Leicester precisa da ajuda do factor-casa ante o Sevilha

Motivado por um golo fora perto do fim na primeira mão, o Leicester espera ter mais uma noite histórica nesta sua época de estreia na UEFA Champions League quando receber o Sevilha.

Kasper Schmeichel quer ajudar o Leicester rumo à quarta vitória seguida em casa na prova
Kasper Schmeichel quer ajudar o Leicester rumo à quarta vitória seguida em casa na prova ©Getty Images

O Leicester City FC espera ter mais uma noite histórica nesta sua época de estreia na UEFA Champions League quando receber o Sevilla FC na segunda mão dos oitavos-de-final.

• Os campeões ingleses reacenderam as suas esperanças de seguirem em frente na prova graças ao primeiro golo de Jamie Vardy na UEFA Champions League, em Sevilha. A turma da casa vencia, então, por 2-0, graças a golos de Palo Sarabia e Joaquín Correa, que na primeira parte tinha já permitido a defesa a Kasper Schmeichel na transformação de uma grande penalidade.

• Esse foi o derradeiro jogo de Claudio Ranieri ao leme do Leicester, tendo sido demitido no dia seguinte.

• Estreantes na prova, os ingleses chegaram a esta fase da competição depois de terem vencido o Grupo G, enquanto o Sevilha, que derrotou o Liverpool FC na final da época passada da UEFA Europa League, garantiu o lugar nos oitavos-de-final da prova pela terceira vez na última década na prova ao terminar no segundo posto do Grupo H, atrás da Juventus.

Retrospectiva

Leicester
• O Leicester tem um registo caseiro 100 por cento vitorioso na competição desta época, após bater o FC Porto (1-0), FC København (1-0) e Club Brugge KV (2-1) na fase de grupos.

• O campeão inglês ganhou apenas um das suas anteriores eliminatórias europeias a duas mãos – 7-2 (total) ante o Glenavon FC na fase preliminar da Taça dos Vencedores das Taças de 1961/62.

• Duas das três anteriores campanhas europeias do Leicester terminaram frente a um adversário espanhol. O Club Atlético de Madrid eliminou-o tanto na segunda eliminatória da Taça dos Vencedores das Taças de 1961/62 (1-1 c, 0-2 f) como na primeira eliminatória da Taça UEFA de 1997/98 (1-2 f, 0-2 c).

• A acima referida eliminação de 1997 ante o Atlético constitui a única anterior ocasião em que o Leicester se viu derrotado fora de portas na primeira mão de uma eliminatória de provas da UEFA.

• O Leicester nunca esteve envolvido num desempate por penalties nas provas de clubes da UEFA.

Sevilha
• A formação orientada por Jorge Sampaoli tenta atingir os quartos-de-final da mais importante prova europeia de clubes pela primeira vez desde a sua época de estreia na Europa, em 1957/58. Na altura viu-se afastado nesses quartos-de-final devido a uma pesada derrota frente ao Real Madrid CF, que acabaria por erguer o troféu (0-8 f, 2-2 c).

• O Sevilha saiu derrotado das suas duas anteriores presenças em oitavos-de-final da UEFA Champions League – frente ao Fenerbahçe SK, em 2008 (5-5 no total das duas mãos, 2-3 nos penalties) e frente ao PFC CSKA Moskva, em 2010 (2-3 no total das duas mãos).

• O Sevilha perdeu apenas um de sete jogos europeus fora de casa em 2016 (2V, 4E). Não sofreu golos em nenhum dos três jogos do Grupo H, tendo vencido no terreno do GNK Dinamo Zagreb (1-0) e empatado na casa da Juventus e do Olympique Lyonnais (ambos 0-0).

• A formação da Andaluzia nunca ganhou em Inglaterra (2E, 2D). Na fase de grupos da última época esteve a vencer 1-0 na visita ao Manchester City FC, graças a um golo de Yevhen Konoplyanka, mas acabou por perder mercê de um autogolo de Adil Rami e de um tento de Kevin De Bruyne aos 91 minutos.

• O seu único anterior embate a duas mãos com uma formação inglesa resultou num triunfo por 4-3 no total dos dois jogos (2-1 c, 2-2 f) sobre o Tottenham Hotspur FC nos quartos-de-final da Taça UEFA 2006/07.

• O Sevilha bateu o Liverpool por 3-1 na final da época passada da UEFA Europa League, em Basileia, e derrotou também o Middlesbrough FC por 4-0 na final de 2006 da Taça UEFA.

• O Sevilha só não seguiu em frente em uma das 18 eliminatórias de competições da UEFA em que venceu em casa o jogo da primeira mão. Essa excepção aconteceu ante o 1. FC Kaiserslautern, na terceira eliminatória da Taça UEFA de 1982/83 (1-0 em casa, 0-4 fora). Nesses 17 apuramentos estão incluídas duas ocasiões em que o Sevilha também venceu o jogo da primeira mão em sua casa por 2-1; nessas duas vezes, o resultado do jogo da segunda mão foi, depois, 2-2: no acima referido embate de 2007 com o Tottenham e ainda contra o FC Zenit, nos quartos-de-final da UEFA Europa League de 2014/15.

• O registo do Sevilha nos desempates por grandes penalidades nas provas da UEFA é de 5V, 1D:
4-3 - PAOK FC (primeira eliminatória da Taça UEFA de 1990/91)
3-1 - RCD Espanyol (final da Taça UEFA de 2006/07)
2-3 - Fenerbahçe SK (oitavos-de-final da UEFA Champions League de 2007/08)
4-3 - Real Betis Balompié (oitavos-de-final da UEFA Europa League de 2013/14)
4-2 - SL Benfica (final da UEFA Europa League de 2013/14)
5-4 - Athletic Club (quartos de final da UEFA Europa League de 2015/16)

Ligações entre jogadores e treinadores
• Steven N'Zonzi defrontou o Leicester por três vezes como jogador do Stoke City FC (2V 1D).

• Samir Nasri venceu os dois jogos em que alinhou pelo Manchester City FC frente ao Leicester, ambos fora de casa.

• Leonardo Ulloa saltou por duas vezes do banco para defrontar o Sevilha ao serviço do UD Almería em 2010/11, na Liga espanhola – numa vitória por 3-1 fora de portas, em Dezembro de 2010, e numa derrota caseira, por 1-0, em Maio do ano seguinte.

• Wilfred Ndidi marcou em casa e fora frente a outra equipa espanhola, o Athletic Club, ao serviço do seu anterior clube, o KRC Genk, na fase de grupos desta época da UEFA Europa League.

• Stevan Jovetić marcou a Kasper Schmeichel pelo Montenegro, na derrota por 2-1 na Dinamarca, num amigável em Junho de 2015. Pela Fiorentina bisou ante o Liverpool num triunfo na fase de grupos da UEFA Champions League (2-0) em 2009/10.

• Jovetić não defrontou o Leicester nas duas épocas em em jogou nos ingleses do Man. City (2013–15, 30 jogos na Liga, oito golos).

• Christian Fuchs marcou num triunfo por 4-3 do FC Schalke 04 no terreno do Real Madrid, nos oitavos-de-final de 2014/15, embora o Schalke tenha sido eliminado com um total de 5-4 no conjunto das duas mãos.

• Daniel Carriço disputou três jogos na Premier League com a camisola do Reading FC em 2012/13.

• Jogaram juntos:
Steven N'Zonzi & Robert Huth (Stoke City, 2012–14)

• Colegas nas selecções:
Michael Krohn-Dehli e Kasper Schmeichel (Dinamarca)