Real Madrid bate Paris e garante apuramento

Real Madrid 1-0 Paris
Um golo do suplente Nacho permitiu aos espanhóis vencerem o rival no Grupo A, tornando-se no primeiro apurado para os oitavos-de-final.

0311_MD4_RM-PSG_AMB
0311_MD4_RM-PSG_AMB
  • Real Madrid vence o Paris e garante um dos dois primeiros lugares do Grupo A
  • Paris desperdiça várias oportunidades na primeira parte
  • Suplente Nacho castiga os visitantes com um golo aos 35 minutos
  • Paris não encontra forma de bater Keylor Navas, único guarda-redes que ainda não sofreu golos na prova
  • Próximos jogos: Shakhtar - Real Madrid, Malmö - Paris (25 de Novembro)

O Real Madrid venceu o Paris no Grupo A, graças a um golo do suplente Nacho, aos 35 minutos, e tornou-se na primeira equipa apurada para os oitavos-de-final da UEFA Champions League.

O jogo em Madrid começou a bom ritmo, mas a primeira situação de perigo só aconteceu aos 22 minutos, para os visitantes, quando Zlatan Ibrahimović rematou em arco à entrada da área e fez a bola rasar o poste esquerdo da baliza de Keylor Navas.

A equipa de Rafael Benítez só respondeu aos 26 minutos. Cristiano Ronaldo marcou um livre em zona frontal, mas a bola desviou na barreira e perdeu força, antes de chegar às mãos de Kevin Trapp. Ibrahimović esteve ainda melhor num lance semelhante, à passagem da meia-hora, mas ficou a poucos centímetros de inaugurar o marcador.

Nacho entrou para o lugar do lesionado Marcelo aos 33 minutos e precisou de menos de 120 segundos para apontar o primeiro golo na UEFA Champions League. Toni Kroos rematou de longe, a bola embateu em Thiago Silva e subiu muito, sobrando para o defesa que aproveitou a má saída de Trapp para rematar para o fundo das redes.

Adrien Rabiot, outro suplente, ficou perto de empatar para o Paris, mas o sensacional remate de fora da área foi devolvido pelo poste. Os anfitriões podiam ter aumentado a vantagem nos instantes finais da primeira parte, mas Trapp redimiu-se do erro no golo e defendeu o remate à queima-roupa de Isco.

O médio "merengue" protagonizou a primeira jogada de perigo da segunda parte, aos 56 minutos, quando rematou de longe e a bola tabelou em David Luiz, obrigando Trapp a estirar-se para evitar o golo. O duelo repetiu-se aos 74 minutos, com Isco a rematar no interior da área e o alemão a defender com o pé.

Kroos testou as qualidades do compatriota do Paris aos 81 minutos, mas Trapp voltou a defender. A equipa de Laurent Blanc foi pouco perigosa no segundo tempo, mas no último minuto, na cobrança de um livre, Ángel Di María acertou no ferro da baliza espanhola. No entanto, o Real Madrid a conseguir segurar o triunfo tangencial.