Benfica sobe à liderança, Real Madrid soma e segue

Resumo do fim-de-semana: O Sporting perdeu, o Porto empatou e o Benfica ganhou, enquanto o Real Madrid venceu sem Cristiano Ronaldo e houve goleadas para Paris, Dortmund, Atlético, Barcelona e City.

Benfica sobe à liderança, Real Madrid soma e segue
Benfica sobe à liderança, Real Madrid soma e segue ©UEFA.com

Grupo A
Hull 1-4 Arsenal (Snodgrass 79p; Alexis Sánchez 17 83, Walcott 55, Xhaka 90+2)
Alexis Sánchez esteve perto do "hat-trick", mas falhou um penalty no minuto 40, depois de Jake Livermore ter sido expulso por mão na bola dentro da área. O tento de longe nos descontos do substituto Granit Xhaka foi o primeiro pelo seu novo clube e consumou a terceira vitória seguida dos "gunners" no campeonato.

Zug 0-1 Basileia (Høegh 45)
O Basileia já está na terceira ronda da Taça da Suíça depois de uma escassa vitória sobre o Zug, do quarto escalão, com o defesa dinamarquês Daniel Høegh a fazer a diferenla à beira do intervalo.

Caen 0-6 Paris (Cavani 12 23p 38 45+1, Lucas 67, Augustin 78)
Edinson Cavani mostrou-se mais inspirado do que contra o Arsenal e marcou por quatro vezes pela primeira vez num jogo pelo Paris, sendo todos os golos apontados na primeira parte. A formação de Unai Emery terminou assim uma série de três jogos sem ganhar em todas as competições.

Ludogorets 3-1 Slavia Sofia (Moţi 12, Wanderson 44, Jonathan Cafú 75; Velkov 60)
Os campeões búlgaros continuam sem perder ao fim de sete jogos em todas as competições, somando os três pontos ante um resurgido Slávia. Jonathan Cafú marcou o terceiro, depois de o ter feito também no 1-1 em Basileia, a meio da semana.

Arkadiusz Milik marcou os dois golos do Nápoles
Arkadiusz Milik marcou os dois golos do Nápoles©Getty Images

Grupo B
Napoli 2-1 Bologna (Callejón 14, Milik 67; Verdi 56)
José Callejón marcou o quinto golo da temporada e Arkadiusz Milik já vai em seis - dois deles ante o Dynamo Kyiv a meio da semana – com os "partenopei" a derrotarem um Bolonha que terminou com dez jogadores. O Nápoles continua sem perder esta temporada e é o próximo adversário do Benfica na Champions League.

Akhisar 0-2 Beşiktaş (Talisca 8, Rodallega og 45+2)
O Beşiktaş, ainda sem perder esta temporada, subiu ao segundo posto - a dois pontos do líder İstanbul Başakşehir – na Super League turca. Talisca, depois de marcar ao Benfica na terça-feira, inaugurou o marcador para a formação onde também joga Ricardo Quaresma, que foi titular.

Benfica 3-1 Braga (Mitroglou (27 78, Pizzi 74; Rosić 82)
O Benfica subiu à liderança da Liga portuguesa, com mais um ponto do que o Sporting, ao bater em casa o SC Braga, por 3-1, esta segunda-feira. Kostas Mitroglou regressou de lesão para fazer o primeiro, a passe de Gonçalo Guedes. Pizzi ampliou a vantagem na segunda parte e, logo a seguir, o avançado grego bisou a passe do português antes de Lazar Rosić reduziu para os minhotos.

Dynamo Kyiv 0-1 Zorya (Opanasenko 90+3)
O tento instantes antes do apito final de Yevhen Opanasenko ditou a terceira derrota do Dynamo nos últimos quatro jogos de todas as competições. A formação da capital, que contou com Antunes de início, está agora a seis pontos do líder da Premier League ucraniana, o Shakhtar Donetsk, orientado por Paulo Fonseca.

Luis Suárez celebrates his goal on Saturday
Luis Suárez celebrates his goal on Saturday©AFP/Getty Images

Grupo C
Leganés 1-5 Barcelona
 (Gabriel 80; Messi 15 55p, Suárez 31, Neymar 44, Rafinha 64)
O promovido Leganés sentiu na pele o poder do trio atacante do Barcelona na primeira parte, com o penalty convertido por Lionel Messi na segunda parte a aumentar para cinco os golos apontados esta semana, depois dos três marcados ao Celtic. O tento de Gabriel foi o primeiro golo que os campeões espanhóis sofreram na condição de visitante esta temporada.

Manchester City 4-0 Bournemouth (De Bruyne 15, Iheanacho 25, Sterling 48, Gündoğan 66)
İlkay Gundoğan, que se estreara pelo City no triunfo por 4-0 sobre o Gladbach, marcou o primeiro tento pelo novo clube que vai agora em oito triunfos em oito jogos sob o comando de Josep Guardiola. Aleix García estreou-se pelo City, com a expulsão em cima dos 90 de Nolito a ser apenas mais uma nota na segunda vitória dos "sky blues" por 4-0 esta semana.

Inverness 2-2 Celtic (King 28, Fisher 89; Rogic 17, Sinclair 34)
O Celtic ia em quatro vitórias em quatro jornadas esta época e adiantou-se no marcador duas vezes, mas nunca conseguiu segurar a vantagem. Apesar do empate soma mais três pontos na frente da Premiership escocesa, com um encontro a menos.

Mönchengladbach 4-1 Bremen (Hazard 11 17, Raffael 21p 41; Gnabry 73 )
O jogo esta ganho já ao intervalo ante um Bremen que ainda não pontuou na Bundesliga. Thorgan Hazard e Raffael bisaram, com o belga a acertar no poste depois do intervalo. Tivesse a bola entrado, o irmão do 10 do Chelsea teria colocado em sete os golos em sete jogos na época 2016/17.

Grupo D
Atlético 5-0 Sporting Gijón (Griezmann 2 31, Gameiro 5, Torres 72 90+1p)
Fernando Torres chegou aos golos pela primeira vez esta temporada, com o Atlético a chegar às três vitórias seguidas em todas as competições. O conjunto de Diego Simeone, sem Tiago, lesionado, não sofre golos desde o 1-1 na partida inaugural do campeonato.

Bayern 3-1 Ingolstadt (Lewandowski 12, Xabi Alonso 50, Rafinha 84; Lezcano 8)
Os campeões alemães, que contaram com Renato Sanches de início, sofreram o primeiro golo em jogos oficiais sob o comando do novo treinador Carlo Ancelotti, num encontro em que Franck Ribéry este nas jogadas dos três golos, sendo sua a assistência para o primeiro golo de Rafinha em três anos.

Krasnodar 2-1 Rostov (Naldo 87, Smolov 90+4p; César Navas 10)
O Rostov parecia ter reagido da melhor maneira à pesada derrota por 5-0 ante o Bayern München na primeira jornada, quando César Navas os colocou na frente, mas dois golos à beira do final ditou a terceira derrota no campeonato em sete jornadas.

PSV 0-1 Feyenoord (Botteghin 82)
Os da casa, que derrotados na recepção ao Atlético, somaram nova derrota em casa, facto que remontava a Fevereiro/Março de 2015. A equipa de Phillip Cocu está agora a cinco pontod do Feyenoord, líder da Eredivisie.

Grupo E
Mónaco 3-0 Rennes (Falcao 42, Lemar 90 90+2)
O jogo 100 de Fabinho na Ligue 1 pelo Mónaco fica marcado pela sétima vitória seguida em todas as competições, com o capitão Falcao a marcar pela primeira vez no campeonato, cabendo a Thomas Lemar fazer os outros dois já perto do final para a formação de Leonardo Jardim que contou com João Moutinho a titular e Bernardo Silva como suplente utilizado.

Frankfurt 2-1 Leverkusen (Meier 53, Fabian 79; Hernández 60)
Javier Hernández marcou o primeiro da temporada, mas de pouco valeu, pois no final falharia uma grande penalidade que poderia ter dado o empate, ao acertar no poste. O Leverkusen perdeu ambos os jogos fora de casa para o campeonato pelo mesmo resultado.

Krylya Sovetov 1-2 CSKA Moscovo (Yatchenko 44; Golovin 7, Ignashevich 77)
A equipa do Exército Vermelho está agora a dois pontos do líder Spartak depois de averbar a terceira vitória seguida na Premier League, com o defesa Sergei Ignashevich a marcar o seu primeiro golo esta temporada que daria os três pontos.

Tottenham 1-0 Sunderland (Kane 59) 
A formação de Mauricio Pochettino é agora terceira em Inglaterra, depois de Harry Kane ter marcado perto da hora de jogo, mas o atacante inglês saiu com um problema num tornozelo, numa partida em que os Spurs também perderam, por lesão, Eric Dier e Mousa Dembélé..

Dortmund salute their fans after Saturday's win
Dortmund salute their fans after Saturday's win©Getty Images

Grupo F
Dortmund 6-0 Darmstadt (Castro 7 78, Ramos 48, Pulišić 54, Rode 84, Emre Mor 88)
Ante um adversário que terminou com dez elementos, o Dortmund ganhou 6-0 pela segunda partida seguida, após o triunfo na UEFA Champions League no reduto do Legia Warszawa. Emre Mor, jovem de 19 anos contratado este Verão, estreou-se a marcar pelo clube.

Espanhol 0-2 Real Madrid (James Rodríguez 45+2, Benzema 71)
O Madrid igualou um recorde de 16 vitórias seguidas apesar de não contar com Cristiano Ronaldo e Gareth Bale, com James Rodríguez e Karim Benzema a marcarem ambos os primeiros golos da temporada.

Légia 2-3 Zagłębie (Czerwiński 50, Langil 57; Jach 17, Janus 35p, Pazdan 71ag)
O Légia ainda recuperou de uma desvantagem de dois golos, mas perdeu pela quarta vez no campeonato em cinco jornadas, graças a um golo na própria baliza de Michał Pazdan, resultado que deixa os campeões polacos no antepenúltimo posto da prova.

Rio Ave 3-1 Sporting (Tarantini 29 Guedes 36 Gil Dias 43, Dost 82)
Depois da derrota em Madrid na quarta-feira, o Sporting perdeu pela primeira vez para o campeonato, numa partida em que sofreu três golos em 14 minutos ainda na primeira parte. O golo de Bas Dost, já perto do fim, de pouco valeu.

Grupo G
Leicester 3-0 Burnley (Slimani 45+1 48, Mee 78ag)
Este segundo triunfo por 3-0 em três dias para os campeões ingleses foi a melhor estreia possível para o antigo jogador do Sporting Islam Slimani, que marcou os primeiros dois golos pelo novo clube, ambos de cabeça.

Horsens 0-2 Copenhaga (Cornelius 16, Delaney 32)
A formação de Ståle Solbakken continua sem perder há 16 jogos de todas as competições esta temporada e é agora líder do primeiro escalão da Dinamarca, depois da derrota caseira do Brøndby ante o Viborg. Andreas Cornelius marcou nos últimos três jogos.

Tondela 0-0 Porto
O Porto ficou-se pelo primeiro nulo desde Outubro de 2015 e venceu apenas um dos últimos quatro jogos de todas as competições.

Club Brugge 3-1 Eupen (Vossen 27p 80p, Denswil 64; Henry Onyekuru 9, Luis García 88p)
Um dos melhores marcadores do clube na caminhada para o título belga da época passada, Jelle Vossen, estreou-se a marcar em 2016/17, ao converter duas grandes penalidades que valeram ao Club Brugge terminar uma série de quatro jogos seguidos sem vencer.

Grupo H
Marselha 0-0 Lyon
O Lyon não ganha há três partidas da Ligue 1, depois de empatar a zero no Stade Vélodrome, num encontro em que a equipa de Anthony Lopes atirou 22 vezes, mas nenhuma vez no alvo.

Inter 2-1 Juventus (Icardi 68, Perišić 78; Lichtsteiner 66)
A Juve sofreu a primeira derrota na Serie A esta época e está agora a um ponto da liderança depois de ser batido no Derby d'Italia. Stephan Lichtsteiner ainda colocou os campeões na frente em San Siro, mas a vantagem durou apenas dois minutos, com o Inter, que contou com João Mário de início, a responder de pronto e a dar a volta ao marcador mais tarde.

Eibar 1-1 Sevilha (Pedro León 64; Vietto 27)
Os da casa viram o seu guarda-redes ser expulso ainda na primeira parte, depois de Luciano Vietto ter colocado o Sevilha na frente e viram um segundo jogador ser expulso perto do final, mas, apesar disso, forçaram o Sevilha a empatar pela terceira vez nos últimos quatro jogos.

Rijeka 5-2 Dínamo Zagreb
(Gavranović 1, Gorgon 33 54, Vešović 50 82; Soudani 82, Pavičić 86)
O Dinamo desperdiçou a ocasião de ultrapassar o líder Rijeka, mas cedeu rotundamente, averbando a terceira derrota em todas as competições.