O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
A partir de 25 de Janeiro, o UEFA.com já não vai suportar o Internet Explorer.
Para obter a melhor experiência possível, recomendamos que use Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Lionel Messi em entrevista ao UEFA.com

Numa altura em que procura tornar-se no primeiro jogador a marcar em três finais da UEFA Champions League, Lionel Messi fala ao UEFA.com antes de o Barcelona defrontar a Juventus.

Lionel Messi fala no "media day" do Barcelona
Lionel Messi fala no "media day" do Barcelona ©Getty Images for UEFA

Lionel Messi já conseguiu, aos 27 anos, mais do que quase todos os futebolistas que o antecederam, mas para o argentino ainda existem novos mundos a conquistar.

Messi vai ter oportunidade no sábado de se tornar no primeiro jogador a marcar em três finais da UEFA Champions League, no encontro entre FC Barcelona e Juventus em Berlim. É um dos melhores marcadores da edição deste ano, com dez golos, e se marcar na final volta a igualar Cristiano Ronaldo, com 78 remates certeiros na história da prova. O avançado falou ao UEFA.com antes da final no Olympiastadion: clique no leitor de vídeo acima ou leia aqui a entrevista.

Sobre as suas maiores influências...

Bem, o meu pai e a minha mão estiveram sempre comigo, seguiram-me para toda o lado. Como qualquer pai ou qualquer mãe, sempre me deram conselhos e comentaram as minhas exibições. Tomaram conta de mim, também no que toca ao futebol e ao meu desenvolvimento, depois também tive a ajuda do clube mas, o mais importante, foi sempre a ajuda e o apoio da minha família.

Sobre o que significa o clube para ele...

Quando cheguei aqui, foi um passo muito importante para mim, não só para a minha carreira no futebol, mas também a nível pessoal. Estou muito grato ao clube por tudo o que fez por mim, pelo carinho e apoio que me transmitiu. Evolui e cresci aqui. Gosto muito deste clube porque, como disse, deu-me muito mais do que ajuda e apoio ao longo de todos estes anos.

Sobre Neymar e Luis Suárez...

Damo-nos todos muito bem, não só em campo, mas também fora dele. Considero que quando nos damos bem fora de campo, tudo fica mais fácil nos jogos.

Sobre a final...

É uma final da UEFA Champions League, tivemos de sofrer muito para chegar até aqui e sabemos que não ser fácil sermos campeões outra vez. O nosso sonho é conquistar o troféu. Sabemos que vamos defrontar um adversário muito complicado, eles são muito fortes, a Juventus é uma grande equipa. É uma final e tudo pode acontecer, mas vamos preparar e encarar este desafio como fizemos na finais anteriores.

Sobre os golos que marcou nas finais de 2009 e 2011...

Eu sempre disse que ambos foram muito importantes na minha carreira por causa dos jogos em si e dos momentos em que marquei os golos. O primeiro em Roma, quando marquei o segundo golo da final, que praticamente garantiu o triunfo e a conquista do troféu. Quando fiz o 2-1 em Wembley, o jogo estava muito equilibrado, por isso comemorámos daquela forma. Ambos os golos foram muito especiais para mim.

Dez golos mágicos de Messi
Dez golos mágicos de Messi