Leicester, o campeão improvável: conheça os jogadores

Viajantes, promessas adiadas e um avançado que se dedicou à ortopedia enquanto jogava: o UEFA.com conta-lhe a história dos heróis que fizeram possível o milagre do Leicester, o novo campeão inglês.

Jamie Hardy e Kasper Schmeichel festejam
Jamie Hardy e Kasper Schmeichel festejam ©Getty Images
Schmeichel pai venceu com a Dinamarca o EURO '92
Schmeichel pai venceu com a Dinamarca o EURO '92

GR: Kasper Schmeichel, idade 29 – 35 jogos/0 golos
Mais famoso, pelo menos até esta época, por ser o filho do antigo guarda-redes da Dinamarca e do Manchester United, Peter. Schmeichel júnior tinha 20 anos quando se estreou na Premier League pelo Manchester City mas, quatro anos depois, jogava no Notts County, do quarto escalão. Ingressou no Leicester em 2011, somou a primeira de 20 internacionalizações pela Dinamarca dois anos depois e tem sido titularíssimo na campanha vitoriosa dos "foxes", somando 15 partidas sem sofrer golos.

DD: Danny Simpson, 29 – 28/0
"Vi Danny Simpson jogar no QPR," afirmou recentemente o antigo médio da Inglaterra, Jamie Redknapp. "Não acredito que é o mesmo jogador." Simpson foi outro futebolista que chegou ao topo depois de ter começado na academia do Manchester United, antes de ser emprestado ao Newcastle. Não se impôs e acabou no Leicester via Queens Park Rangers em 2014.

Wes Morgan
Wes Morgan©AFP/Getty Images

DC: Wes Morgan, 32 – 36/1
O capitão do Leicester só chegou ao escalão principal aos 30 anos, tendo sido dispensado do Notts County com metade dessa idade por excesso de peso. Passou duas temporadas pelo futebol amador e ingressou depois no Nottingham Forest. Aí ficou até o Leicester o ter contratado de forma surpreendente, em 2012. Na altura, o treinador Nigel Pearson viu nele o líder do coração da sua defesa. Não se enganaria.

DC: Robert Huth, 31 – 35/3
Quando Huth assinou pelos "foxes" em 2015, muitos viram isso como o derradeiro acto de uma carreira cujo ponto alto foi atingido cedo de mais. Duas vezes vencedor da Premier League pelo Chelsea, Huth tinha 24 anos quando somou a última das 19 internacionalizações pela Alemanha (disputou o Campeonato do Mundo de 2006). Apesar disso, foi presença assídua nas cinco temporadas em que jogou pelo Stoke, altura em que as lesões fizeram o seu papel. O Leicester acreditou nele, primeiro por empréstimo e, esta época, apenas falhou um jogo do campeonato.

Robert Huth e Christian Fuchs
Robert Huth e Christian Fuchs©Getty Images

DE: Christian Fuchs, 30 – 30/0
Seduzido por Pearson quando estava no Schalke, no Verão passado, Fuchs ponderou à última da hora rumar à Major League Soccer depois de quem o escolheu ter sido despedido, pois assim poderia estar perto da sua mulher e dos seus filhos, residentes em Nova Iorque. Acabou por decidir ficar e os seus longos lançamentos laterais têm sido uma poderosa arma durante toda a temporada. Fuchs vai agora voar ainda mais alto ao serviço da Áustria no UEFA EURO 2016.

MD: N'Golo Kanté, 25 – 35/1
"De longe" o melhor jogador da Premier League em 2015/16, segundo o antigo treinador do Manchester United, Alex Ferguson, Kanté chegou ao futebol inglês depois de ter dado nas vistas, com 24 anos, ao serviço do Caen, formação que terminara a Ligue 1 no 13º posto. Fruto dos seus bons desempenhos vestiu a camisola da selecção de França duas vezes nesta Primavera e comemorou o 25º aniversário ao marcar pela primeira vez pelos "bleus". 

Riyad Mahrez é o jogador da temporada
Riyad Mahrez é o jogador da temporada©Getty Images

MC: Riyad Mahrez, 25 – 35/17
Este argelino nascido em França precisou de algum tempo para se adaptar ao Leicester, depois de ali ter chegado vindo do Le Havre, formação da Ligue 2, em 2014. "Todos diziam: 'Riyad, a Inglaterra não é para ti, é demasiado física, demasiado forte. O futebol espanhol é melhor," recordou o jogador. No entanto, o talento de Mahrez foi provavelmente a maior mais-valia do Leicester e os seus colegas de profissão votaram-no como jogador do ano na liga.

MC: Danny Drinkwater, 26 – 34/2
Outro jogador que escapou à rede do Manchester United. Drinkwater nunca jogou pelo clube da sua cidade e rumou ao Leicester com 21 anos depois da decisão de Paul Scholes de regressar, após anunciar o fim da carreira, lhe ter bloqueado o acesso à primeira equipa (outro jovem médio, Paul Pogba, imitou-o pouco tempo depois.) Pouco mais de quatro anos depois, é internacional pela Inglaterra.

ME: Marc Albrighton, 26 – 36/2
Albrighton surgiu no Aston Villa, seu clube de infância, mas depois de um começo promissor, a ascensão do extremo caiu devido a uma alteração no estilo de jogo da equipa. Foi dispensado em 2014 e o desperdício do Villa foi bem aproveitado pelo Leicester. Utilizado de forma intermitente na primeira época no clube, Albrighton foi titular em quase todos os jogos do campeonato com Claudio Ranieri (houve apenas duas excepções).

Jamie Vardy: a arma secreta da Inglaterra?
Jamie Vardy: a arma secreta da Inglaterra?©Getty Images

AV: Jamie Vardy, 29 – 34/22
O avançado bateu o recorde da Premier League ao marcar em 11 jornadas seguidas, com enorme velocidade e determinação a aliarem-se ao instinto matador. Contratado em 2012 ao Fleetwood, clube do quinto escalão, com 25 anos, Vardy já faz parte das opções da selecção da Inglaterra, algo difícil de imaginar para alguém que combinou no passado uma carreira semi-profissional com um trabalho a fazer peças ortopédicas.

AV: Shinji Okazaki, 30 – 34/5
Contratação relativamente cara ao Mainz, Okazaki não se conseguiu impor nos três anos que militou no mais ilustre Estugarda. No modesto Leicester, o seu talento e capacidade de trabalho têm sido bastante valorizadas.

José Ulloa
José Ulloa©AFP/Getty Images

Super suplentes
AV: José Ulloa, 29 – 28/6
Este viajado argentino marcou 28 golos na segunda divisão espanhola pelo Almería em 2011/12 e foi decisivo na luta do Leicester pela manutenção na época passada.

D/M: Jeff Schlupp, 23 – 22/1
Natural de Hamburgo, Schlupp tem sido o habitual suplente de Fuchs e Albrighton. Esteve à experiência no Man. United em 2013, antes de ser enviado de volta para o Leicester, onde está desde os 12 anos.

M/A: Andy King, 27 – 23/1
Jogador com mais anos de Leicester, King estreou-se na primeira equipa em 2007, quando o clube estava na terceira divisão. Passou pelo Chelsea e foi treinado por sete treinadores diferentes ao serviço dos "foxes".

Outros jogadores utilizados
Ritchie De Laet (12/1), Nathan Dyer (12/1), Daniel Amartey (5/0), Yohan Benalouane (4/0), Demarai Gray (10/0), Gökhan Inler (5/0), Andrej Kramarić (2/0), Marcin Wasilewski (2/0), Joe Dodoo (1/0)