O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Bayern recebe Arsenal em duelo de gigantes

O Arsenal foi sempre eliminado nos oitavos-de-final nas seis últimas seis épocas e se quiser terminar com esta série negra vai ter de bater o Bayern, equipa que o afastou nesta fase em 2013 e 2014.

O Arsenal foi vítima de Thomas Müller em várias ocasiões
O Arsenal foi vítima de Thomas Müller em várias ocasiões ©AFP/Getty Images

O Arsenal FC não ultrapassa os oitavos-de-final desde 2009/10 e se quiser terminar esta série negra vai ter de bater o velho rival FC Bayern München, equipa que afastou o conjunto de Londres por duas vez nesta fase da competição em anos recentes.

Confrontos anteriores
• As duas equipas já se defrontaram dez vezes, todas depois de 2000/01. O clube alemão venceu cinco jogos e os ingleses três, sendo que o Bayern afastou o Arsenal nos oitavos-de-final em 2004/05, 2012/13 e 2013/14.

• Na fase de grupos da época passada o Arsenal venceu o Bayern por 2-0 no norte de Londres graças aos golos de Olivier Giroud e Mesut Özil.

• No entanto, os germânicos triunfaram por 5-1 em Munique, com golos de Thomas Müller (2), David Alba e Arjen Robben nos autores dos golos. Giroud voltou a marcar pelo Arsenal.

• As equipas alinharam da seguinte forma em Munique a 4 de Novembro de 2015:
Bayern: Neuer, Lahm, Boateng (Benatia 68), Javi Martínez, Alaba, Xabi Alonso, Thiago, Müller, Douglas Costa, Coman (Robben 54), Lewandowski (Vidal 71).

Arsenal: Čech, Debuchy, Mertesacker, Gabriel, Monreal, Santi Cazorla (Chambers 87), Coquelin, Campbell (Gibbs 59), Özil, Alexis Sánchez, Giroud (Iwobi 85).

O Arsenal empatou 1-1 na Fußball Arena München na segunda mão dos oitavos-de-final de 2013/14, quando Lukas Podolski, a defrontar a sua antiga equipa, fez o tento da igualdade depois de Bastian Schweinsteiger ter dado vantagem aos anfitriões. O Arsenal foi eliminado por ter perdido 2-0 em casa num encontro em que Müller fez um dos golos.

• As equipas alinharam da seguinte forma, em Munique, a 11 de Março de 2014:
Bayern: Neuer, Lahm, Javi Martínez, Dante, Alaba, Robben, Schweinsteiger, Thiago, Ribéry (Müller 85), Götze (Kroos 59), Mandžukić.
Arsenal: Fabiański, Sagna, Mertesacker, Koscielny, Vermaelen, Arteta (Gnabry 77), Özil (Rosický 46), Cazorla, Podolski, Oxlade-Chamberlain (Flamini 84), Giroud.

• Na mesma ronda na época anterior, os “gunners” ganharam por 2-0 na Alemanha com golos de Giroud e Laurent Koscielny, mas foram eliminados devido aos tentos marcados fora, tendo perdido por 3-1 em casa e Müller de novo entre os marcadores.

• Os outros dois desafios na Baviera resultaram em dois triunfo do Bayern na fase de grupos de 2004/05 (3-1) e na segunda fase de grupos de 2000/01 (1-0).

Retrospectiva do jogo

Bayern
• Este é o 17º encontro do Bayern com adversários ingleses nas últimas cinco épocas. Os bávaros ganharam os últimos três jogos em casa, mas, antes disso, estiveram quatro jogos sem vencer em Munique, incluindo a derrota com o Chelsea FC no desempate por grandes penalidades na final de 2012.

• O registo total do Bayern em casa com equipas inglesas é de V13 E6 D3.

• O Bayern foi eliminado sob o comando de Josep Guardiola nas meias-finais da UEFA Champions League nas últimas três épocas, tendo sido afastado pelo Club Atlético de Madrid na campanha passada devido aos golos marcados fora.

• O Bayern eliminou a Juventus (2-2 f, 4-2 c) nesta ronda da temporada transacta. A sua derradeira derrota nos oitavos-de-final aconteceu em 2010/11, quando o FC Internazionale Milano se impôs devido aos golos fora (0-1 c, 3-2 f).

• O Bayern somou 15 vitórias consecutivas em casa na UEFA Champions League – recorde da prova –, incluindo três na época corrente.

Arsenal
• Os “gunners” venceram o Grupo A com dois pontos de vantagem sobre o Paris Saint-Germain e sem derrotas fora (V2 E1). Também não perderam em Londres e, na última vez que venceram o grupo invictos (2005/06), chegaram até à final.

• O Arsenal foi eliminado nos oitavos-de-final nas últimas seis épocas. Em 2015/16 perdeu por um total de 5-1 frente ao FC Barcelona (0-2 c, 1-3 f).

• O Arsenal perdeu três dos últimos sete jogos europeus fora. Antes disso, averbou apenas duas derrotas em 11 jogos.

• O conjunto de Londres sofreu dois desaires e um empate nas últimas três visitas à Alemanha; nas cinco anteriores conseguiram três vitórias e dois empates.

• O registo do Arsenal frente a clubes alemães em jogos fora é de V5 E5 D7; o total é de V16 E6 D12.

Ligações entre treinadores e jogadores
• Petr Čech defrontou por oito vezes o Bayern (V3 E1 D4) ao serviço de Sparta Praga, Chelsea e Arsenal. O seu momento de maior glória aconteceu no triunfo do Chelsea na final da UEFA Champions League de 2012 na Fußball Arena München. Čech defendeu uma grande penalidade de Arjen Robben no prolongamento, num jogo em que Müller tinha dado vantagem ao Bayern a sete minutos do fim do tempo regulamentar.

• Carlo Ancelotti treinou Čech no Chelsea de 2009 a 2011. Juntos venceram a Premier League e a Taça de Inglaterra em 2009/10.

• Mesut Özil marcou quatro golos em 15 encontros frente ao Bayern.

• Robben marcou dois golos em 12 duelos com o Arsenal ao serviço de PSV, Chelsea e Bayern (V7 E4 D1).

• Xabi Alonso defrontou o Arsenal por 13 vezes com a camisola do Liverpool FC (V4 E4 D5) e apontou dois tentos.

• Jérôme Boateng jogou na época de 2010/11 no Manchester City FC.

• Granit Xhaka fazia parte da equipa do Basileia que foi goleada por 7-0 no terreno do Bayern na segunda mão dos oitavos-de-final de 2011/12; Robben bisou nesse encontro.

• Xhaka defrontou por oito vezes o Bayern quando jogava no VfL Borussia Mönchengladbach (V2 E3 D3).

• Francis Coquelin jogou na época de 2013/14 por empréstimo no SC Freiburg.

• Na primeira mão da meia-final de 2012/13, Lewandowski apontou os quatro golos do Borussia Dortmund no triunfo por 4-1 sobre o Real Madrid de Özil.

• Müller marcou três golos e Robben outros dois ao Barcelona de Alexis Sánchez no triunfo por um total de 7-0 (4-0 c, 3-0 f) nas meias-finais da UEFA Champions League de 2012/13.

• Theo Walcott marcou na derrota do Arsenal, por 2-1, frente ao FC Shakhtar Donetsk, de Douglas Costa, na fase de grupos de 2010/11.

• Müller marcou no triunfo da Alemanha, por 2-1, num encontro particular disputado em Paris a 6 de Fevereiro de 2013 frente à França. Franck Ribéry, Koscielny e Giroud actuaram pelos gauleses, enquanto Philipp Lahm e Özil jogaram pelos visitantes.

• Giroud marcou pela França no triunfo, por 2-1, no amigável disputado em Bremen a 29 de Fevereiro de 2012 frente a uma selecção da Alemanha que contou com Jérôme Boateng, Özil, Müller e Manuel Neuer. Ribéry também jogou pelos forasteiros.

• Sánchez marcou no triunfo do Chile, por 2-0, sobre o Brasil de Diego Costa, a 8 de Outubro de 2015, num encontro de qualificação para o Campeonato.

• Jogaram juntos:
Mesut Özil, Shkodran Mustafi e Manuel Neuer, Boateng, Thomas Müller, Mats Hummels, Joshua Kimmich e Lahm (Alemanha)
Santi Cazorla, Nacho Monreal e Javi Martínez, Juan Bernat, Thiago Alcántara e Alonso (Espanha)
Mathieu Debuchy, Giroud, Koscielny, Kingsley Coman e Ribéry (França)
Sánchez e Arturo Vidal (Chile)
Özil e Xabi Alonso (Real Madrid 2010–13)
Sánchez e Thiago Alcántara (Barcelona 2011–13)
Čech e Robben (Chelsea 2004–07)

Factos do jogo

Bayern 
• Lahm e Boateng terão de cumprir um jogo de castigo quando virem o próximo cartão amarelo.

• O Bayern está há 11 jogos invicto, tendo somado dez vitórias, desde a derrota por 3-2 com o FC Rostov na quinta jornada.

• A equipa de Carlo Ancelotti vai receber o FC Schalke 04 nos quartos-de-final da Taça da Alemanha a 1 de Março.

• Lahm anunciou a 7 de Fevereiro que vai terminar a carreira no final da época, apesar de ter contrato com o clube até ao Verão de 2018.

• Ribéry (ausente desde 31 de Janeiro devido a uma lesão nos gémeos) falhou os dois últimos encontros do Bayern. Boateng não joga desde que foi operado ao músculo peitoral a 20 de Dezembro.

• Lewandowski, que foi eleito jogador polaco do ano pelo sexto ano consecutivo a 4 de Fevereiro, marcou 30 golos em 33 jogos pelo clube e pela selecção neste período.

• Lewandowski (até 2021), Rafinha (2018) e Robben (2018) renovaram contrato com o Bayern após a sexta jornada.

• Niklas Süle e Sebastian Rudy, internacionais alemães do TSG 1899 Hoffenheim, vão passar a representar o Bayern a 1 de Julho.

Alterações nos jogadores inscritos na UEFA Champions League
• Entradas: Christian Früchtl
• Saídas: Holger Badstuber, Julian Green

Arsenal
• O Arsenal venceu oito dos 13 jogos disputados desde a sexta jornada, tendo sofrido quatro derrotas.

• Danny Welbeck foi pela primeira vez titular desde 8 de Maio de 2016, e após uma operação ao joelho, tendo marcado dois golos no triunfo por 5-0 sobre o Southampton FC no encontro da Taça de Inglaterra a 28 de Janeiro.

• Theo Walcott fez um “hat-trick”, o quinto pelos “gunners”, frente ao Southampton.

• O Arsenal defrontar a 20 de Fevereiro o Sutton United FC, do quinto escalão, na quinta eliminatória da Taça de Inglaterra.

• Aaron Ramsey vai ficar três semanas afastado dos relvados devido ao estiramento nos gémeos sofrido na derrota por 2-1 na recepção ao Watford FC, a 31 de Janeiro.

• Héctor Bellerín foi substituído devido à lesão sofrida na cabeça quando tentava evitar o primeiro golo do Chelsea FC na derrota por 3-1 dos “gunners”, em Stamford Bridge, a 4 de Fevereiro. No entanto, cumpriu os 90 minutos no triunfo de sábado sobre o Hull City AFC, por 2-0.

Alterações nos jogadores inscritos na UEFA Champions League
• Entradas: Ryan Huddart, Per Mertesacker, Reiss Nelson, Danny Welbeck
• Saídas: Chuba Akpom, Krystian Bielik, Marc Bola, Aaron Eyoma, Kaylen Hinds, Carl Jenkinson, Stephy Mavididi, Tyrell Robinson, Gedion Zelalem

UEFA faz novo donativo de €100.000 ao CICV
A UEFA vai assinalar uma década de ajuda às vítimas das minas terrestres no Afeganistão na quarta-feira, quando Sergio Ramos, defesa do Real Madrid CF, entregar um cheque de €100.000 ao Comité Internacional da Cruz Vermelha (CICV).

"Gostaria de prestar homenagem ao CICV, que tem trabalhado de forma incansável para ajudar as vítimas de minas terrestres, muitas das quais são crianças. O programa que existe há vários anos no Afeganistão mostra que o futebol pode oferecer uma verdadeira esperança em tempos difíceis", afirmou o Presidente da UEFA, Aleksander Čeferin.

"Estou feliz por a UEFA poder ajudar esta causa e por o desporto que amamos ter um impacto positivo no processo de reabilitação de tantas pessoas nesta região problemática", acrescentou.

O donativo destina-se a apoiar o programa de reabilitação física do CICV para as vítimas de minas terrestres e outras pessoas portadoras de deficiência no Afeganistão, com a disponibilização de membros artificiais, fisioterapia, formação vocacional e acesso à equipa de futebol do centro de reabilitação. Cerca de um terço dos pacientes são crianças.

Sergio Ramos vai entregar o donativo a 15 de Fevereiro, no Estadio Santiago Bernabéu, em Madrid, antes do desafio da sua equipa frente ao SSC Napoli da primeira mão dos oitavos-de-final da UEFA Champions League.

"As pessoas que beneficiam do programa do CICV no Afeganistão constituem uma inspiração para nós, pois são um exemplo de como abordar a vida de forma positiva, apesar dos problemas que enfrentam", destacou o defesa do Real Madrid CF.

Sergio Ramos foi escolhido para entregar o cheque depois de ter sido o jogador mais votado na Equipa do Ano dos utilizadores UEFA.com, anunciada em Janeiro, tendo acrescentado que é "um privilégio" ser uma "fonte de motivação" para tantas pessoas.

"Eles nunca deixam de sonhar e lutam para tornar realidade os seus sonhos. Como figuras centrais deste desporto, é um verdadeiro privilégio para nós, jogadores de futebol, podermos ajudá-los e sermos uma fonte de motivação no dia-a-dia", afirmou.

Ao longo de uma parceria que dura há quase 20 anos, a UEFA doou mais de €3,5 milhões ao CICV para ajudar pessoas desfavorecidas em todo o Mundo. Mais de sete milhões de votos foram expressos para a escolha da Equipa do Ano 2016 dos utilizadores do UEFA.com. Mais informações sobre este prémio estão disponíveis online em pt.toty.uefa.com.