Combata a COVID-19 seguindo as indicações da Organização Mundial de Saúde e os cinco passos da FIFA para travar a propagação da doença.

1. Lavar as mãos 2. Tossir para o antebraço 3. Não tocar no rosto 4. Manter a distância física 5. Ficar em casa.
Mais informação >
 

Desforras: Respostas sonantes na quarta jornada

Com as equipas a medirem forças pela segunda vez em duas semanas, o UEFA.com recorda como muitas delas responderam à altura após derrotas pesadas na terceira jornada.

Reviravoltas memoráveis da quarta jornada
Reviravoltas memoráveis da quarta jornada

Vítimas de derrotas pesadas na terceira jornada, Manchester City, PSV, Légia e Ludogorets podem ganhar alento no facto de 14 equipas batidas por três ou mais golos numa terceira jornada da UEFA Champions League terem respondido à altura na quarta ronda. Eis sete desses exemplos.

Jornada 3: Chelsea 6-0 Maribor  
Jornada 4: Maribor 1-1 Chelsea  
Fase de grupos 2014/15
A participar na fase de grupos pela primeira vez em 15 anos, o Maribor empatou com Sporting e Schalke no arranque do Grupo G, mas a viagem a Stamford Bridge na terceira ronda revelou-se um pesadelo. Didier Drogba marcou o seu primeiro tento desde a final de 2012 e e ajudou à maior vitória do clube na UEFA Champions League win. No encontro na Eslovénia, o empate 1-1 foi o prémio para a batalhadora equipa de Ante Šimundža, contudo, a o ponto ganho deveu-se, em grande parte, ao facto de o guarda-redes Jasmin Handanovič ter defendido, perto do fim, um grande penalidade de Eden Hazard.

Jornada 3: Arsenal FC 5-1 FC Shakhtar Donetsk
Jornada 4: FC Shakhtar Donetsk 2-1 Arsenal FC 
Fase de grupos de 2010/11

O Shakhtar recebeu o Arsenal na Donbass Arena após uma clara derrota no norte de Londres e voltou a ver o adversário ganhar vantagem logo aos dez minutos em Donetsk, graças a um golo de Theo Walcott, mas tentos de Dmytro Chygrynskiy e do antigo "gunner" Eduardo permitiram à turma ucraniana dar um passo importante rumo a uma primeira presença nos oitavos-de-final.

Jornada 3: Chelsea FC 4-0 Real Betis Balompié
Jornada 4: Real Betis Balompié 1-0 Chelsea FC
Fase de grupos de 2005/06

Dani faz a festa depois de marcar ao Chelsea
Dani faz a festa depois de marcar ao Chelsea©Getty Images

O Bétis pagou caro a ineficácia demonstrada em Londres diante do Chelsea de José Mourinho, mas o seu técnico, Llorenç Serra Ferrer, não se deixou abater. "Se a minha equipa mostrar vontade de vencer poderá consegui-lo, independentemente do que se passou antes", afirmou. Dani mostrou que o seu treinador tinha razão, ao apontar o primeiro golo sofrido por Petr Čech nessa fase de grupos.

Jornada 3: AS Monaco FC 5-0 SK Sturm Graz
Jornada 4: SK Sturm Graz 2-0 AS Monaco FC
Fase de grupos de 2000/01

"Este resultado traz alguma serenidade à equipa e deixa aberta a porta da qualificação", afirmou o treinador do Mónaco, Claude Puel, após o claro triunfo sobre o Sturm Graz no Stade Louis II. Talvez tenha sido serenidade em demasia. Na Áustria, dois golos sem resposta de Markus Schopp ditaram o triunfo dos anfitriões.

Jornada 3: Rosenborg BK 6-1 Helsingborgs IF
Jornada 4: Helsingborgs IF 2-0 Rosenborg BK 
Fase de grupos de 2000/01

Os campeões noruegueses não tiveram problemas para bater os campeões suecos em Trondheim. Mas, na Suécia, tudo foi diferente, com a turma da casa a somar os seus primeiros pontos no grupo graças a um golo de Jesper Jansson e a um bis do brasileiro Álvaro, num jogo em que o Rosenborg terminou a partida reduzido a dez.

Jornada 3: FC Dynamo Kyiv 4-0 RSC Anderlecht
Jornada 4: RSC Anderlecht 4-2 FC Dynamo Kyiv
Fase de grupos de 2000/01

Goleado por 5-1 pelo Manchester United FC na primeira jornada, o Anderlecht sofreu nova pesada derrota na terceira jornada, então na Ucrânia. Mas a fúria belga fez-se, depois, sentir em Bruxelas, onde apesar de tudo o Dínamo ainda chegou a estar em vantagem.

Jornada 3: FC Bayern München  5-1 Paris Saint-Germain
Jornada 4: Paris Saint-Germain 3-1 FC Bayern München
Fase de grupos de 1997/98

Os jogadores do Paris festejam um dos golos do triunfo sobre o Bayern
Os jogadores do Paris festejam um dos golos do triunfo sobre o Bayern©Getty Images

O Bayern tinha vencido de forma categórica em Munique, mas tudo foi diferente em Paris. Markus Babbel ainda restabeleceu a igualdade após Franck Gava ter inaugurado o marcador para os anfitriões, mas Florian Maurice e Jérôme Leroy marcaram na segunda parte e garantiram a desforra dos pupilos de Ricardo Gomes.

Topo