Combata a COVID-19 seguindo as indicações da Organização Mundial de Saúde e os cinco passos da FIFA para travar a propagação da doença.

1. Lavar as mãos 2. Tossir para o antebraço 3. Não tocar no rosto 4. Manter a distância física 5. Ficar em casa.
Mais informação >
 

Adiós! Atlético pronto para último jogo europeu no Vicente Calderón

O Atlético disputa o último jogo europeu no Vicente Calderón esta semana: o UEFA.com despede-se de um recinto que ao longo dos anos proporcionou momentos memoráveis.

Adiós! Atlético pronto para último jogo europeu no Vicente Calderón
Adiós! Atlético pronto para último jogo europeu no Vicente Calderón ©Getty Images

A fortaleza Calderón

O Atlético disputou 142 partidas europeias no Calderón desde a sua inauguração em 1966, tendo vencido 104 jogos, empatado 24 e perdido apenas 14.

Taça dos Campões Europeus /UEFA Champions League: J51 V36 E11 D4
Taça das Taças da UEFA: J29 V20 E6 D3
Taça UEFA/UEFA Europa League: J62 V48 E7 D7

Discurso directo

“A minha vida e as minhas memórias estão todas ligadas ao Calderón, os meus grandes dias como adepto e como jogador foram neste estádio. Sempre que voltar aqui no futuro, já sem o estádio, vai ser difícil”. 
Fernando Torres, Atleti 2001–07, 2015–

©Getty Images

“De cada vez que entro em campo é um sonho tornado realidade. Muitos jogadores ficam desapontados por jogarem tanto tempo pelo mesmo clube e no mesmo relvado. Para mim é o contrário, sinto-me mais entusiasmado de cada vez que jogo no Calderón”.
Gabi, Atleti 200207, 2011–

Cinco noites europeias para recordar

Atlético 3-0 Cagliari, oitavos-de-final da Taça dos Campeões Europeus 1970/71
Uma reviravolta retumbante muitas vezes descrita como a primeira grande noite europeia no Calderón. O Atlético havia perdido por 2-1 na primeira mão, mas um “hat-trick” de Luis Aragonés deu a volta à eliminatória.

Final de 1974: Schwarzenbeck nega triunfo ao Atlético
Final de 1974: Schwarzenbeck nega triunfo ao Atlético

Atlético 2-0 Celtic, meia-final da Taça dos Campeões 1973/74 
Uma primeira mão sem golos ficou recordada como a batalha de Glasgow pela entrega de ambas as equipas. O equilíbrio de forças pendeu para o Atlético quando José Gárate abriu o marcador aos 77 minutos. Adelardo Rodríguez confirmou depois a primeira presença numa final da Taça dos Campeões.

Atlético 4-2 Valência, meia-final da UEFA Europa League 2011/12
Diego Simeone havia tomado conta em Janeiro de 2012 de uma equipa do Atlético em convulsão e protagonizou um incrível renascimento. Este jogo selou-o, com uma incrível exibição atacante a representar um passo enorme rumo à primeira de muitas finais sob o comando do argentino. O Atleti ganhou a segunda mão por 1-0.

Atlético 4-1 Milan, oitavos-de-final da UEFA Champions League 2013/14
Sulley Muntari, do Milan, fora imprudente ao desejar que a sua equipa defrontasse o Atlético nos oitavos-de-final. Acabou por ter de engolir as palavras com os homens de Simeone, liderados por um insaciável Diego Costa, a marcarem quatro golos ao sete vezes campeão europeu.

Os dois golos de Griezmann, pelo Atlético, ao Barcelona
Os dois golos de Griezmann, pelo Atlético, ao Barcelona

Atlético 2-0 Barcelona, quartos-de-final da UEFA Champions League 2015/16 
O Atleti havia eliminado o Barça dois anos antes mas repetir esse feito foi ainda mais impressionante dando a volta à derrota por 2-1 na primeira mão com golo em ambas as partes de Antoine Griezmann. “Eliminámos a melhor equipa do mundo na última década e, possivelmente, de todos os tempos”, disse Simeone. “E fizemo-lo por duas vezes”.

O que se segue?

A partir da próxima temporada, o Atlético irá disputar os seus jogos em casa no Metropolitano, a 16 quilómetros do Calederón, a nordeste da capital. A nova arena tem capacidade para 67.000 pessoas e, ao contrário do seu antecessor, terá uma cobertura para aquelas noites chuvosas em Madrid. É um dos estádios candidatos a receber a final da UEFA Champions League em 2019.

Sabia que?

• O Atlético é a única equipa a ter vencido a Taça Intercontinental, percursora do Campeonato do Mundo de Clubes da FIFA sem ter vencido a sua competição a nível continental. O Bayern prescindiu dessa possibilidade após ter ganho a Taça dos Campeões Europeus em 1974 pelo que o finalista vencido, Atleti competiu no seu lugar. Derrotado na primeira mão pelo Independiente por 1-0, a equipa espanhola ganharia por 2-0 no Calderón. 

©Getty Images

• Em 1981, o presidente do Atlético, Alfonso Cabeza aconselhou os adeptos a não comparecerem no derby de Madrid, no Santiago Bernabéu. Em vez disso, convidou-os a irem ao Calderón, a ouvir o relato do jogo na rádio e a comer tortilha e batatas. Cerca de 10.000 compareceram à festa e devem ter ficado contentes por terem optado por ficar no outro lado da cidade, pois a sua equipa perdeu por 2-0.

©Getty Images
©Getty Images
©Getty Images
©Getty Images
©Getty Images
©Getty Images
©Getty Images
©Getty Images
©Getty Images
Topo