O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
A partir de 25 de Janeiro, o UEFA.com já não vai suportar o Internet Explorer.
Para obter a melhor experiência possível, recomendamos que use Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Porto e Bayern goleiam, Ibrahimović bate recorde

Porto e Bayern golearam, Zlatan Ibrahimović ultrapassou Pauleta e tornou-se no melhor marcador de sempre do Paris, enquanto o derby de Madrid terminou empatado.

Thomas Müller (segundo à direita), do Bayern, festeja com os colegas após inaugurar o marcador frente ao Dortmund, em jogo da Bundesliga
Thomas Müller (segundo à direita), do Bayern, festeja com os colegas após inaugurar o marcador frente ao Dortmund, em jogo da Bundesliga ©AFP/Getty Images

Grupo A
Atletico Madrid - Real Madrid
Com todos os olhos em Cristiano Ronaldo, foi Karim Benzema quem colocou o Real na frente no derby da capital. Ronaldo tem os mesmos 323 golos de Raúl González, o melhor marcador de sempre dos Merengues, mas seria Benzema a marcar pela sexta vez na prova, a centro de Dani Carvajal, no minuto nove. Luciano Vietto empatou na parte final, resultado que deixou o Real a um ponto do líder, o Villarreal.

Paris 2-1 Marselha
Zlatan Ibrahimović bisou de grande penalidade para ultrapassar Pauleta como melhor marcador de sempre do clube e assegurar a vitória do Paris no Classique. Michy Batshuayi colocou o OM na frente, à meia-hora, mas Ibrahimović converteu dois disparos da marca dos 11 metros para aumentar o seu registo ao serviço do Paris para 110 golos, numa partida em que Kevin Trapp defenderia uma grande penalidade batida por Abdelaziz Barrada.

AIK 2-1 Malmö
Henok Goitom e Stefan Ishizaki marcaram para o terceiro da tabela, o AIK, que terminou assim a série de cinco jogos sem perder do Malmö na Allsvenskan. Vladimir Rodić marcou o tento de consolação dos visitantes, numa partida em que Rasmus Bengtsson foi expulso nos descontos.

Shakhtar Donetsk 2-0 Chornomorets Odesa
Alex Teixeira bisou neste encontro da Premier League ucraniana, aumentando para 14 o seu pecúlio na temporada. Mykola Matviyenko, de 19 anos, estreou-se pelos "mineiros".

Mönchengladbach festeja mais uma vitória no campeonato
Mönchengladbach festeja mais uma vitória no campeonato©Getty Images

Grupo B

Ajax 1-2 PSV Eindhoven
Gaston Pereiro bisou na sua estreia a titular pelos campeões da Holanda, num encontro em que o líder Ajax sofreu a primeira derrota da temporada. O jogador de 20 anos inaugurou o marcador no minuto sete, mas um remate em arco de Amin Younes fez o empate pouco depois. Um tiro de Pereiro no minuto 79 bateu Jasper Cillessen e garantiu o triunfo aos forasteiros.

Arsenal 3-0 Manchester United
A formação de Louis van Gaal caiu para o terceiro lugar da Premier League, depois de uma clara derrota em Londres. Os Gunners marcaram três vezes nos primeiros 20 minutos, com Alexis Sánchez a bisar e Mesut Özil a marcar o restante. Memphis Depay e Matteo Darmian saíram ao intervalo como respostta dos Red Devils, mas os da casa souberam segurar a segunda vitória seguida no campeonato.

Dinamo Moskva 0-2 CSKA Moskva
O sétimo golo de Ahmed Musa em 11 jogos ajudou o CSKA a vencer o derby de Moscovo. Pontus Wernbloom inaugurou o marcador no terreno do Dínamo, antes de Musa fixar a vitória do CSKA, que, depois deste triunfo fora, aumentou a vantagem na frente para cinco pontos.

Mönchengladbach 2-0 Wolfsburgo
Sem Vieirinha, o Wolfsburgo vai no terceiro jogo sem ganhar na Bundesliga e caiu para o oitavo posto, depois da derrota na visita ao Mönchengladbach. Apesar de mais rematadora, golos de Håvard Nordtveit e Ibrahima Traoré determinaram a segunda derrota seguida no campeonato para os comandados de Dieter Hecking.

Grupo C
União da Madeira - Benfica (adiado)
O Benfica não conseguiu somar os primeiros pontos fora na Liga portuguesa, pois o seu jogo de domingo não se realizou devido ao forte nevoeiro que se registava na ilha da Madeira.

Atletico de Madrid 1-1 Real Madrid
Luciano Vietto saiu do banco para dar um ponto ao Atlético, a sete minutos do final, no seu primeiro derby de Madrid. Os comandados de Diego Simeone viram-se a perder logo aos seis minutos, com um tento de Karim Benzema, mas desperdiçou a ocasião de empatar quando Keylor Navas parou o penalty de Antoine Griezmann. No entanto, Simeone lançou Vietto no minuto 58, com o jovem de 21 anos a empatar o encontro depois de um lance confuso na área.

İstanbul Başakşehir 0-2 Galatasaray
O quarto golo de Lukas Podolski colocou os campeões turcos na caminhada para a terceira vitória consecutiva na Süper Lig. O resultado marcou um dia positivo para o Galatasaray, que anunciou que o "playmaker" Wesley Sneijder prolongou o seu contrato até ao final da temporada 2017/18.

Atyrau 0-1 Astana
Tanat Nuserbayev fez o golo da vitória a dez minutos do final, naquele que foi o regresso do campeão cazaque aos triunfos. O Astana está agora a sete pontos do Kairat Almaty, depois do primeiro triunfo no campeonato em quatro partidas.

Grupo D 
Juventus 3-1 Bolonha
A Juve começou a perder mas deu a volta para somar o primeiro triunfo em três partidas na Serie A. Alvaro Morata iniciou a recuperação no minuto 33, e um penalty convertido por Paulo Dybala, colocou os campeões na frente antes do intervalo, com Sami Khedira a fazer o resultado final, no seu golo de estreia pelo clube.

 

Sevilha 2-1 Barcelona
Michael Krohn-Dehli inaugurou o marcador após boa jogada de Kevin Gameiro e fez o centro para o segundo, apontado por Vicente Iborra, que deram ao Sevilha uma importante vitória ante outra formação que também disputa a UEFA Champions League. Neymar, de grande penalidade, reduziu ainda para os visitantes, que foram derrotados por 4-1 pelo Celta de Vigo na anterior partida jogada fora de casa.

Manchester City 6-1 Newcastle United
Onze dias depois do avançado do Bayern München, Robert Lewandowski, marcou cinco golos no encontro da Bundesliga frente ao Wolfsburgo, Sergio Agüero repetiu o feito pelo City. A equipa de Manuel Pellegrini, que começou a perder, marcou todos os seus golos num período de 21 minutos e que apanhou as duas partes. O atacante da Argentina marcara apenas uma vez até agora na Premier League, antes da recepção a um Newcastle que continua sem ganhar.

Mönchengladbach 2-0 Wolfsburgo
Os anfitiões, que somaram cinco derrotas nas cinco primeiras jornadas na Bundesliga de 2015/16, averbou a terceira vitória na prova consecutiva sob o comando do treinador interino André Schubert. Um remate de longe de Håvard Nordtveit colocou o Mönchengladbach na frente a 15 minutos dos 90, com Ibrahima Traoré a fazer o resultado final, quatro minutos depois.

Grupo E
Sevilha 2-1 Barcelona
O Barcelona sofreu a segunda derrota em três jornadas da Liga espanhola. A formação de Luis Enrique acertou no poste em três ocasiões – Neymar e Luis Suárez, na primeira parte, ainda com 0-0 e Sandro Ramírez perto do final – durante um encontro no qual fez 28 remates à baliza. O melhor que conseguiu foi chegar ao golo no minuto 74, num penalty de Neymar, que jogava o seu encontro 100 ao serviço dos campeões da Europa.

Leverkusen 1-1 Augsburgo
Os comandados de Roger Schmidt desperdiçaram a ocasião de atingir o quarto posto, depois de inúmeras falhas na contretização. Os anfitriões viram-se a perder depois de um auto-golo madrugador de Bernd Leno, mas chegariam ao empate, antes do intervalo, por Karim Bellarabi. Hakan Çalhanoğlu teve o segundo na mão para o Bayer, mas, da marca dos 11 metros, atirou por cima, logo após o recomeço.

BATE Borisov 1-1 Granit Mikashevichi
O BATE falhou a ocasião de celebrar em casa, e de forma antecipada, a conquista do título. Aleksey Timoshenko colocou os visitantes na frente, logo no quinto minuto, mas Nemanja Milunović faria o empate, a nove minutos do final. Os campeões têm mais 13 pontos que o adversário mais directo, o Dinamo Minsk, a quatro jornadas do final, mas com mais um jogo.

Palermo 2-4 Roma
Gervinho marcou duas vezes no regresso dos "giallorossi" aos triunfos depois da derrota de terça-feira por 3-2 na visita ao BATE. Miralem Pjanić e Alessandro Florenzi também marcaram no segundo triunfo seguido na Serie A. Alberto Gilardino e Giancarlo Gonzalez fizeram os golos dos anfitriões. A Roma, quarta da tabela, está a dois pontos do líder Inter.

Grupo F
Bayern München 5-1 Borussia Dortmund
O Bayern abriu uma vantagem de sete pontos na frente da Bundesliga e igualou o seu próprio recorde de vitórias nas oito primeiras jornadas da Bundesliga. A dupla Thomas Müller e Robert Lewandowski bisou para o campeão da Alemanha, terminando assim a série sem derrotas do Dortmund de forma esclarecedora. Mario Götze fez o quinto, no minuto 66, na primeira partida perdida por Thomas Tuchel como técnico do BVB. Pierre-Emerick Aubameyang também fez história no que toca aos golos, tornando-se no primeiro jogador a marcar nos primeiros oito encontros numa temporada da Bundesliga.

PAOK 0-2 Olympiacos
O Olympiacos continua perfeito no campeonato grego ao averbar a sexta vitória seguida desde o começo da prova. Ideye Brown marcou o primeiro golo pelos campeões, no minuto 27, com Luka Milivojević a aumentar a vantagem, pouco depois.

Inter Zaprešić 2-2 Dinamo Zagreb
Derrotado por 5-0 pelo Bayern na quarta-feira, o Dinamo respondeu à primeira derrota em 46 jogos com uma recuperação ante o Zaprešić, formação do meio da tabela. Com Eduardo, Gonçalo Santos e Paulo Machado no "onze", os líderes da liga croata reduziram a desvantagem, a cinco minutos do intervalo, através de uma grande penalidade de Junior Fernandes e chegaram ao empate por Armin Hodžić, logo após o recomeço.

Arsenal 3-0 Manchester United
Alexis Sánchez bisou e Mesut Özil marcou o outro tento dos Gunners, que surpreenderam os visitantes com três golos nos primeiros 20 minutos de jogo. A fornação de Arsène Wenger é agora segunda da Premier League, à frente dos  Red Devils, graças à diferença de golos.

John Terry mostra a sua desilusão depois de mais uma derrota do Chelsea
John Terry mostra a sua desilusão depois de mais uma derrota do Chelsea©AFP/Getty Images

Grupo G
Vorksla Poltava 0-4 Dynamo Kyiv
O Dynamo somou a nona vitória em dez partidas da Premier League ucraniana depois de uma tranquila vitória fora de casa. Vitaliy Buyalskiy e Antunes marcaram na primeira parte, com Derlis González e Andriy Yarmolenko a fazerem os restantes, na etapa complementar.

Porto 4-0 Belenenses
O Porto regressou aos triunfos no campeonato com uma goleada. Jesús Manuel Corona marcou para os dragões no minuto 53, com Yacine Brahimi a marcar pouco depois, cabendo a Pablo Osvaldo e Iván Marcano encerrar a contagem.

Chelsea 1-3 Southampton
A equipa de José Mourinho é 16ª da Premier League depois de perder pela quarta vez em apenas oito partidas do campeonato desta época. Esta derrota segue-se ao desaire de terça-feira, no Porto. O Chelsea até começou melhor, com Willian a inaugurar o marcador, uma vez mais de livre directo. No entanto, Steven Davis empatou antes do intervalo e Sadio Mané e Graziano Pellè fizeram o resultado final para os Saints, na segunda parte. José Fonte e Cédric Soares jogaram de início nos "saints".

Maccabi Tel-Aviv 5-0 Hapoel Akko
Eran Zahavi terminou uma série de seis jogos pelo clube e pela selecção sem marcar ao bisar numa rotunda vitória. Este resultado, aliado à derrota do anterior líder, o Maccabi Petach-Tikva, significa que os comandados de Slaviša Jokanović estão na frente da Ligat ha'Al pela primeira vez esta temporada.

Grupo H
Zenit 3-0 Rostov
Artem Dzyuba marcou à sua antiga equipa, onde passou a última temporada, emprestado pelo Spartak Moskva. O internacional russo fez o segundo do Zenit, ajudando a formação de André Vilas-Boas a averbar o primeiro triunfo em casa desde 1 de Agosto. O português Danny fechou o resultado perto do fim, num jogo em que Luís Neto também foi titular.

Athletic Club 3-1 Valência
Daniel Parejo inaugurou o marcador para a formação orientada por Nuno Espírito Santo, que no entanto, acabaria derrotada pela segunda vez em três jogo depois do Athletic ter dado a volta em San Mamés. Aymeric Laporte, Markel Susaeta e Aritz Aduriz marcaram para colocar os da casa acima dos últimos três lugares.

Gent 4-1 Club Brugge
Sven Kums marcou um "hat-trick" na vitória frente ao Club Brugge. Laurent Depoitre ainda fez o quarto antes de Ruud Vormer marcar o tento de consolação dos visitantes, com o Gent, segundo classificado, a ficar agora a três pontos do líder Oostende.

Lyon 1-0 Reims
Com Anthony Lopes titular na baliza, o Lyon regressou às vitórias depois das derrotas consecutivas ante Bordéus e Valência. Um remate desviado de Alexandre Lacazette fez a diferença frente ao Reims. O remate rasteiro tornou-se redentor para o melhor marcador da última temporada da Ligue 1, que acertara na barra na conversão de um penalty, três minutos antes.

Conteúdos relacionados