O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Porto recebe Dínamo a pensar no apuramento

O Porto dispõe de três pontos de vantagem no topo do Grupo G e, se não perder em casa com o Dínamo Kiev, apura-se para a fase a eliminar da UEFA Champions League.

Denys Garmash (à esquerda) e Danilo disputam uma bola no ar no decorrer do jogo da primeira jornada
Denys Garmash (à esquerda) e Danilo disputam uma bola no ar no decorrer do jogo da primeira jornada ©AFP/Getty Images

A terceira vitória consecutiva do FC Porto na UEFA Champions League aumentou para três pontos a vantagem na liderança do Grupo G, pelo que basta-lhe não perder em casa frente ao FC Dynamo Kyiv para garantir o apuramento para a fase a eliminar.

• Se fizer melhor resultado do que o Chelsea no reduto do Maccabi Telavive, o Porto, a efectuar a 20ª presença na fase de grupos, garante o primeiro lugar.

• Na primeira jornada, Vitaliy Buyalskiy marcou no último minuto do seu jogo de estreia na UEFA Champions League e resgatou um empate 2-2 para o Dínamo, isto depois de Vincent Aboubakar ter bisado nessa noite para o Porto. Oleh Gusev marcou o golo inaugural.

Confrontos anteriores
• As equipas já se defrontaram em sete ocasiões, todas na Taça dos Campeões, e duas delas aconteceram em anos recentes na fase de grupos. Cada uma das formações venceu fora em 2008/09 antes do Porto prevalecer por 3-2 em casa e empatar 0-0 fora em 2012/13.

• As equipas que alinharam no Estádio do Dragão a 24 de Outubro de 2012 foram:
Porto: Helton, Danilo, Maicon, Otamendi, Mangala, Fernando, James Rodríguez (Miguel Lopes 90+2), Lucho González, João Moutinho (Defour 75), Varela (Atsu 64), Jackson Martínez.
Dínamo: Shovkovskiy, Betão, Mikhalik, Khacheridi, Taiwo, Vukojević (Kranjčar 84), Yarmolenko, Garmash, Miguel Veloso, Gusev, Brown.

• Silvestre Varela marcou na vitória por 3-2, enquanto Helton também continua no plantel. Andriy Yarmolenko, Yevhen Khacheridi, Buyalskiy, Gusev, Denys Garmash e Niko Kranjčar mantêm-se no Dínamo.

• A meia-final de 1986/87 foi, talvez, a eliminatória de maior notoriedade entre os dois conjuntos. O Porto venceu ambos os jogos por 2-1 na caminhada rumo à primeira conquista do troféu, que venceu também em 2003/04.

Porto
• Depois do empate em Kiev, os homens de Julen Lopetegui venceram o Chelsea por 2-1após o que atingiram o máximo de pontos contra o Maccabi Tel-Aviv FC (2-0 em casa, 3-1 fora).

• Desde que faça melhor resultado do que o Chelsea contra o Maccabi, o Porto – a participar pela 20ª vez na fase de grupos – assegura o primeiro lugar no grupo.

• A equipa "azul-e-branca" perdeu apenas um dos três duelos com equipas ucranianas – vitória fora do Dínamo em 2008. O registo total é de V7 E5 D1 (V4 E1 D1 em casa).

• O Porto venceu cinco e empatou uma das seis partidas em casa (incluindo o “play-off”) na temporada passada da Champions League, entre as quais por 6-0 diante do FC BATE Borisov.

• Chegou aos quartos-de-final e acabou eliminado pelo FC Bayern München (venceu por 3-1 em casa e perdeu por 6-1 fora), estando invicto nas últimas 12 partidas  europeias em casa (V9 E3).

Dínamo Kiev
• Na segunda jornada, os “branco-e-azuis” venceram fora por 2-0 o Maccabi e, no duplo confronto com o Chelsea, empataram 0-0 em casa e perderam fora por 2-1.

• O Dínamo tem cinco pontos, menos dois do que o Chelsea e menos cinco relativamente ao Porto.

• A vitória do Dínamo em Israel foi a primeira em oito jogos fora na competição – contabilizando as partidas em casa e fora, a equipa ucraniana soma apenas cinco triunfos nos últimos 35 confrontos na fase de grupos.

• O Dínamo realizou 17 jogos contra equipas portuguesas e o seu registo é de V5 E4 D8 (V2 E1 D5 em Portugal).

Ligações entre treinadores e jogadores
• Vitorino Antunes defrontou por duas vezes o Porto em 2006/07 pelo FC Paços de Ferreira e fez um golo a Helton num empate 1-1.

• Miguel Veloso jogou contra o Porto em dez ocasiões ao serviço do Sporting CP e marcou a Helton na vitória por 3-0 em 2009/10.

• Jogaram juntos:
Veloso e Varela (Portugal)

Factos do jogo

Porto
• Danilo e Maxi Pereira estão a um cartão amarelo de cumprir castigo.

• O Porto não perde há 20 jogos em todas as provas, desde a derrota por 6-1 frente ao Bayern na segunda mão dos quartos-de-final da edição de 2014/15 da UEFA Champions League.

• No jogo 400 na Taça de Portugal, os “dragões” avançaram sem problemas para os oitavos-de-final, no sábado, graças aos primeiros dois golos de Alberto Bueno pelo clube na vitória, por 2-0, sobre o SC Angrense, do terceiro escalão. Sérgio Oliveira estreou-se pela equipa principal nesse encontro.

• A vitória da Espanha por 2-0 sobre a Inglaterra, a 13 de Novembro, foi a 100ª vez que Iker Casillas não sofreu golos ao serviço do seu país. O guarda-redes espanhol tem 165 jogos na selecção principal.

• Rúben Neves estreou-se pela selecção principal de Portugal na derrota por 1-0 na Rússia, a 14 de Novembro.

• André André marcou o seu primeiro golo por Portugal no triunfo por 2-0 sobre o Luxemburgo, três dias depois.

Dínamo Kiev
• Antunes e Buyalskiy cumprem um jogo de castigo quando virem o próximo cartão amarelo.

• O Dínamo não sofreu golos em 16 das 22 partidas disputadas em todas as competições nesta temporada.

• O Dínamo venceu o quarto jogo consecutivo sem sofrer golos nas competições nacionais, desde a derrota em casa, por 3-0, com o FC Shakhtar Donetsk, a 16 de Outubro. Esse desaire terminou a série de 38 jogos sem perder na Liga ucraniana.

• Yarmolenko marcou em ambas as partidas da vitória da Ucrânia no "play-off" de apuramento para o UEFA EURO 2016 sobre a Eslovénia. Khacheridi, Serhiy Rybalka, Garmash, Serhiy Sydorchuk e Artem Kravets jogaram os dois encontros.