O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
A partir de 25 de Janeiro, o UEFA.com já não vai suportar o Internet Explorer.
Para obter a melhor experiência possível, recomendamos que use Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Atlético vence Leicester pela margem mínima

Um golo de grande penalidade de Antoine Griezmann a meio da primeira parte valeu a magra vitória do Atlético na recepção ao Leicester.

See how Griezmann penalty gave Atlético first-leg lead
See how Griezmann penalty gave Atlético first-leg lead

Um golo de grande penalidade de Antoine Griezmann ditou a vitória por 1-0 do Atlético Madrid sobre o Leicester na primeira mão dos quartos-de-final da UEFA Champions League, em jogo disputado na capital espanhola.

Numa primeira parte de forte pressão “colchonera” e em que a estratégia das “raposas” de jogar um futebol vertical acabou por ser favorável aos homens de Diego Simeone, foi num lance polémico – numa fase em que os ingleses procuravam crescer no jogo – que os espanhóis fixaram o resultado ao intervalo.

Cientes de que a segunda mão não será um passeio, os jogadores do Atlético não se pouparam a esforços e, decorrido o quarto minuto, Koke acertou no poste direito num remate de fora da área.

Compactos a defender, os ingleses apostavam em saídas rápidas para o contra-ataque à procura de Jamie Vardy mas, paradoxalmente, essa estratégia acabou por resultar para os locais, quando Antoine Griezmann arrancou do meio-campo defensivo e acabou derrubado por Marc Albrighton.

O árbitro assinalou penalty e o internacional francês fez então o golo inaugural, após o que, aos 37 minutos, Koke voltou a tentar a sorte de fora da área, desta vez com a bola a passar perto da poste esquerdo da baliza de Kasper Schmeichel.

Do banco de suplentes do Atlético o guarda-redes André Moreira viu Robert Huth ser o primeiro a falhar o jogo da segunda mão quando viu o cartão amarelo (57) e logo depois Fernando Torres escorregar na grande área quando preparava o remate sem oposição.

Com um novo desenho e estabilidade a meio-campo, continuava a faltar bola ao Leicester que, assim, mantinha-se sob domínio da ambição espanhola que, no entanto, não bastou para construir um resultado mais volumoso contra um estreante nos quartos-de-final da prova.

Figura: Antoine Griezmann (Atlético)
Num jogo muito exigente do ponto de vista físico, soube aproveitar a única ocasião em que teve espaço para rapidamente chegar à área do Leicester antes de sofrer a falta que ditou a grande penalidade.

Momento: Francês faz a diferença
Carregado por Albrighton aos 27 minutos, Griezmann foi o escolhido para marcar o penalty, enganando Schmeichel e fazendo o único golo da partida.

Craig Shakespeare, treinador do Leicester
Claro que ainda estamos vivos. Queremos continuar em prova mas sabemos que nos espera um desafio muito complicado. Vai ser difícil, mas em casa conseguimos alcançar resultados muito bons. Os adeptos apreciam verdadeiramente as noites da Champions League e apoiam-nos de uma forma incrível. No entanto, termos de criar mais oportunidades do que hoje.