O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Vidal concretiza sonho de infância

Arturo Vidal ultrapassou o feito do seu herói de infância, Marcelo Salas, ao atingir as meias-finais pela Juventus e falou ao UEFA.com antes de enfrentar o Real Madrid.

Arturo Vidal espera conseguir ir ainda mais além nesta UEFA Champions League
Arturo Vidal espera conseguir ir ainda mais além nesta UEFA Champions League ©AFP/Getty Images

Quando era jovem, ainda no Chile, Arturo Vidal via o seu compatriota Marcelo Salas jogar frente ao Real Madrid CF ou à Juventus na UEFA Champions League e sonhava, um dia, fazer o mesmo. O sonho acabou por realizar-se.

Vidal estará, esta quarta-feira, em Madrid para ajudar a Juventus a defender uma vantagem de 2-1 na segunda mão das meias-finais, uma etapa mais à frente do que Salas alguma vez chegou, quer com a camisola da SS Lazio, quer com a da turma de Turim. E foi uma grande penalidade convertida com classe e tranquilidade por Vidal, frente ao AS Monaco FC, nos quartos-de-final, que permitiu à sua equipa estar onde está neste momento. Vidal conversou com o UEFA.com sobre o percurso da Juve na prova até ao momento, sobre o que sentiu ao bater esse penalty e sobre o que espera do jogo em Madrid.

UEFA.com: Está a sentir algo diferente do que alguma vez sentiu no futebol?

Arturo Vidal: Sim, sem dúvida. É o concretizar de um sonho, pois sempre sonhei disputar uma meia-final da Champions League. Costuma ver estes jogos em casa, quando era criança, e agora vou estar em campo. Não há sensação igual. E vamos dar tudo para sermos campeões europeus. Sei que será difícil, mas chegar até aqui também o foi. Espero que consigamos ir ainda mais além e que só paremos quando erguermos o troféu.

UEFA.com: Como estava o ambiente na Juventus depois de terem perdido dois dos três primeiros jogos na fase de grupos?

Vidal: Sim, de facto passámos por um mau momento aqui na Juventus com esses primeiros jogos, pois não estávamos à espera de os perder. E perdemos de uma forma que não gostámos. Pensámos que seria um grupo fácil, mas as coisas complicaram-se e tivemos de dar tudo para, no fim, seguir em frente.

©AFP/Getty Images

UEFA.com: Marcou o golo que colocou a Juventus na sua primeira meia-final da UEFA Champions League desde 2003. Estava muito nervoso quando partiu para a cobrança daquele penalty?

Vidal: Bom, as emoções eram muitas, pois nunca é fácil marcar na Champions League. Na época passada marquei muitos golos, tal como havia feito na época anterior a essa, mas este ano tem sido mais complicado para mim devido a diversos problemas. Nesses momentos, muitas coisas boas mas também algumas más passam pela nossa cabeça. Gosto de deixar o meu coração falar por si quando marco e celebrar ao máximo. Felizmente, seguimos para as meias-finais graças a esse golo.

UEFA.com: O Real Madrid tem uma equipa fantástica. Qual a dimensão do desafio que você e os seus colegas têm agora pela frente na visita ao terreno daqueles que são os actuais campeões europeus?

Vidal: Quando defrontamos uma equipa como o Real Madrid sabemos que pela frente vamos ter alguns dos melhores jogadores do Mundo. Temos de tentar dar o nosso máximo. Mas nós também temos jogadores de grande nível e espero que o consigamos mostrar, de forma a estarmos na final.

Conteúdos relacionados