Atlético castiga Benfica

Benfica 1-2 Atlético
O golo de Kostas Mitroglou animou o Benfica na parte final, mas a vitória do Atlético confirmou-o no primeiro lugar no Grupo C à frente do adversário.

Highlights: Benfica 1-2 Atlético
Highlights: Benfica 1-2 Atlético

O SL Benfica falhou o objectivo de terminar no primeiro lugar do Grupo C da UEFA Champions League, ao perder em casa com Club Atlético de Madrid, por 2-1, na derradeira jornada da fase de grupos.

O desafio em Lisboa começou a bom ritmo, com os “encarnados” mais fortes na posse de bola, perante um Atlético a exercer pressão alta nos primeiros minutos. Os homens da casa iam assumindo as despesas do jogo, com o conjunto espanhol a explorar as transições rápidas.

Aos 17 minutos, Diego Godín colocou a bola no fundo das redes “encarnadas” mas o lance foi invalidado por posição irregular do defesa “colchonero”, numa fase de maior assédio dos comandados de Diego Simeone. Assim, aos 20 minutos, Saúl Ñíguez progrediu pela zona central e, com espaço, desferiu um remate forte, para defesa vistosa de Júlio César. No minuto seguinte foi a vez de Gabi testar a atenção do guarda-redes brasileiro, que foi forçado a ceder canto.

Depois de ameaçar, o Atlético acabou mesmo por chegar ao golo aos 33 minutos. Antoine Griezmann desmarcou na perfeição Luciano Vietto pelo lado direito, que cruzou atrasado, para Ñíguez encostar para o fundo das redes. Os “encarnados” responderam e Gonçalo Guedes rematou cruzado, aos 37 minutos, mas a bola acabou por sair ao lado da baliza à guarda de Jan Oblak, que já representou as “águias”.

No segundo tempo, o Benfica desperdiçou uma excelente oportunidade logo aos 46 minutos através do recém-entrado Kostas Mitroglou. O avançado grego ganhou espaço já no interior da área, puxou a bola para o pé direito mas o disparo saiu ao lado.

A velha máxima do futebol de “quem não marca acaba por sofrer” acabou por se verificar aos 55 minutos, já que o Atlético ampliou a vantagem, por intermédio de Vietto. Yannick Carrasco foi à linha, cruzou para o interior da área e Vietto, em antecipação, emendou ao primeiro poste.

A perder por 2-0, Rui Vitória lançou Raúl Jiménez, que fez parceria com Mitroglou na frente de ataque e o mexicano tentou a sua sorte de longe, aos 64 minutos, mas Oblak defendeu sem problemas, numa fase em que o Atlético controlava a posse de bola e a preciosa vantagem. O conjunto lisboeta tentou por todas as vias chegar ao golo, algo que acabaria por acontecer aos 75 minutos, por intermédio de Mitroglou. O dianteiro recebeu o passe de Raúl, rodou sobre Godín e colocou o esférico fora do alcance de Oblak.

O Benfica tentou até final o golo do empate - que valia o primeiro lugar do grupo - e poderia ter acontecido aos 83 minutos, após cabeceamento de Raúl que saiu muito perto do alvo. Contudo, o Atlético conseguiu guardar a preciosa vantagem até ao fim.

©AFP/Getty Images
©AFP/Getty Images
©AFP/Getty Images
©AFP/Getty Images
©AFP/Getty Images
©AFP/Getty Images