O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Leicester segura Copenhaga e garante empate

O Leicester continua na frente do Grupo G depois de mais um bom desempenho defensivo dos campeões ingleses ter negado o golo ao Copenhaga num empate 0-0 no Parken.

Highlights: København 0-0 Leicester
Highlights: København 0-0 Leicester

O Leicester City continua sem derrotas no Grupo G da UEFA Champions League e deu mais um passo rumo aos oitavos-de-final, ao empatar 0-0 na visita ao København.

Numa noite fria na capital dinamarquesa, os estreantes na prova, orientados por Claudio Ranieri, voltaram a não sofrer golos e somam agora dez pontos no grupo, mais três que o Porto. O Copenhaga é terceiro, com cinco, tendo desperdiçado a maior das situações de golo quando Andreas Cornelius viu o seu cabeceamento, no minuto 90, ser parado por Kasper Schmeichel, com Federico Santander a atirar por cima, na recarga.

Jogador-chave: Danny Drinkwater (Leicester)
As duas equipas lutaram muito, tendo-lhes faltado alguma inspiração numa noite em que o Leicester fez apenas um remate à baliza, pelo que o seu jogador mais decisivo foi Danny Drinkwater, o Senhor Fiabilidade, que equilibrou a equipa que conseguiu um ponto bem importante. Os protagonistas da época passada, Jamie Vardy e Riyad Mahrez, apenas fugazmente se mostraram na segunda parte, quando o Leicester chegou a criar alguns lances com perigo; Drinkwater, em contraste, foi uma figura central - como tem sido em toda a temporada.

"Déjà vu" para Schmeichel e Cornelius
Não ouve golos para os adeptos da casa festejarem, mas houve, no entanto, motivos de festejo para o representante dinamarquês que milita nos forasteiros, Schmeichel, que vai no quarto jogo seguido sem sofrer golos na prova. No relvado onde ele joga pela selecção nacional, Schmeichel foi espectacular na forma como negou o golo a Cornelius no último minuto, tal como acontecera há duas semanas em Leicester.

FCK desperdiça
Passaram dez anos e um dia desde a última vitória do FCK sobre um adversário inglês, na altura o Manchester United. Atento o seu grande registo em casa – 31 jogos sem perder – as esperanças eram naturalmente muitas, mas não conseguiram penetrar na defesa do Leicester, apesar dela se mostar vulnerável por vezes, em especial na primeira parte. No fim tratou-se de uma ocasião perdida por Ståle Solbakken, que precisava de ganhar para se manter a par do Porto.

A visão do repórter

Simon Hart (@UEFAcomSimonH)
Poucos serão os 3400 adeptos do Leicester que viajaram com a equipa que vão desejar rever os 90 minutos desde jogo quando regressarem a casa. Ranieri surpreendeu ao escolher Daniel Amartey e Jeffrey Schlupp, mais os três defesas-centrais com que o Leicester começou, sendo que tudo de pouco importa pois o Leicester cumpriu o seu objectivo. Continuam sem derrotas e podem garantir o apuramento se baterem o Club Brugge em casa no final do mês.

©AFP/Getty Images
©AFP/Getty Images
©AFP/Getty Images
©AFP/Getty Images
©AFP/Getty Images
©AFP/Getty Images