Porto aproxima-se do Benfica, Mónaco no topo

Num fim-de-semana em que o Porto se aproximou do Benfica no campeonato, a invencibilidade interna do Real Madrid terminou e o Mónaco é o novo líder em França. Já Cristiano Ronaldo igualou um recorde e Bernardo Silva bisou.

O Sevilha recuperou de desvantagem e venceu o Real Madrid no domingo
O Sevilha recuperou de desvantagem e venceu o Real Madrid no domingo ©Getty Images

DOMINGO
Sevilha
2-1 Real Madrid
(Ramos ag 85, Jovetić 90+2; Ronaldo 67pen)
O registo de invencibilidade do Real Madrid em Espanha chegou ao fim após uma reviravolta tardia, que ditou a derrota dos "merengues" depois de 41 jogos em todas as competições. Cristiano Ronaldo colocou os visitantes em vantagem graças à sua 56ª grande penalidade na Liga espanhola – igualando a marca de Hugo Sánchez – mas um autogolo de Sergio Ramos à beira do fim fez o empate. Coube a Stevan Jovetić, já nos descontos, completar a recuperação do Sevilha, que assim fica a um ponto do líder Real Madrid, que tem um jogo a menos.

Fiorentina 2-1 Juventus (Kalinić 37, Badelj 54; Higuaín 58)
A Juventus perdeu pela primeira vez desde o final de Novembro, dando nova emoção à luta pelo título da Serie A, com o campeão a ceder perante os golos dos croatas Nikola Kalinić e Milan Badelj. Gonzalo Higuaín respondeu com o seu 13º golo no campeonato, mas foi insuficiente para impedir a Juve de ficar com apenas um ponto de vantagem no topo, ainda que tenha um jogo a menos.

O Manchester City foi goleado em casa do Everton
O Manchester City foi goleado em casa do Everton©AFP/Getty Images

Everton 4-0 Manchester City (Lukaku 34, Mirallas 47, Davies 79, Lookman 90+4)
Os pupilos de Josep Guardiola sofreram novo revés na luta pelo título da Premier League, agora em Goodison Park, com dois jovens a marcarem pela primeira vez no principal escalão inglês. Romelu Lukaku inaugurou o marcador na primeira parte e Kevin Mirallas dilatou a vantagem logo a abrir o segundo período. Tom Davies, dos escalões de formação, e o estreante Ademola Lookman selaram a goleada. Desta forma, o Manchester City continua no quinto posto, agora a dez pontos do líder Chelsea.

Porto 3-0 Moreirense (Óliver Torres 30, André Silva 42, Marcano 62)
André Silva marcou pela sexta vez em seis jogos, com o Porto, segundo classificado, a somar a primeira vitória em 2017. O empate do Benfica no sábado permitiu à equipa de Nuno Espírito Santo ficar a quatro pontos do líder.

Nápoles 3-1 Pescara (Tonelli 47, Hamšík 49, Mertens 85; Caprari 90+4pen)
Lorenzo Tonelli marcou pela segunda jornada consecutiva e Marek Hamšík apontou o seu 106º golo pelos napolitanos, ficando mais perto do recordista Diego Maradona (115). O extremo Dries Mertens, a atravessar excelente momento de forma, fechou as contas do jogo com o seu 50º golo pela equipa de Maurizio Sarri, todas as competições incluídas.

Marselha 1-4 Mónaco (Rolando 28; Lemar 15, Falcao 21, Bernardo Silva 45 56)
O goleador Mónaco somou mais uma vitória dilatada, subindo assim ao primeiro lugar da Ligue 1, juntamente com o Nice, mas com vantagem para o emblema do principado, graças à diferença de golos superior mercê dos 60 golos marcados em 20 jogos. A equipa de Leonardo Jardim, que teve Bernardo Silva em destaque (dois golos), só não marcou uma vez até ao momento, precisamente na visita ao Nice, em Setembro.

SÁBADO
Swansea 0-4 Arsenal (Giroud 37, Cork og 54, Naughton ag 67, Alexis Sánchez 73)
Olivier Giroud marcou pelo quinto jogo consecutivo e os "gunners" somaram os três pontos frente a uma equipa do Swansea orientada por Paul Clement, antigo adjunto do Bayern. Dois autogolos na segunda parte deram margem de manobra aos visitantes, antes de Alexis Sánchez selar uma óptima exibição individual com o quarto e último golo.

Barcelona 5-0 Las Palmas (Luis Suárez 14 57, Messi 52, Arda Turan 59, Aleix Vidal 80)
Luis Suárez bisou e Lionel Messi facturou pelo sétimo jogo seguido, na goleada caseira do Barcelona. A dupla contabiliza agora 14 golos cada nesta edição da Liga espanhola, cabendo a Arda Turan e Aleix Vidal marcarem os restantes golos, este último na sua estreia a marcar pelo clube. Antes dos jogos de domingo, o Barcelona ocupa o segundo posto e reduziu para dois pontos a distância que o separa do líder Real Madrid.

Benfica 3-3 Boavista (Mitroglou 41, Jonas 53pen Fábio Espinho ag 67; Iuri Medeiros 14, Lucas 20, Schembri 25)
A série de oito vitórias consecutivas das "águias" chegou ao fim, mas durante algo tempo parecia que o desfecho ia ser muito pior para o líder da Liga portuguesa, que aos 25 minutos já perdia por 3-0. O quarto golo de Jonas em igual número de partidas em 2017 ajudou a reduzir para 3-2, antes de Fábio Espinho desviar para a própria baliza e fazer o empate final.

Rennes 0-1 Paris Saint-Germain (Draxler 39)
Prossegue o excelente início de carreira de Julian Draxler no Paris, já que o criativo alemão assinalou a sua estreia na Ligue 1 com um belo golo na primeira parte. O conjunto parisiense não marcou mais mas também não pareceu em risco de sofrer o empate, naquele que foi apenas o seu segundo triunfo nas últimas cinco jornadas. O Paris igualou, à condição, o Mónaco no segundo lugar, a dois pontos do líder Nice.

Atlético Madrid 1-0 Real Betis (Gaitán 8)
O tento madrugador de Nicolás Gaitán fez a diferença, com a equipa de Diego Simeone a alcançar a terceira vitória seguida na Liga espanhola. O golo culminou um início fulminante dos anfitriões, que depois passaram muito tempo a jogar mais recuados, conservando a vantagem.

Leicester 0-3 Chelsea (Alonso 6 51, Pedro Rodríguez 71)
A esperança de o Leicester somar o terceiro jogo consecutivo sem perder no campeonato, que seria uma novidade nesta edição, caiu por terra bem cedo frente ao Chelsea. Apostando num inédito 3-5-2, os anfitriões tiveram uma oportunidade madrugadora, através de Ahmed Musa, mas após Marcos Alonso marcar, o vencedor do encontro praticamente não esteve em dúvida.

Pausa de Inverno: Bayern Munique, Borussia Dortmund e Bayer Leverkusen.