O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

CSKA vira jogo e afasta Sporting

CSKA Moskva 3-1 Sporting CP (total: 4-3)
Seydou Doumbia marcou por duas vezes, antes de, aos 85 minutos, Ahmed Musa sentenciar a eliminatória.

Seydou Doumbia (à esquerda) em disputa de bola com Paulo Oliveira
Seydou Doumbia (à esquerda) em disputa de bola com Paulo Oliveira ©AFP/Getty Images

O Sporting perdeu, por 3-1, com o PFC CSKA Moskva, na capital russa, na segunda mão do "play-off" de apuramento para a UEFA Champions League e transitou, assim, para a UEFA Europa League, depois de ter ganho em Lisboa pela margem mínima.

O Sporting apresentou-se na Arena Khimki com duas alterações substanciais no seu conjunto. Face à lesão contraída por Jefferson frente ao Paços de Ferreira, o lugar do brasileiro foi ocupado por Jonathan Silva. A alteração seguinte, que foi relegar Islam Slimani para o banco por troca com Alberto Aquilani, visou reforçar o meio-campo.

A primeira ocasião de perigo junto de uma das balizas apenas surgiu aos 23 minutos, quando Mário Fernandes cruzou da direita para uma emenda de primeira de Seydou Doumbia ligeiramente ao lado. Três minutos depois, Ahmed Musa testou a atenção de Rui Patrício, que defendeu facilmente. Mais três minutos volvidos e Zoran Tošić teve um forte remate à meia volta, mas ao lado.

No entanto, quem chegaria ao golo seria mesmo o Sporting, através de uma jogada de envolvimento, com João Pereira a desmarcar Teofilo Gutiérrez, que bateu Igor Akinfeev, com um remate cruzado, à saída do guarda-redes russo.

Ahmed Musa (à esquerda) foge a João Pereira
Ahmed Musa (à esquerda) foge a João Pereira©AFP/Getty Images

A segunda parte não podia ter começado pior para o CSKA, que empatou a contenda somente quatro minutos após o reatamento. Alan Dzagoev cobrou um livre rasteiro, a bola tabelou em Adrien Silva e encaminhou-se para a pequena-área, onde Seydou Doumbia disputou a bola com Rui Patrício e marcou no ressalto.

Jorge Jesus trocou, então, Gutiérrez por Slimani, tentando que este impedisse os defesas-centrais do CSKA de avançarem no terreno. Quatro minutos após a substuição, eis que o CSKA marcou novamente e igualou a eliminatória. Roman Eremenko ganhou um ressalto, antes de descobrir Ahmed Musa solto na esquerda, com Naldo a colocá-lo em jogo. Musa entrou na área e viu Doumbia em melhor posição para o toque final.

Após um livre indirecto de Alberto Aquilani defendido com os punhos por Akinfeev, o Sporting, através de Slimani, chegou mesmo a introduzir a bola na baliza do CSKA, na sequência de um canto, mas o lance seria invalidado.

Já nos cinco minutos finais, o CSKA daria a volta à eliminatória através de um lance semelhante ao que dera o golo a Teo Gutiérrez. Tošić descobriu Dzagoev solto à entrada da área, de onde este lançou Musa nas costas da defesa. À saída de Rui Patrício, Musa não perdoou e remeteu o Sporting para a UEFA Europa League. João Mário ainda seria expulso, ao ver o vermelho directo, mas Musa já havia feito o estrago decisivo.

©Getty Images

Reacções:

Leonid Slutski, treinador do CSKA
Tivemos um apuramento para a Champions League muito difícil, mas a este nível é sempre assim. Fiquei muito satisfeito pela maneira como fomos capazes de virar o jogo e mostrámos carácter, talento e crença. Estou grato aos jogadores por tudo o que eles fizeram.

Jorge Jesus, treinador do Sporting
Começámos muito bem, em especial nos primeiros 30 minutos: controlámos o jogo, marcámos e colocámos a eliminatória em 3-1. Se calhar não fomos tão eficazes no final da primeira parte, mas tudo correu bem. No final dos dois jogos posso dizer que fomos melhores que o CSKA. Se calhar o nosso adversário queria mais que nós no final do encontro. Defrontámos uma equipa boa e forte; ambas as equipas tiveram ocasiões e queriam estar na fase de grupos.