Martial consegue empate na casa do CSKA

CSKA Moskva 1-1 Manchester United
Anthony Martial participou em ambos os golos em Moscovo, resgatando um ponto para os ingleses no Grupo B com um cabeceamento na segunda parte.

Anthony Martial é felicitado após o seu golo em Moscovo
Anthony Martial é felicitado após o seu golo em Moscovo ©AFP/Getty Images
  • Seydou Doumbia marca terceiro golo em outros tantos jogos no Grupo B
  • CSKA falha segunda grande penalidade consecutiva na prova  – Doumbia marca na recarga
  • Anthony Martial redime-se por ter cometido a grande penalidade e empata aos 65 minutos
  • Igor Akinfeev sofre golos pelo 34º jogo consecutivo na UEFA Champions League
  • As equipas reencontram-se em Old Trafford a 3 de Novembro

O Manchester United recuperou de uma desvantagem frente ao CSKA Moskva para lograr um ponto na capital russa, com o empate 1-1 para o Grupo B da UEFA Champions League.

Anthony Martial esteve envolvido em ambos os golos, tendo, aos 15 minutos, cometido a grande penalidade que, inicialmente defendida por David de Gea, resultou numa recarga certeira de Seydou Doumbia. O dianteiro francês compensou esse erro com o tento da igualdade aos 20 minutos da segunda parte, sendo que o empate deixa ambas as equipas a dois pontos do líder Wolfsburg.

Os visitantes começaram bem, mas viram-se em desvantagem após Martial ter colocado mão na bola na área. De Gea fez uma excelente defesa ao remate de Roman Eremenko, desviando-o para o poste direito, mas Doumbia foi mais lesto e recargou com sucesso, marcando o seu terceiro golo em outros tantos jogos da UEFA Champions League, após a bola ter vindo da perna do guarda-redes espanhol.

Os "Red Devils" acusaram o golo e a equipa de Leonid Slutski podia ter inclusivamente chegado ao 2-0. Após iniciar uma arrancada ainda no seu meio-campo, o impressionante Ahmed Musa descobriu De Gea fora de posição e tentou um chapéu, que só não teve sucesso porque o guarda-redes internacional espanhol desviou a bola sobre a barra, com uma defesa acrobática.

O CSKA mereceu chegar ao intervalo em vantagem e o United teve que esperar até perto da hora de jogo para causar perigo a Igor Akinfeev. Um bom cruzamento do lado direito de Ander Herrera descobriu Wayne Rooney com espaço, mas o seu cabeceamento saiu demasiado perto para o guarda-redes da selecção russa.

Seydou Doumbia faz o 1-0
Seydou Doumbia faz o 1-0©AFP/Getty Images

Ainda assim, a equipa de Louis van Gaal aumentava os seus níveis de confiança e chegou ao empate aos 65 minutos. Martial redimiu-se da grande penalidade cometida ao corresponder com um cabeceamento certeiro ao cruzamento de Antonio Valencia, fazendo a bola embater no poste antes de entrar.