O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
A partir de 25 de Janeiro, o UEFA.com já não vai suportar o Internet Explorer.
Para obter a melhor experiência possível, recomendamos que use Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Porto derrota Maccabi e isola-se na liderança

FC Porto 2-0 Maccabi Tel-Aviv
Os "dragões" assumiram a liderança isolada do Grupo F, mercê dos golos de Aboubakar e de Brahimi.

Abobadar abriu o activo para o Porto
Abobadar abriu o activo para o Porto ©AFP/Getty Images
  • Porto bate Maccabi por 2-0 e isola-se na liderança do Grupo G
  • Vincent Aboubakar e Yacine Brahimi marcam no espaço de quatro minutos da primeira parte
  • Maccabi é último ainda sem pontos, tendo somado três derrotas
  • Rúben Neves torna-se, aos 18 anos e 221 dias, o mais jovem capitão de equipa de sempre na UEFA Champions League
  • As equipas voltam a medir forças no Estádio Sammy Ofer, a 4 de Novembro

O FC Porto isolou-se na liderança do Grupo G da UEFA Champions League, ao receber e bater o Maccabi Tel-Aviv FC, por 2-0.

Apesar de ter dominado por completo as operações, a equipa de Julen Lopetegui teve de esperar até aos 37 minutos para ganhar vantagem, por intermédio de Vincent Aboubakar. Yacine Brahimi terminou com quase todas as dúvidas quatro minutos depois e deixou a sua formação com sete pontos, enquanto o Maccabi continua sem pontuar.

Muito compacto e recuado, o Maccabi não escondeu o seu propósito na abordagem ao jogo do Estádio do Dragão, com a solidez defensiva a ser privilegiada e com Eran Zahavi a tentar aproveitar as escassas ocasiões em que a bola chegava perto da área portista. O Porto sentia dificuldades para se libertar das marcações israelitas e ia conferindo confiança a um adversário que se foi mostrando cada vez mais atrevido.

Face a tal cenário, não estranhou que a primeira oportunidade dos "dragões" surgisse apenas aos 25 minutos, quando Vincent Aboubakar errou por muito pouco o alvo, após um cruzamento de Miguel Layún. O lance despertou os anfitriões para nova fase de maior domínio, com o 1-0 a acabar mesmo por aparecer a oito minutos do intervalo, quando o delicioso cruzamento de Layún foi correspondido de cabeça por Aboubakar.

A coesão do Maccabi caiu por terra quase de imediato e isso custou ao campeão israelita mais um golo quatro minutos volvidos, com Aboubakar a culminar uma potente arrancada com uma brilhante assistência para Brahimi, que não tremeu perante Predrag Rajković.

O conjunto forasteiro tentou jogar mais no meio-campo contrário no regresso dos balneários, mas o Porto soube sempre controlar a reacção israelita, com Lopetegui a começar a gerir bem cedo o esforço e os próximos compromissos dos seus comandados, como provam as substituições madrugadoras de Gianelli Imbula e de Jesús Corona.

E o 3-0 só não se materializou aos 67 minutos porque Tal Ben Haim I acertou no poste quando tentava cortar mais um centro de Layún. A crença israelita foi-se diluindo com o aproximar do fim da partida e o Porto segurou com tranquilidade um triunfo que o coloca no trilho certo rumo ao apuramento.

Declarações
Julen Lopetegui, treinador do Porto
Ganhar é sempre bom e estes três pontos são importantes, mas ainda só estamos a meio do grupo. O Maccabi é uma boa equipa, que procura jogar um bom futebol, e tivemos de estar ao nosso melhor nível para vencer frente a uma equipa de qualidade.

Procurámos marcar mais golos na segunda parte, não desacelerámos e começámos a pensar no próximo jogo, mas não conseguimos aumentar a vantagem porque o Maccabi também esteve bem. Estamos a meio do caminho e não fazemos ainda essas contas. Nada está decidido.

Slavisa Jokanovic, treinador do Maccabi
Não posso estar satisfeito, porque não vencemos, mas mostrámos alguns progressos e estou feliz por isso. Tivemos melhor desempenho do que nos jogos anteriores, mas não foi suficiente para conquistar pontos. Jogámos organizados, não permitimos muitas oportunidades ao FC Porto.

Devemos ser mais contundentes e fortes em alguns momentos, pois os jogos decidem-se em pequenos detalhes. Nesta competição o preço dos erros pode ser caro, e foi isso que aconteceu hoje.