O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

City bate Mónaco em hino ao futebol com oito golos

Com Sergio Agüero e Radamel Falcao a bisarem num jogo com oito golos, o Manchester City reagiu a tempo e deu a volta ante um Mónaco que chegou a assustar.

Watch all eight goals! See how Man. City beat Monaco in a classic
Watch all eight goals! See how Man. City beat Monaco in a classic

Sergio Agüero e Radamel Falcao bisaram no frenético duelo no City of Manchester Stadium, na primeira mão dos oitavos-de-final da UEFA Champions League, ganho pelo Manchester City por 5-3 frente ao Mónaco de Leonardo Jardim.

Duas falhas de concentração do guarda-redes e defesa dos ingleses permitiu ao Mónaco construir uma reviravolta, após a imaginação de Leroy Sané ter colocado Raheem Sterling a festejar o golo inaugural.

Com Kamil Glick, e mais tarde também Sterling, a serem os primeiros a saber que ficariam de fora na segunda mão devido a terem sido admoestados com o cartão amarelo, o City chegou à vantagem depois e várias ameaças, num lance em que o extremo surgiu na emenda na cara de Danijel Subašić.

Com um percurso de sucesso diante de equipas inglesas - bateu o Tottenham na fase de grupos e, há dois anos, nesta mesma fase, eliminou o Arsenal – a equipa de Leonardo Jardim aproveitou dois fatalismos para começar, também, a causar problemas ao City.

Primeiro numa má reposição de Willy Caballero que Fabinho, após recuperar e combinar com Bernardo Silva, transformou em cruzamento para o mergulho vitorioso de Radamel Falcao.

Kylian Mbappé deixou um primeiro aviso num remate – a aproveitar rápida reposição de Subašić – sobre a barra antes de surgiu na cara do guardião contrária, após um livre cobrado do meio-campo por Fabinho, e fazer o 1-2.

Falcao queria ser protagonista, mas Caballero adiou-lhe os festejos ao defender o penalty logo a abrir uma segunda parte com um início frenético em que Sergio Agüero aproveitou a má intervenção de Subašić para repor a igualdade.

No banco do Mónaco, João Moutinho viu o internacional colombiano ressurgir no jogo e, após driblar na área John Stones, fez um magnífico “chapéu” a Caballero, voltando a desequilibrar o marcador, mas com o City sem margem para descansar, voltou a emergir Agüero e o 3-3 aconteceu.

Com os monegascos a perder fulgor, novo canto ditou a reviravolta para os ingleses, com Stones a desviar no segundo poste a bola batida por De Bruyne a que Touré dera uma nova trajectória.

O melhor City do jogo fez surgir Agüero e Sané na área, com o segundo, sem oposição, a fazer o quinto golo dos ingleses.

Figura: Sergio Agüero (Man. City)
Com dois golos cirúrgicos (58 e 71 minutos), o avançado argentino recuperou a equipa inglesa para um jogo que ameaçava ter contornos de derrota e acabou a fazer a assistência para Sané fazer o quarto golo dos “citizens” na segunda parte.

Momento: Minuto 48
A grande penalidade que resultou do derrube de Nicolás Otamendi a Falcao, a abrir a segunda parte, abria a porta a uma inusitada vantagem de dois golos por parte do Mónaco, mas Caballero negou-o ao colombiano e depois Agüero e companhia deram-lhe a melhor sequência.

Pep Guardiola, treinador do Manchester City: “Aconteceram muitas coisas e tudo está em aberto na eliminatória. Jogámos contra uma equipa incrível e estou muito feliz com o resultado porque ainda estamos vivos. Para muitos dos meus jogadores esta foi a primeira experiência na Champions League. O Mónaco tem mais história que nós na prova e precisamos de passar por estas situações para melhorar. Nunca desistimos”.

Leonardo Jardim, treinador do Mónaco:
"A primeira coisa que tenho a dizer é que este foi um dos jogos mais incríveis desta época na Champions League. Foi fantástico para os adeptos pois terão ficado contentes por verem atacantes de tanta qualidade e oito golos. Penso que o Mónaco jogou muito bem e dei os parabéns aos meus jogadores. Cometemos alguns erros na defesa e penso que o ponto de viragem foi quando falhámos o penalty que daria o 3-1.