Real e Paris disputam liderança no Grupo A

Cristiano Ronaldo e Zlatan Ibrahimović vão defrontar-se de novo num encontro em que Real Madrid e Paris Saint-Germain, ambos sem derrotas esta temporada, tentam tomar a dianteira no Grupo A.

O treino do Real antes do embate frente ao Paris
O treino do Real antes do embate frente ao Paris ©AFP/Getty Images
  • Real Madrid e Paris continuam sem perder em todas as provas esta época
  • Rafael Benítez afirma que o Real Madrid tem "muita margem de progressão"
  • Luka Modrić considerado apto
  • O encontro em França, a 21 de Outubro, terminou 0-0
  • Caso o Paris ou Real vençam, apuram-se se o Malmö perder
  • Os melhores marcadores de sempre dos respectivos clubes, Cristiano Ronaldo e Zlatan Ibrahimović, voltam a encontar-se

Equipas prováveis
Real Madrid: Keylor Navas; Danilo, Varane, Sergio Ramos, Marcelo; Kroos, Casemiro, Modrić; Jesé, Benzema, Ronaldo.
Ausentes: Bale (músculo da coxa), Carvajal (tornozelo), Benzema (músculo da coxa), Arbeloa (pé)

Paris: Trapp; Aurier (Van der Wiel), David Luiz, Thiago Silva, Maxwell; Thiago Motta, Matuidi, Verratti; Di María, Ibrahimovic, Cavani.
Ausentes: Pastore (conjuntivite), Marquinhos (coxa)

Rafael Benítez, treinador do Madrid
A equipa está a fazer as coisas que eu quero que faça. No entanto, se estivesse plenamente satisfeito estaria preocupado - temos ainda muita margem de progressão. Jogámos muito bem em Paris. O Paris Saint-Germain está a crescer ano após ano e sabemos que será um encontro muito difícil.

Temos de nos concentrar em fazer o que sabemos e somar os três pontos para nos apurarmos. Ronaldo e Ibrahimović são dois grandes jogadores. Sei o que Cristiano representa para nós e imagino que o sentimento seja semelhante entre o Ibrahimović e o Paris Saint-Germain. O Paris está sem qualquer dúvida entre as melhores equipas da Europa.

©UEFA.com

Laurent Blanc, treinador do Paris
Um empate 0-0 não será suficiente. Respeitamos o adversário, mas também somos ambiciosos e viemos aqui para impor o nosso jogo. Temos os recursos técnicos e físicos – e vamos precisar de ambos para o conseguir.

Este jogo será muito especial para o Di María. Ele passou muito tempo em Madrid e adora o clube. Espero que ele não sinta a pressão.

O futebol francês há muito que não tem uma equipa de topo. Estamos a construir algo aqui há algum tempo e esperamos atingir esse patamar em breve. Não jogámos mal em Paris. Jogámos bem na defesa, mas precisamos de tomar melhores decisões na saída para o ataque.

Isco festeja o seu golo no sábado
Isco festeja o seu golo no sábado©AFP/Getty Images

Resultados do fim-de-semana
Real Madrid 3-1 Las Palmas (Isco 4, Ronaldo 14, Jesé 43; Hernán 38)
Um Real ainda sem perder, somou a terceira vitória seguida na Liga espanhola. Todos os golos surgiram na primeira parte, com Isco e Cristiano Ronaldo a fazerem o 2-0 para os da casa. Hernán Santana reduziu, mas, dois minutos antes do intervalo, Jesé resolveu a contenda para os Merengues.

Rennes 0-1 Paris (Di María 75)
Ángel Di María marcou o único golo, quando ocorreu a um centro atrasado de Lucas, deixando o Paris com dez pontos de avanço na frente da Ligue 1.

Guia de forma (todas as provas, a mais recente em primeiro lugar)
Real Madrid: VVEVEV
Paris: VVEVVV

A opinião do repórter: Joe Walker ( @UEFAcomJoeW 
A equipa de Benítez tem estado imperial no Bernabéu na UEFA Champions League e procura agora desalojar o Paris, com quem está empatado com sete pontos, da liderança do Grupo A. Um triunfo sobre o emblema francês não garante ainda a vitória no grupo, mas deverá potencialmente garantir um lugar na fase seguinte a duas jornadas do final, pelo que os Merengues estarão focados em fazer um grande jogo.

Sabia que?
Di María jogou 124 vezes na Liga espanhola pelo Real Madrid entre 2010 e 2014, somando 22 golos e foi escolhido como o homem do jogo na vitória dos espanhóis na décima Taça dos Campeões, em 2014, com uma vitória por 4-1 sobre o vizinho Atlético. 

Antes do regresso ao Bernabéu pela primeira vez, Ángel Di María recordou o seu penúltimo jogo como jogador do Real Madrid – a final de 2013/14 da UEFA Champions League
Antes do regresso ao Bernabéu pela primeira vez, Ángel Di María recordou o seu penúltimo jogo como jogador do Real Madrid – a final de 2013/14 da UEFA Champions League