Combata a COVID-19 seguindo as indicações da Organização Mundial de Saúde e os cinco passos da FIFA para travar a propagação da doença.

1. Lavar as mãos 2. Tossir para o antebraço 3. Não tocar no rosto 4. Manter a distância física 5. Ficar em casa.
Mais informação >
 

O que esperar da UEFA Champions League

Cristiano Ronaldo está perto de centenário inédito e o Barcelona terá de seguir sem Lionel Messi, enquanto o Porto apadrinha a estreia do Leicester em casa na tentativa de acabar com a maldição em Inglaterra.

O FC Porto joga no terreno do Leicester na segunda jornada
O FC Porto joga no terreno do Leicester na segunda jornada ©AFP/Getty Images

JOGOS DE TERÇA-FEIRA

Veja o emocionante triunfo do Real Madrid sobre o Sporting
Veja o emocionante triunfo do Real Madrid sobre o Sporting

Ronaldo aponta aos 100
Um golo de livre de Cristiano Ronaldo permitiu ao Real Madrid empatar com o Sporting e iniciar a reviravolta que levou ao triunfo, por 2-1, no Grupo F. O avançado português atingiu os 97 golos nas competições europeias e, se fizer um ”hat-trick” ao Dortmund, será o primeiro a atingir a centena de golos. Antes de Ronaldo e Lionel Messi (actualmente com 89 golos) começarem a reescrever os livros de recordes, o rei dos goleadores era Raúl González com 76 remates certeiros. Ronaldo e companhia não podem facilitar, pois do outro lado vai estar uma equipa do Dortmund que, depois de golear fora o Légia por 6-0, marcou 14 golos nas três jornadas seguintes da Bundesliga. Além disso, O BVB não perde há cinco jogos em casa com os “merengues”.
Dortmund - Real Madrid

A estreia de sonho do Leicester
A estreia de sonho do Leicester

A maldição inglesa do Porto
O Porto é a primeira equipa que o Leicester vai receber na UEFA Champions League e espera tirar partido da inexperiência europeia do rival para terminar com a série negra em Inglaterra. Os “dragões” visitaram 16 vezes clubes ingleses nas competições europeias e nunca conseguiram ganhar, somando dois empates (incluindo um resultado memorável no terreno do Manchester United) e 14 derrotas, a última das quais na época passada, por 2-0, no reduto do Chelsea. Os portugueses estão a dois pontos do Leicester, líder do Grupo G e que, tal como o CSKA, recebe pela primeira vez um desafio europeu no seu estádio, já que os desafios das provas da UEFA anteriores a 2002 foram disputados em Filbert Street.
Leicester City - Porto

Sporting e Légia à procura dos primeiros pontos
Ambos os clubes foram derrotados na primeira jornada, mas com exibições bem diferentes. O Sporting perdeu 2-1 no terreno do actual detentor do troféu, o Real Madrid CF, enquanto o Légia – agora treinado por Jacek Magiera após saída de Besnik Hasi – foi copiosamente derrotado por 6-0, em casa, pelo Borussia Dortmund. A favor da equipa de Jorge Jesus, para além de jogar no Estádio José Alvalade, está também o histórico nos duelos com os polacos. O Sporting eliminou o Légia por um total de 3-2 quando as equipas mediram forças nos 16 avos-de-final da UEFA Europa League de 2011/12. 

Sporting - Légia

JOGOS DE QUARTA-FEIRA

Veja o espectáculo de Messi frente ao Celtic
Veja o espectáculo de Messi frente ao Celtic


Messi vai fazer falta?
O reencontro de Marc-André ter Stegen com a sua antiga equipa vai ser um dos motivos de interesse da deslocação do Barcelona a casa do Mönchengladbach. No entanto, a maior parte das atenções vão estrar centradas na notícia de que Lionel Messi vai falhar a visita à Alemanha devido a uma lesão numa virilha. Ainda ninguém esqueceu que Messi fez um “hat-trick” na goleada de 7-0 ao Celtic na primeira jornada, mas quando o argentino teve de parar durante seis semanas no ano passado, devido a um problema semelhante e nesta fase da prova, o Barcelona ganhou os três jogos na UEFA Champions League. Neymar e Luis Suárez marcaram 18 golos entre ambos em nove jogos oficiais.
Mönchengladbach - Barcelona

Benfica quer travar líder Nápoles
Depois do empate na recepção ao Beşiktaş, o Benfica tenta somar em Itália a primeira vitória de modo a evitar que o Nápoles se distancie no topo do Grupo B. Os “encarnados” podem ir buscar motivação para um desafio difícil ao passado recente, já que afastaram os italianos na primeira eliminatória da Taça UEFA 2008/09. O Benfica de Quique Flores perdeu por 3-2 na primeira mão, em Itália, mas garantiu a qualificação ao triunfar por 2-0 em Lisboa.
Nápoles - Benfica

Topo