O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Feghouli dá triunfo ao Valência em Lyon

Lyon 0-1 Valência
Um belo remate de longe de Sofiane Feghouli bastou para o Valência vencer, numa noite com cinco bolas nos ferros.

Sofiane Feghouli marca o único golo contra o Lyon
Sofiane Feghouli marca o único golo contra o Lyon ©AFP/Getty Images

Valência consegue os primeiros pontos no Grupo H; Lyon tem apenas um
Valência remata duas vezes aos ferros da baliza antes do soberbo golo de Sofiane Feghouli
Lyon também atira duas bolas aos postes numa primeira parte frenética
Segunda parte mais fechada renhida mas com menos ocasiões de golo
Próximos jogos: Zenit - Lyon, Valência - Gent (20 de Outubro)

O Valência de Nuno Espírito Santo alcançou a primeira vitória no Grupo H da UEFA Champions League depois de Sofiane Feghouli ter coroado um jogo bem disputado com um golo portentoso, na primeira parte, em Lyon.

"Vamos fazer estas estrelas brilhar uma última vez no Gerland", lia-se numa faixa na Virage Nord, embora a noite tenha sido mais de acertar nos ferros das balizas na casa do Lyon, que este deverá deixar em Janeiro. Mathieu Valbuena foi o primeiro a experimentar essa frustração, após o seu livre directo ter sido desviado para o poste pelo habitual terceiro guarda-redes do Valência, Jaume Doménech.

O Lyon começou bem, ainda que o Valência gradualmente tenha assumido o controlo e começado a criar perigo a partir de pontapés de canto, com Aymen Abdennour a cabecear ao poste. Feghouli assumiu então o protagonismo, acertando na trave com um forte remate antes de voltar a alvejar a baliza, desta vez de forma decisiva, com o seu disparo de longe a entrar junto à barra, no ângulo superior esquerdo, após assistência de Pablo Piatti.

Incrivelmente, ainda houve mais na primeira parte, com um remate a desviar em Alexandre Lacazette e a tocar na barra, surgindo o suplente do Lyon, Jordan Ferri, a fazer a recarga para fora. Lacazette, logo após o recomeço, proporcionou uma defesa a Doménech, numa fase em que os homens de Hubert Fournier procuravam evitar a derrota.

Talvez inevitável, a agitação perto da baliza esmoreceu à medida que a segunda parte avançou, com vários cartões amarelos a sublinhar o que se tornou um espectáculo de menor qualidade. E era exactamente isso que a equipa "che" queria, com o clube da Liga espanhola a gerir o jogo até final e a deixar o Lyon em apuros ainda na fase inicial do Grupo H.