Dani Alves duas épocas na Juventus

Com a mudança de Dani Alves do Barcelona para a Juventus, o UEFA.com recorda outras transferências a custo zero dos "bianconeri" e que foram bem-sucedidas.

Paul Pogba tenta travar Dani Alves durante a final de 2015 da UEFA Champions League
Paul Pogba tenta travar Dani Alves durante a final de 2015 da UEFA Champions League ©Getty Images

A Juventus venceu o "scudetto" cinco épocas consecutivas e anseia agora juntar-lhe o troféu de campeão europeu, tal como o demonstra a contratação de Dani Alves ao Barcelona.

Alves assinou um contrato válido até ao Verão de 2018, com opção por mais uma época. O antigo jogador do Sevilha, de 33 anos, anunciou no início do mês a decisão de abandonar Camp Nou, cessando uma ligação de oito temporadas ao clube "blaugrana".

"Chegou a altura de mudar – quero vencer em Itália e na Europa pela Juve", disse o internacional brasileiro, que ajudou o Barcelona a bater os "bianconeri" na final de 2015 da UEFA Champions League.

Foi a terceira vitória de Alves na competição, e o clube de Turim está certamente a contar que a sua experiência – para não falar na sua energia e qualidade técnica no lado direito – possa ajudar na busca por um troféu que não ganha desde 1996. A "vecchia signora" obteve um grande sucesso nas suas mais recentes transferências a custo zero. Será Alves o próximo? 

2011/12: Andrea Pirlo
Muitos acreditavam que os seus melhores dias já se tinham esgotado quando o maestro do meio-campo, duplo vencedor da UEFA Champions League pelo Milan, rumou à Juventus. Todavia, Pirlo brilhou de preto e branco, coleccionando títulos na Serie A antes de rumar ao New York City, em Julho de 2015.

2012/13: Paul Pogba
A Juventus pagou uma pequena compensação ao Manchester United para adquirir o jogador então ainda adolescente. Quatro anos e outros tantos "scudettos" mais tarde, o internacional francês é considerado um dos melhores médios do Mundo.

Jogadores cedidos marcam aos clubes de origem
Jogadores cedidos marcam aos clubes de origem

2013/14: Fernando Llorente
O avançado basco fez 16 golos na sua primeira época na Juve após ter-se transferido do Athletic. A sua presença em campo reduziu-se na temporada 2014/15 com a chegada do compatriota Álvaro Morata, ainda que Llorente tenha ganho um segundo "scudetto", marcando por sete vezes e integrando a equipa que chegou à final da Taça dos Clubes Campeões Europeus, em Berlim.

2014/15: Kingsley Coman
O golo de Llorente significou que a Juve teve de contentar-se com o segundo lugar no Grupo D, atrás do Manchester City. Consequentemente, foi emparelhada com o Bayern nos oitavos-de-final e, mais uma vez, os "bianconeri" foram punidos por um antigo jogador - Coman marcou um golo nos descontos e assistiu para outro, no apuramento do Bayern com um resultado total de 6-4.

2015/16: Sami Khedira
Apesar de no último Verão ter ficado sem dois médios fundamentais, Pirlo e Arturo Vidal, ainda assim a Juventus conseguiu revalidar o título de campeã. O antigo jogador de Estugarda e Real Madrid foi fundamental nesta conquista, fazendo cinco golos em 20 jogos, sendo que não alinhou nas cinco derrotas da Juve para o campeonato.