O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Real - Juventus: A que estar atento?

Como preencher o espaço de Luka Modrić? Mudará a Juventus para uma defesa a três? Paul Pogba e Karim Benzema podem fazer a diferença? Paolo Menicucci responde.

Arturo Vidal, da Juventus, em despique com Raphaël Varane
Arturo Vidal, da Juventus, em despique com Raphaël Varane ©AFP/Getty Images

Nunca iria ser fácil render um jogador com a capacidade técnica e sagacidade táctica de Luka Modrić. Carlo Ancelotti experimentou, com bons resultados, o defesa Sergio Ramos numa posição provisória, mas essa alteração não surtiu dividendos na primeira mão das meias-finais frente à Juventus.

Ramos evidenciou problemas posicionais logo no início da partida de terça-feira, quando Carlos Tévez baixava no terreno para explorar espaços entre as linhas do Real Madrid CF. Também não ofereceu muita coisa em termos de criatividade, quando os visitantes tiveram longos períodos de posse de bola sem, todavia, resultados significativos, nos momentos finais do encontro.

"Não foi apenas o Sergio [Ramos]. Todos cometemos mais erros do que o habitual, também na defesa", disse, depois, Ancelotti. "Aconteceu devido à pressão a que a Juventus nos submeteu. Mas o Sergio teve um jogo razoável."

As estatísticas corroboram as palavras de Ancelotti: Ramos completou 87% dos passes tentados (59 em 69, igualando Andrea Pirlo), mas os números não contam toda a história. Não seria surpresa se uma solução diferente fosse procurada para o embate da segunda mão, na próxima quarta-feira, com os detentores da UEFA Champions League a precisarem de ganhar.

Massimiliano Allegri reagiu rapidamente quando Ancelotti introduziu Javier Hernández na partida, mudando um ataque composto por três elementos. Entrou o defesa-central Andrea Barzagli e o 4-4-2 original tornou-se num 3-5-2. Tal como num jogo de xadrez: movimentação e contra-movimentação.

Necessitando de uma vitória e com Karim Benzema perto de regressar após lesão – o Real Madrid deverá começar com três atacantes no Bernabéu. Será que Allegri entrará de início com uma defesa de três elementos? O técnico usou esse sistema táctico na partida da segunda mão dos quartos-de-final, no terreno do AS Monaco, limitando o adversário a apenas um remate à baliza e terminando o encontro com o desejado empate sem golos.

Juventus v Real Madrid goals
Juventus v Real Madrid goals

Contudo, proteger uma vantagem tangencial frente a Cristiano Ronaldo e companhia é algo completamente diferente. "Teremos que jogar ainda melhor do que o fizemos em Turim e marcar. De outra forma vai ser difícil chegar à final", disse Allegri.

A resposta mais provável será uma disposição em 4-3-1-2, sendo que a Juve conta com o regresso de Paul Pogba, após lesão numa coxa. "Espero dar-lhe alguns minutos no sábado [frente ao Cagliari Calcio, na Serie A]", disse o treinador dos "bianconeri" logo após o jogo da primeira mão.

O médio internacional francês não jogava desde meados de Março, mas regressou em grande, tendo inclusivamente marcado, pelo que será um grande incentivo e acréscimo para o plantel da Juventus, assim como para as suas aspirações de apuramento para a final da UEFA Champions League.