Nulo em Paris, festejos para City, Galatasaray e Malmö

O Paris - Real Madrid terminou sem golos, o Manchester City derrotou o Sevilha ao cair do pano, enquanto Galatasaray e Malmö terminaram com longos jejuns de vitórias na fase de grupos.

Terceira jornada: Jogos de quarta-feira ©AFP/Getty Images
  • Paris e Real Madrid ficam em branco num dos três empates do dia
  • Atlético sobe à liderança do Grupo C depois de o Benfica perder com o Galatasaray
  • Galatasaray vence o primeiro jogo na prova desde Dezembro de 2013
  • Wolfsburgo lidera o Grupo B depois de bater o PSV; CSKA empata com o Manchester United
  • Malmö termina com uma série de seis derrotas consecutivas na fase de grupos ao bater o Shakhtar
  • Kevin De Bruyne marca nos minutos finais o golo da vitória do Manchester City sobre o Sevilha
  • Vote no Jogador da Semana a partir das 8h00 (hora de Portugal Continental) de quinta-feira
  • Grupos A a D regressam a 3 de Novembro, Grupos E a H no dia seguinte 

Siga os links para ver resumos em vídeo (a partir das 23h00 de quarta-feira até às 23h00 de quinta-feira), crónicas e reacções.

Grupo A
Malmö 1-0 Shakhtar Donetsk
Mircea Lucescu não foi feliz no 100º jogo como treinador na UEFA Champions League, da fase de grupos até à final. Markus Rosenberg decidiu o jogo a favor da equipa da casa. Andriy Pyatov limitou o prejuízo do Shakhtar ao defender uma grande penalidade de Nikola Djurdjić na segunda parte. 

Paris Saint-Germain 0-0 Real Madrid
O jogo apresentado por muitos com um duelo entre Zlatan Ibrahimović e Cristiano Ronaldo terminou sem golos. Ambas as equipas têm uma vantagem confortável de quatro pontos sobre o Malmö, terceiro classificado.

Grupo B
CSKA Moskva 1-1 Manchester United
David de Gea defendeu uma grande penalidade dos russos, mas Seydou Doumbia marcou na recarga. Anthony Martial empatou para o United após o intervalo.

Wolfsburg 2-0 PSV Eindhoven
O internacional holandês Bas Dost colocou o Wolfsburg em vantagem sobre os seus compatriotas no início do segundo tempo. Max Kruse confirmou o triunfo da equipa de Dieter Hecking, que passou a ter dois pontos de vantagem sobre CSKA e United na liderança do grupo. Diego Benaglio defendeu uma grande penalidade do PSV em tempo de compensação marcada pelo suplente Jürgen Locadia.

O Atlético de Madrid foi o grande vencedor da noite
O Atlético de Madrid foi o grande vencedor da noite©AFP/Getty Images

Grupo C
Atlético Madrid 4-0 Astana
Saúl Ñíguez, Jackson Martínez, Oliver Torres e um auto-golo nos minutos finais de Denys Dedechko castigaram uma equipa do Astana que se apresentou sem seis dos habituais titulares, a pensar no encontro do fim-de-semana com o Kairat Almaty que pode ser decidir o título do Cazaquistão. O Atlético subiu à liderança, a par do Benfica, com seis pontos

Galatasaray 2-1 Benfica
Nicolás Gaitán marcou o golo mais rápido da fase de grupos desta época, logo aos 74 segundos, o seu terceiro golo nos últimos três desafios europeus, mas o Benfica não conseguiu segurar a vantagem. Selçuk İnan não tardou a empatar de grande penalidade e Lukas Podolski deu o primeiro triunfo ao clube de Istambul na UEFA Champions League desde a sexta jornada da edição de 2013/14. 

Grupo D
Juventus 0-0 Borussia Mönchengladbach
Os visitantes somaram o primeiro ponto num encontro sem oportunidades de golo. No início do segundo tempo Gianluigi Buffon ultrapassou Alessandro Del Piero e estabeleceu um novo recorde como jogador com mais minutos com a camisola da Juventus.

Manchester City 2-1 Sevilla
O City respondeu ao golo de Yevhen Konoplyanka com um auto-golo do infeliz de Adil Rami. A última palavra pertenceu a Kevin De Bruyne, que bateu Sergio Rico com um remate rasteiro passado no primeiro minuto de compensação. Os ingleses estão a um ponto da líder Juventus.