes devido a lesões e outros problemas, e isso permitiu que Ronaldo tivesse algumas oportunidades durante a pré-temporada.

Veja os primeiros 100 golos europeus de Ronaldo
Veja os primeiros 100 golos europeus de Ronaldo

E o então jovem madeirense de 17 anos aproveitou ao máximo essas oportunidades, com o jornal Record a escrever, após um amigável frente ao Lyon: "Atenção a este miúdo. Tem poder de desmarcação, capacidade de drible e sentido de baliza." Ronaldo foi, então, convocado para o primeiro jogo oficial da temporada – a primeira mão do tal embate com o Inter – e saltou do banco à passagem da hora de jogo para substituir o espanhol Toñito.

Lembro-me de ele fazer um par de arrancadas em drible pela direita, para entusiasmo dos adeptos, mas nada suficientemente decisivo para ajudar o Sporting a desfazer o nulo. O jogo terminou mesmo 0-0, e os "leões" foram, depois, perder 2-0 a Itália, falhando a presença na fase de grupos.

Havia muito burburinho à volta dele? Lembras-te do momento em que ele saltou do banco?

Muitas das conversas antes do jogo centraram-se à volta de outro Ronaldo, o brasileiro, e da sua ausência da equipa do Inter nesse encontro. Quanto a Cristiano Ronaldo, que tinha apenas 17 anos na altura, ele tinha realizado uma excelente pré-época pelo Sporting, apontando o seu primeiro golo pelo clube um par de semanas antes, num triunfo por 3-2 num amigável frente ao Bétis.

A imprensa e os adeptos começavam a falar dele como a próxima grande estrela a sair da academia do clube, mas ninguém esperava que ele se tornasse tão importante assim tão depressa. Lembro-me de, quando ele entrou em campo, a meio do segundo tempo, ouvir um adepto a meu lado dizer a outro: "Este é o miúdo de que te estava a falar. Espera e vais ver." Já havia, portanto, muita gente ansiosa por vê-lo jogar ao vivo.

Veja os melhores momentos do jogo em que Ronaldo ajudou o Real Madrid a defender com êxito o troféu da UEFA Champions League
Veja os melhores momentos do jogo em que Ronaldo ajudou o Real Madrid a defender com êxito o troféu da UEFA Champions League

Quando foi a primeira vez que ouviste as pessoas falarem de Ronaldo como um grande talento para o futuro?

O Sporting tem uma longa tradição de formar jogadores de excelente qualidade – sobretudo extremos, como Paulo Futre, Luís Figo ou Simão Sabrosa, para referir apenas alguns. Na época anterior, outro desses extremos 'mágicos', Ricardo Quaresma, tinha tido a sua temporada de afirmação, encantando os adeptos com as suas fintas e a sua qualidade técnica. Mas lembro-me de ouvir algumas pessoas dizerem: "Sim, o Quaresma é fantástico, mas há outro miúdo que no deve tardar a chegar à equipa principal que está a quebrar todos os recordes nas camadas jovens."

Estavam a falar de Ronaldo … e quando Ronaldo chegou, de facto, à equipa principal, nesse Verão de 2002, compreendi o que eles queriam dizer. O fantástico golo ante o Bétis na pré-época foi a derradeira prova de que precisava: mostrando uma velocidade e um sentido de baliza notáveis, Ronaldo chegou primeiro à bola do que o guarda-redes adversário e, de um ângulo apertado, ainda de fora da área, desferiu um maravilhoso remate em arco com o seu pé direito que levou a bola a entrar no ângulo superior da baliza da turma de Sevilha. O Sporting tinham definitivamente, uma futura estrela nas suas mãos...

"O excepcional golo de Cristiano Ronaldo contra o Bétis colocou este rapaz madeirense de 17 anos no caminho das estrelas," escreveu A Bola pouco depois, na avaliação da pré-época do Sporting. "Ao longo do ultimo mês ele revelou que pode ser o próximo grande filão leonino." A estreia oficial chegaria uns dias mais tarde, frente ao Inter.

AS OUTRAS ESTREIAS DE RONALDO

Ronaldo depressa estabeleceu uma relação próxima com os adeptos de Old Trafford
Ronaldo depressa estabeleceu uma relação próxima com os adeptos de Old Trafford©Getty Images

Manchester United

Data: 16 de Agosto de 2003
Jogo: Manchester United 4-0 Bolton Wanderers (Premier League inglesa)

Como correu? Ronaldo saltou do banco a 30 minutos do apito final e foi simplesmente sensacional pelo flanco esquerdo, mostrando-se decisivo no somar de mais três golos ao resultado final. "Foi uma estreia maravilhosa," afirmou Sir Alex Ferguson. "Achei que jogámos com uma velocidade demasiado lenta na primeira parte e sabia que o Cristiano ia ajudar a tornar o nosso jogo mais rápido e incisivo." O treinador do Bolton, Sam Allardyce, acrescentou: "Ele mostrou estar um nível acima de todos em campo; parece ser um jogador entusiasmante e a sua entrada em jogo foi crucial."

Portugal

Data: 20 de Agosto de 2003
Jogo: Portugal 1-0 Cazaquistão (amigável)

Como correu? Ronaldo substituiu Rui Costa ao intervalo e, logo no primeiro minuto da segunda parte, fez os adeptos levantarem-se com uma das suas típicas arrancadas em velocidade por entre os adversários, culminada com um remate forte e cruzado que o guarda-redes contrário defendeu com dificuldade para canto. A partir desse momento, o público só teve olhos para Ronaldo e para os seus fantásticos movimentos e gestos técnicos. A sua actuação, então com apenas 18 anos, foi tão impressionante que o selecionador Luiz Felipe Scolari disse no final do jogo: "O Cristiano é um forte candidato a ser chamado para a fase final do EURO [2004]." E assim foi, tendo ajudado o anfitrião Portugal a ficar à beira da glória no Campeonato da Europa.

O jornal A Bola escreveu sobre a estreia internacional de Ronaldo: "Trouxe ao conjunto a alegria e rapidez que a equipa não tinha tido até aí. Moralizado por tudo aquilo que de bom lhe tem acontecido nos últimos dias, o jovem futebolista assumiu a liderança do processo, não mostrou receio de ter a bola nos pés, de ir ao encontro dos adversários e de à custa das suas fintas criar espaços que pudessem levar a equipa ao golo."

Ronaldo marcou de penalty na sua estreia pelo Real Madrid
Ronaldo marcou de penalty na sua estreia pelo Real Madrid©Getty Images

Real Madrid

Date: 29 de Agosto de 2009
Game: Real Madrid 3-2 Deportivo (Liga espanhola)

Como correu? Nessa época a envergar a camisola com o nº 9,Ronaldo estreou-se ao lado de Raúl González e do também novo reforço Karim Benzema. Foi um jogo simbólico por várias razões. E foi logo nesse encontro que Ronaldo apontou o primeiro dos 285 golos que já leva na Liga espanhola, na conversão de uma grande penalidade que Raúl deixou o português bater. "Senti-me bem. É sempre importante entrar a ganhar," afirmou Ronaldo no final do encontro. "Estou satisfeito por a equipa estar em boa forma, agora há que continuar a melhorar." Desde então, liderou sempre a equipa como o exemplo a seguir.