Destaques da segunda jornada da fase de grupos

O Leicester sente-se em casa na UEFA Champions League, o Nápoles pode fazer história na próxima jornada e o Dortmund está destinado a um futuro brilhante: eis os nossos destaques da semana.

As melhores fotos da segunda jornada ©Getty Images

O que pensa das nossas escolhas? Quais são os seus destaques? Diga-nos o que pensa usando #UCL em @ChampionsLeague

Grupo A
Ludogorets 1-3 Paris Saint-Germain
Arsenal 2-0 Basileia

Grupo B
Beşiktaş 1-1 Dínamo Kiev
Nápoles 4-2 Benfica

Grupo C
Mönchengladbach 1-2 Barcelona 
Celtic 3-3 Manchester City

Grupo D
Atlético 1-0 Bayern
Rostov 2-2 PSV Eindhoven

Grupo E
Mónaco 1-1 Leverkusen
CSKA Moscovo 1-1 Leverkusen

Grupo F
Dortmund 2-2 Real Madrid
Sporting 2-0 Legia

Grupo G
Leicester 1-0 Porto
Copenhaga 4-0 Club Brugge

Grupo H
Sevilha 1-0 Lyon
Dínamo Zagreb 0-4 Juventus

Equipa da semana do Fantasy Football

Matchday 2 highlights: Leicester 1-0 Porto
Matchday 2 highlights: Leicester 1-0 Porto
  • Leicester já se sente em casa

Pela segunda vez, o Leicester respondeu a uma derrota por 4-1 no campeonato com uma vitória na UEFA Champions League, agora no primeiro jogo em casa. A equipa de Claudio Ranieri levou a melhor sobre o Porto, graças a um golo de Islam Slimani, que já tinha marcado por cinco vezes aos dragões em 2016, ao serviço do Sporting. Os "foxes" são a primeira equipa inglesa a ganhar os dois primeiros jogos da época de estreia na fase de grupos e o extremo Mark Albrighton afirmou: "Sabemos que ainda há quatro partidas para disputar, mas não podíamos ter começado melhor: dois jogos sem sofrer golos. É uma óptima base para continuar a trabalhar."

Matchday 2 highlights: Napoli 4-2 Benfica
Matchday 2 highlights: Napoli 4-2 Benfica
  • Nápoles à beira de fazer história

Tal como o Leicester, o Barcelona e o Atlético, o Nápoles já soma seis pontos e esteve poucas vezes em risco no jogo em que bateu o Benfica, por 4-2. Como os outros encontros do grupo terminaram empatados, caso os napolitanos vençam o Beşiktaş na próxima jornada (e ganharam sete dos oito jogos em casa na UEFA Champions League) e o Dínamo Kiev empate com o Benfica, tornam-se na primeira equipa a passar uma fase de grupos com três jogos por disputar. O treinador Maurizio Sarri falou sobre o rugido dos adeptos presentes no San Paolo logo a seguir ao hino da competição, que ajudou a empurrar o Nápoles para a vitória: "É cativante. É algo que fica à flor da pele, como uma tatuagem."

2016/17 highlights: Dortmund 2-2 Real Madrid
2016/17 highlights: Dortmund 2-2 Real Madrid
  • Dortmund apontado a um futuro brilhante

O Dortmund - Real Madrid foi definido como um desafio entre a melhor equipa da Europa e a futura melhor, e o resultado confirmou a expectativa de equilíbrio, graças a um golo nos minutos finais de André Schürrle, o segundo do Dortmund. Thomas Tuchel apostou em seis jogadores com 22 anos ou menos, Julian Weigl (21), Ousmane Dembélé (19), Raphaël Guerreiro (22), Matthias Ginter (22), Christian Pulišić (18) e Emre Mor (19), e a equipa alemã fez 11 remates à baliza, numa exibição prometedora. "Queríamos aproveitar esta oportunidade para testar a nossa capacidade a esta nível", disse Tuchel. "Este jogo dá-nos confiança e podemos aprender muito com ele. Como treinador de jovens, só em sonhos se pode pensar num jogo destes." Quanto à equipa do Borussia que compete na UEFA Youth League, também deu que fazer ao Real Madrid, masperdeu por 5-2.   

  • Chuva de golos

Depois de terem sido marcados 50 golos na primeira jornada, esta semana houve mais 47. A este ritmo, com um total de 97 em duas jornadas, a edição de 2016/17 poderá tornar-se na primeira de sempre com média superior a três golos por jogo (a edição de 2012/13, com 368 golos em 125 jogos, e uma média de 2.94 por jogo, ficou a apenas sete golos dessa marca). Desta vez, os golos estão a ser bem divididos, com 29 clubes que já acertaram no alvo, e sem equipas nos duplos dígitos. A tendência é real: na época passada, havia 100 golos nesta altura, e em 2013/14 havia 97; entre 2002/03 e 2012/13, o número correspondente não passou dos 90 e rondou quase sempre os 70.

Vote no golo da semana

Matchday 2 highlights: Celtic 3-3 Man. City
Matchday 2 highlights: Celtic 3-3 Man. City
  • Celtic encontra o equilíbrio

É verdade que o Celtic já sofreu dez golos, mas desta vez estará a sentir-se bem melhor, depois do empate 3-3 com o Manchester City, que se seguiu à goleada de 7-0 sofrida em Barcelona. Diante do City, a equipa de Glasgow esteve três vezes em vantagem, mas nenhuma delas por mais de nove minutos. Considerando que este foi o primeiro jogo que o City não ganhou sob o comando de Josep Guardiola, o treinador do Celtic, Brendan Rodgers, mostrou-se satisfeito: "Não posso criticar a equipa, mas há sempre aspectos que podemos melhorar. Fomos brilhantes, ao nível da pressão e da energia com que jogámos. Sempre que subimos no terreno, parecia que podíamos marcar."

Matchday 2 highlights: See Delaney's stunner for København
Matchday 2 highlights: See Delaney's stunner for København
  • Golos brilhantes em Copenhaga

O vencedor mais folgado da semana, a par da Juventus, foi o Copenhaga, que já soma21 jogos seguidos sem perder, depois de ter conseguido a vitória mais gorda de sempre na UEFA Champions League: 4-0 ao Club Brugge. Após terem empatado na primeira jornada, no Porto, os campeões dinamarqueses vão agora disputar dois jogos ante o Leicester com expectativas reais de apuramento e não foi apenas a boa exibição na recepção aos belgas que ficou na retina (o Copenhaga até falhou um penalty), já que a qualidade dos golos também foi muito boa. Se o terceiro, num remate em volley de Federico Santander, foi magnífico, o segundo, num disparo de fora da área de Thomas Delaney, foi incrível. O guarda-redes visitante, Ludovic Butelle, que tinha acabado de defender a grande penalidade, nada pôde fazer a não ser apreciar.

O que pensa das nossas escolhas? Quais são os seus destaques? Diga-nos o que pensa usando #UCL em @ChampionsLeague